História New Americana (Oneshot Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Exibições 313
Palavras 2.682
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura 🌠🌙

♥Este é um dos muitos Imagines que irei fazer, espero que gostem ♡

Capítulo 1 - New Americana


Fanfic / Fanfiction New Americana (Oneshot Jungkook) - Capítulo 1 - New Americana

“Nós somos a nova americana

Chapados com maconha legalizada

Criadas com Biggie e Nirvana

Nós somos a nova americana”

 

Meus pais me abandonaram quando eu ainda era uma mera criança. Em todos meus 17 anos de vida apenas amei uma pessoa, a pessoa que me acolheu e cuidou quando dois desumanos decidiram me abandonar.

A pessoa que amei e considerei como mãe um dia fechou seus olhos num sono profundo para todo o sempre traçando seu caminho para o céu.

Vivendo sozinha desde os meus 11 anos, fui obrigada aprender o que realmente é a vida.

Nunca tive pessoas que poderia considerar como amigos, as mesmas têm medo de mim, afastam-se e chamam-me de estranha.

Cabelo negro e liso pelos ombros, olhos azuis claros como diamante, Americana de sangue.

Prazer sou (S/N) apenas mais uma garota que veio sofrer neste lugar chamado mundo.

------- X -------

Córeia do Sul, Seoul / 09:15h / Manicómio New Legend

Jungkook POV ON

Vou caminhando pelos grandes e sombrios corredores do local onde trabalho, o Manicómio New Legend, para falar com o diretor para saber quem será meu novo paciente.

Finalmente chego ao meu destino. Bato na porta escutando um “Entre” atrás da mesma e assim faço vendo o diretor Kim Namjoon sentado na sua grande cadeira olhando uns papeis.

Namjoon – Sente-se.

Assenti e sentei-me á sua frente numa das cadeiras.

Namjoon – Bom como você já deve de saber, chamei-o aqui para conhecer sua nova paciente.

Jungkook – Nova paciente?

Namjoon – Sim...mas não é uma paciente qualquer. - O mesmo disse me entregando uma pasta lotada de papeis. - Seu nome é (S/N), já se encontra aqui á 6 anos e só nesses 6 anos já teve mais de 20 psiquiatras.

Arregalei os olhos incrédulo com o que tinha acabado de escutar.

Jungkook – Como assim mais de 20? O que se passou?

Namjoon – Digamos que a mesma lhes colocou um ponto final na vida.

Engolo seco com o que acabo de escutar ajeitando minha postura na cadeira.

Namjoon – (S/N) é um caso muito complicado e sério que deixa qualquer um com os cabelos em pé.

Jungkook – Como ela veio aqui parar?

Namjoon – Á 6 anos atrás a mesma foi acusada de agressão e homicídio, chacinou por completo a sala do colégio onde andava...e olha que ela tinha apenas 11 anos.

Jungkook – Tão nova assim!? - Pergunto incrédulo com o que escutara.

O mesmo assentiu continuando a falar.

Namjoon – Mas não foi uma chacina normal, todos se encontravam cheios de cortes profundos e rostos desfigurados com desenhos de uma cara triste nas costas, (S/N) é literalmente uma psicopata, uma psicopata muito inteligente pois naquele dia ela tinha colocado um pó nas condutas do ar condicionado daquela sala fazendo assim todos de lá menos ela que se encontrava cá fora adormecerem. Jungkook eu chamei-te para seres o novo psiquiatra de (S/N) pois tu eras um dos melhores alunos da faculdade, tua paciência, teu modo de falar e inteligência podem ser muito úteis neste caso, podes ser a cura de (S/N).

Jungkook – Entendi senhor Namjoon, vou fazer o meu melhor.

Namjoon – Eu sei que sim Jungkook, está liberado agora assim pode estudar o caso de (S/N) com mais calma, começará seu trabalho amanhã de manhã.

Jungkook – Com licença.

Reverencio-me e saio daquela sala com a pasta de (S/N) dirigindo-me á saída do Manicómio avistando meu carro e adentrando o mesmo logo de seguida, abrindo a ficha de (S/N).

Nome: ___ ___

Idade: 17

Data de Nascimento: __/__/1998

Sexo: Feminino

Cidade Natal: América

Tipo Sanguíneo: O

Corredor: M

Quarto: 150

Estado Atual: Critico

Cuidados a ter: Não fazer muitas perguntas, não falar sobre sua família e passado.

Observações: Verificar se a porta de seu quarto se encontra sempre trancada.

Com 17 anos já se encontra num local como este. – Penso.

Levanto meu olhar e me surpreendo ao olhar sua foto, uma garota de pele pálida com seus cabelos negros e lisos pelos ombros com olhos azuis claros como diamante.

Corredor M...quase ninguém mete lá os pés por puro e simples medo do que lá se encontra, saber que (S/N) está neste corredor preocupa-me ainda mais...

---- X ----

Acordo logo de manhã cedo pois hoje será o dia em que irei conhecer a minha paciente (S/N). Pelo o que me contaram sobre ela, (S/N) é uma garota muito calada e sossegada raramente abre a boca para falar algo, mas o que ainda é mistério é como ela conseguiu matar todos os seus psiquiatras sendo que ela é vigiada e claro o que mais me preocupa é se também irei me juntar a essa lista por isso tenho que fazer com que todas nossas sessões corram bem.

Pelo que percebi depois de ler todas as folhas com informações sobre (S/N), ela está sempre com sua face séria nunca ninguém em 6 anos lhe conseguiu a ver sorrindo e arrancar mais de 20 palavras num dia.

Isto vai ser difícil mas eu adoro desafios, estou disposto a fazer de tudo para curar (S/N).

---- X ----

Jungkook -  Bom dia senhora Hyun! - Senhora Hyun é a secretária do Manicómio, sempre foi muito querida comigo pois a mesma diz que me vê como um filho para ela.

Hyun - Oh! Bom dia meu querido, como estás?

Jungkook -  Estou bem...irei conhecer agora minha nova paciente, (S/N) do quarto 150.

Hyun -  Oh...eu conheço (S/N)...aquele rosto de anjo esconde o diabo por trás, vou chamar o enfermeiro Taehyung para te levar ao seu quarto.

Assenti e fiquei perdido em meus pensamentos enquanto o enfermeiro não vinha...”Aquele rosto de anjo esconde o diabo por trás”...agora estou ainda mais curioso sobre ela...

Taehyung -  Jeon Jungkook? - Perguntou Taehyung ao chegar perto de mim. - Assenti com a cabeça – Venha comigo vou-lhe levar até (S/N).

Assenti e o segui logo adentrando em um de muitos corredores sombrios que ali existiam, todos eles com suas histórias e significados. Saí de meus pensamentos quando Taehyung parou em frente a uma grande porta branca.

Taehyung -  É aqui, aqui estão as chaves e não se esqueça de verificar se sua porta se encontra sempre trancada, boa sorte, vai precisar. - O mesmo sussurrou a última parte porém consegui escutar me deixando ainda mais curioso do que já estava.

Encarei a grande porta branca e suspirei pesado antes de colocar a chave na fechadura para assim abrir a porta. Bato na porta 3 vezes antes de entrar por completo e o silêncio predominava aquele local, ao ver que a mesma não iria responder abro a porta e assim encontro a pessoa pelo qual tem ocupado minha mente desde ontem.

Sentada numa pequena cama branca com seus cabelos negros pelos ombros encarando a pequena janela que aquele quarto tinha.

Entro por completo no quarto fechando a porta atrás de mim, viro-me e dou um passo em sua direção. A mesma deixa de encarar a janela e vira lentamente seu rosto para mim e assim consegui ver o quanto ela era bonita, sua pele pálida com as bochechas rosadas, seus lábios entreabertos vermelhos e o melhor de tudo seus olhos cor de diamante a me encararem seriamente.

Abano levemente minha cabeça para tirar todos os meus pensamentos e por fim acabo quebrando todo aquele silêncio constrangedor.

Jungkook - Bom dia...Sou Jeon Jungkook, seu novo psiquiatra.

A mesma nada disse apenas continuava a me encarar. Continuamos por longos segundos a nos encarar quando a mesma se levanta e caminha em direção a uma cadeira com uma mesa que tinha naquele pequeno quarto e se senta na mesma.

Repito o mesmo ato e me sento á sua frente me pegando de surpresa por ouvir sua voz.

(S/N) - Mais um...- Suspira. - Quando me podem deixar em paz?

Jungkook -  Desculpe (S/N), mas isso não será possível...mas desta vez irá ser diferente, irei fazer de tudo para ajudá-la.

A mesma ergue seu olhar e o mesmo se encontra com o meu, sua face continuava com expressão séria.

Jungkook -  Ouvi falar muito de si (S/N), estava curioso por conhecê-la.

(S/N) - Toda a gente que por aqui trabalha já ouviu falar de mim...alguns da pior maneira...-Sussurrou a última parte fazendo-me arregalar de leve os olhos.

Jungkook - (S/N) o que te levou a fazer isso aos antigos psiquiatras?

(S/N) -  Sabe senhor Jeon...nem todos os psiquiatras querem o nosso bem...alguns vêm-nos como presas fáceis para saciarem a fome deles...e o que mais me enoja são pessoas desse tipo.

Engolo seco ao pensar que alguém poderia ter feito algo com (S/N).

Jungkook - E...alguém já tentou fazer algo contigo (S/N)?...- Pergunto recebendo um olhar sério da mesma que antes encaravam a pequena mesa.

(S/N) -  ...Nem tiveram tempo. - Suspirei aliviado por ouvir essas palavras saírem de sua boca.

Jungkook - (S/N) como tinha dito antes estava muito curioso para te conhecer, podes falar-me um pouco sobre ti?

Ficamos longos segundos a encarar-nos em silêncio e quando pensava que a mesma já não iria falar, ela surpreende-me.

(S/N) – Sou (S/N), tenho 17 anos e nasci na América...por isso que minha alcunha é “New Americana”...- A mesma dá um pequeno sorriso de lado como se tivesse se lembrado de algo e eu acabo de anotar suas palavras em meu bloco de notas. - Gosto de muitas coisas como o silêncio por exemplo... - Termino minhas anotações e volto a encarar (S/N).

Jungkook – Porque sua alcunha é “New Americana” (S/N)?

A mesma me encara mas logo solta uma risada gostosa de se ouvir.

(S/N) – Senhor Jeon...Acha mesmo que minhas primeiras vitimas foram aquelas de á 6 anos atrás?...

Encaro a mesma de olhos arregalados e engolo seco com o que tinha escutado e termino minhas anotações.

Encaro o relógio daquela pequena sala e vejo que já está na hora da consulta terminar.

Jungkook – Bom (S/N)...tenho que ir. - A mesma me encara com seu semblante sério. - Gostei de te conhecer.

Fico de pé pegando minhas anotações que estavam em cima da mesa e antes que eu possa dar as costas em questões de segundos sinto uma respiração a bater em meu pescoço, arregalo os olhos levantando-os e encarando o rosto que se encontrava á minha frente.

Como que ela veio tão depressa até mim sem nem ter escutado um barulho sequer? - Pensei

A mesma aproxima seu rosto de meu pescoço fazendo-me engolir seco quebrando novamente o silêncio entre nós.

(S/N) – Você voltará?... - Sussurra afastando um pouco seu rosto do meu mas ainda numa distância considerada perigosa.

Arregalo os olhos ainda sem acreditar no que tinha escutado.

Jungkook – Claro que sim...eu disse que iria ajudá-la...

Encaro seus olhos e não pude deixar de notar que a mesma sorria sem mostrar seus dentes, reparo que seu olhar está distante sigo-o e vejo que os mesmos encaram meus lábios entreabertos.

Ela está me deixando louco...- Pensei.

A mesma aproxima ainda mais seu rosto do meu fazendo com que seus lábios roçassem nos meus.

Eu não posso fazer isso... - Pensei.

(S/N) – Senhor Jeon...- A mesma sussurra como um gemido fazendo com que aquilo fosse a gota de água.

Largo meu bloco de notas e tomo sua cintura juntando nossos lábios violentamente.

Nosso beijo era necessitado e ofegante, nossas línguas batalhavam numa batalha sem fim, apertando ainda mais sua cintura recebendo um pequeno gemido vindo da mesma.

Pego em sua cintura a colocando em cima da mesa sem nos separar  do beijo.

Separamo-nos do beijo com nossas respirações ofegantes deixando um fio de saliva entre nós.

Jungkook – Coloque sua língua para fora...

A mesma assente colocando sua língua para fora fazendo com que eu desse uma chupada forte na mesma juntamente com uma mordida, a mesma aproveita e puxa-me novamente para um beijo desta vez mais calmo. Aperto sua cintura puxando-a ainda mais contra mim inclinando minha cabeça para o lado para aprofundar ainda mais aquele doce beijo.

Desfaço-me de seus lábios e desço para seu pescoço dando-lhe ali pequenos beijos molhados e mordidas fazendo com que a mesma suspira-se alto. Aproveitando que a mesma se encontrava de vestido subo com as minhas duas mãos pelas suas coxas parando perto de sua intimidade. Com minha mão direita aproximo-me de sua intimidade passando meus dedos pela mesma vendo o quanto ela já estava molhadinha fazendo a mesma soltar um gemido baixo.

Sorrio com aquilo e inicio mais um beijo mas desta vez com minha mão adentrar sua calcinha e massagear a mesma de cima abaixo lentamente abrindo de vez em quando seus lábios e pressionar fazendo (S/N) soltar gemidos altos.

Afasto-me de seus lábios e retiro minha camisa e calças ficando apenas com minha box preta repetindo o mesmo processo com (S/N) deixando-a completamente nua á minha frente.

Jungkook – Tão linda...- Sussurro enquanto encaro o corpo da mesma.

Pego (S/N) no colo fazendo nossas intimidades chocarem soltando gemidos dos dois e a deito em sua cama ficando por cima da mesma no meio de suas pernas enquanto mordia e lambia seus seios.

(S/N) – Kookie...por favor n-não aguento...

Jungkook – Calma pequena...ainda agora começei.

Desço minha mão até sua intimidade massageando-a desta vez fortemente fazendo com que (S/N) solta-se gemidos altos.

Jungkook – Geme para mim...vai. - Digo fazendo com que a mesma gemesse mais alto soltando falas fora do comum de sua boca.

A apanhando de surpresa coloco 2 dedos dentro de si fazendo movimentos de vai e vem rápidos enquanto mordo seus seios, lentamente vou parando com os movimentos fazendo com que a mesma gemesse de reprovação apanhando-a novamente de surpresa coloco mais 2 dedos dentro dela fazendo com que (S/N) arquei-e as costas e solte um gemido alto.

(S/N) – E-Estou qua...- A mesma não consegue terminar pois desfaz-se em meus dedos.

Retiro os mesmos vendo-os completamente molhados e os levo á boca sentindo seu gosto encarando (S/N) nos olhos.

Retiro a única coisa que me cobria e rapidamente me posiciono em cima dela abrindo suas pernas passando meu membro de cima abaixo por toda a sua intimidade fazendo com que a mesma arqueasse as costas.

Sem aviso prévio adentro sua intimidade indo fundo e rápido nela, vou mais uma vez até seus lábios mordendo-os e puxando-os novamente para um beijo ofegante.

Coloco-me para cima segurando em suas duas pernas entrando e saindo devagar de sua intimidade tendo a visão mais erótica de sempre, (S/N) apanha-me de surpresa e logo se senta no meu colo começando a cavalgar forte e rápido fazendo nós dois gritarmos de prazer.

(S/N) procura meus lábios e logo os encontra dando uma mordida que me faz sentir algo metálico na boca começando novamente um beijo necessitado.

A segurando pelas nádegas, saí-a e entrava cada vez mais fundo e rápido fazendo (S/N) gritar de prazer.

10,15,20 estocadas e sentia meu ápice aproximar-se, tirei-a de meu colo e deitei-a novamente agora colocando uma perna em meu ombro indo mais rápido que conseguia.

O barulho de nossos corpos a chocarem-se, o som da cama ao bater na parede tornava tudo ainda mais erótico.

Jungkook – Porra (S/N) tão apertada...

(S/N) – K-Kookie...

Depois de mais algumas estocadas finalmente chegamos juntos ao ápice nos fazendo gemer alto, concerteza todo o manicómio tinha escutado, mas o que mais me importava agora era este momento que estava a passar com (S/N).

Deito-me por cima dela controlando meu peso colocando meu rosto na curvatura de seu pescoço, ambos respirávamos ofegantes. Ainda dentro dela, levanto meu rosto e encontro seus olhos de diamante a encarar-me suada e com sua boca entreaberta, não pude deixar de sorrir ao ver como ela estava.

Fechei o espaço entre nossos lábios num beijo demorado e saio de dentro dela causando-lhe um suspiro. Me sento na cama virando meu rosto para si.

Jungkook – Agora tenho mesmo de ir...

(S/N) levanta-se colocando seus braços envolta de meu pescoço me abraçando por trás, sussurrando no meu ouvido.

(S/N) – Amanhã volta...Senhor Jeon?...

Dou um sorriso de orelha a orelha virando a minha cara de encontro á sua roubando-lhe um selinho.

Jungkook – Claro...amanhã e sempre até ficares curada..New Americana...

(S/N) – Já encontrei a minha cura...

 

“Nós somos a nova americana

Chapados com maconha legalizada

Criadas com Biggie e Nirvana

Nós somos a nova americana”


Notas Finais


Música da fanfic: https://www.youtube.com/watch?v=zLFSVBO9WOE

Obrigada por ter lido, até ao próximo Imagine ❤

Minha Fanfic: https://spiritfanfics.com/historia/vampire-secrets-6383398


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...