História New dreams, new life. - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Hoesok, Jungkook, Kim Nanjoom, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoo-gi, Parkjimin
Exibições 15
Palavras 1.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oioi Gente, como vcs estão? então, eu tava com uma falta de criatividade nesses dias, mas vai ter alguns caps mais rápidos, mas o problema, e que eu to de recuperação em Matematica e em ciências, e dia 5 comea a recuperação e vai ate dia 15, e ano que vem, eu vou pro militar, bom, o que eu achei muito estranho, e muita coecidencia, e que na fanfic, eu começo no militar no ano de 2017, e o BTS vem para Manaus em abril, e ano que vem, eles vao vim para o Brasil (so que não em Manaus, infelizmente) e ano que vem eu vou para o militar, isso e muita coecidencia cara......


tao ta nne, fui <3

Capítulo 21 - The Baby NamJin.


Fanfic / Fanfiction New dreams, new life. - Capítulo 21 - The Baby NamJin.

 

P.O.V AnJuh

 

 

 

Acordei com uma mensagem que acabara de chegar no meu celular, é da Manu, dizendo que é para mim para o quarto dela com o do Kookie, que deve ficar no oitavo andar do hotel

 

Antes de eu levantar da cama e pegar meu óculos, percebo que o Tae esta atrás de mim, abraçando minha cintura fazendo com que eu fique presa entre ele, a cama e a coberta, levo meu dedo indicador ate sua bochecha, e cutuco  mesma varias vezes ate o loiro acordar.

 

 

 

V: Bom dia unicórnio—Diz ele abrindo seu sorriso quadrado.

 

 

 

AnJuh: Bom dia Barbie.—Digo dando um selinho no mesmo.—Eu vou no quarto da Manu, ela me chamou não sei pra que, mas eu vou la, depois eu volto.

 

 

 

V: O que? Você vai me abandonar? Não faz sentido ficar aqui na cama sem você.

 

 

 

AnJuh: Pelo amor de G-Dragon Tae, eu já volto.

 

 

 

V: Ta, vai la, me deixar aqui, sozinho, com frio, carente...—Diz com a voz rouca, depois fica de costa pra mim, e acho que dormiu....

 

 

 

Coloco meu óculos e saio do quarto, e entro no elevador, quando parei no sexto andar, meu celular começa a tocar, era minha mãe de novo.

 

 

 

Ligação O.N

 

 

 

Juliana: Eu descobri onde você ta.

 

 

 

AnJuh: Legal, quer biscoito? Um premio de detetive?  Quer que eu mude seu nome para Xerloque Roumes? (Erro proposital ta).

 

 

 

Juliana: Eu quero que você volte para Manaus agora, que diabos você ta fazendo na Coreia com um bando de coreanos viados? São aqueles tao de BiTiiS ne? Como você conseguiu isso?

 

 

 

AnJuh: Atrasada você ein J.U.L.I.A.N.A , e que simplesmente, sua filha tem talento, e passou num teste, e agora, eu faço parte oficialmente da banda, chupa comunidade, por isso que a 8 meses você não me vê ai no Brasil.—falo saindo do elevador—Lembra da  nossa conversa de 1 ano atrás? (que no caso foi sexta-feira dia 25 de novembro) eu disse que queria ser diferente das pessoas de Manaus e do Brasil, e eu consegui, eu e as meninas, somos as primeiras brasileiras a entrar em uma banda Coreana de sucesso.

 

 

 

Juliana: Que bom que você é diferente, mais e o sentido da vida? O que faz sua vida ter sentido agora?

 

 

 

AnJuh: A pessoa que eu mais amo no mundo, o Tae....

 

 

 

Juliana: Quem e esse já?

 

 

 

AnJuh: Meu namorado, a pessoa que eu mais amo no mundo—Droga, falei em coreano, eu já estou acostumada a falar em outra língua que sai quase sempre naturalmente.

 

 

 

Juliana: O que você falou?

 

 

 

AnJuh: Que ele é meu namorado, a pessoa que eu mais amo e que mais me ama no mundo.—Passo na frente de uma porta qualquer, mas essa porta se destranca, e um ser de cabelos negros com cara de sono sai dela e me puxa.

 

 

 

Suga: Julia, eu tenho que te contar uma coisa......

 

 

 

AnJuh: Pera ai Juliana.... Fala Yoongi....

 

 

 

Suga: eu, eu.... eu transei com o Hoesok....

 

 

 

AnJuh: Tu transou com o Hoesok? Meu deus, e eu achando que você era inocente.....

 

 

 

Suga: O caralho, nem vem, que você tem 14 anos e já transou também, você nem cara de inocente tem.... puxou pra mim...

 

 

 

AnJuh: Ate parece.... ta, depois a gente se fala, to ocupada...

 

 

 

Suga: Se fuder então.

 

 

 

AnJuh: Grosso...

 

 

 

Suga: E grande também—Diz ele fazendo uma cara maliciosa.

 

 

 

AnJuh: Oi Juliana, voltei, eu tava falando com meu irmão....

 

 

 

Juliana: Irmão??

 

 

 

AnJuh: Sim, por parte de pai, o Yoongi, ele faz parte da banda também, e eu nem sabia que ele era meu irmão.

 

 

 

Juliana: Seu pai disse que a mulher tinha perdido o bebe....

 

 

 

AnJuh: Ta Juliana, depois eu falo com você.... mãe.....—Essa palavra saiu como um  nó em minha garganta, nunca mais chamei ela de mãe depois uqe eu sai da casa dela, na verdade, eu nunca mais falei com ela depois que eu sai da casa dela, a ultima vez foi quando meu pai morreu.—Me de-desculpe, e-eu te amo—As lagrimas começam a cair.—Me perdoe, p-por favor...

 

 

 

Juliana: Não chora, sim, eu te perdoo, eu também te amo, mesmo isso me deixando com o coração partido, eu fico muito orgulhosa de você estar em uma banda famosa, que ate  5 minutos atrás eu odiava, muita sorte pra você, e venha me visitar logo.

 

 

 

AnJuh: Sim, eu vou, xau.

 

 

 

Ligação off.

 

 

 

Entro no quarto da Manu com o Kook com s olhos cheios de lagrimas, mas com um sorriso no rosto.

 

 

 

Manu: O que foi?

 

 

 

AnJuh: Nada naum, porque me chamaram?

 

 

 

Kook: Assim, vocês devem estar com saudades de suas famílias, então, no dia 7 de dezembro, vocês vão para Manaus, para ficarem com suas famílias, e nós meninos,vamos no dia 14 de dezembro, e nós, vocês meninas e nós meninos, voltamos dia 19 de dezembro.

 

 

 

AnJuh: Ain, que top, so que, meu pai não vai tar la, isso vai doer muito......

 

 

 

Manu: Mais ele não ia querer que você ficasse triste ao reencontrar sua família.

 

 

 

AnJuh: Tem razão......—Minha tristea passa em alguns minutos, mas eu não me esqueci dela, o tempo não faz com que a gente esqueça das coisas, so faz com que a gente se distraia delas para não pensarmos muito nelas.—Gente, eu acho que o Suga ta com tesão na via bosterica....

 

 

 

Manu e Kook: Porque?

 

 

 

AnJuh: Ele deu pro Hobi.

 

 

 

Kath: Quem deu pra quem?—Ela brotou no quarto com um xablau.

 

 

 

AnJuh: Eu dei um tapa no Suga..... Ta, depois ele mesmo te conta o que ele deu.

 

 

 

Jin: Genteeeeeee, eu e o Nam conseguimos adotar uma criança, é um menino, de 9 meses, o nome dele é Chim-Mae.—Ele entra no quarto seguido por Suga, Hobi, Nam e V.

 

 

 

Todos: Ebaaaaa, bebê.

 

 

 

AnJuh: So não deixem o bebê com o Tae, pelo amor de deus.

 

 

 

V: Ouxe, você sabe que de baby pra mim, so e você.—Diz ele me puxando para perto de si, e em seguida me beijando, levo minhas mãos ate seu pescoço, e o puxo para frente, para que intensifique o beijo.

 

 

 

Manu e Kath: Lindos, uhuh, eu shippo, se comam logo krlh.

 

 

 

Todos ali presentes no quarto da Manu e do Kook riram.

 

Contamos da viagem de Manaus para os meninos, e eles concordaram, e também concordaram em fazer um show la, que felicidade.

 

 

 

Nós iriamos voltar para Seul 01:23 PM, então fomos para os quartos arrumar as malas.

 

~~Quebra de tempo~~

 

 

 

Eu apenas me joguei no sofá, que saudade de Seul, fecho os olhos e começo a lembrar de como foi minha vida ate aqui, lembrei de coisas que eu queria esuqcer, e de coisas que eu queria que eu vivesse de novo, so para poder estar com a pessoa que ajudou a me colocar no mundo.

 

Sinto um dedo na minha boca, e sem nenhum esforço de abrir o olho, eu mordo o dedo da pessoa, não com força, mais deu vontade, assim que solto o dedo da pessoa, essa pessoa leva sua boca ate minha orelha, onde morde o meu lóbulo, sinto seus dentes modiscarem em volta do meu 2° brinco.

 

 

 

AnJuh: Tae, você confundiu minha boca com minha orelha?—Digo abrindo os olhos e encarando o ser na minha frente, que estava de lentes azuis.

 

O mesmo me encara, e volta para onde estava, so que agora, ele não mordia mais meu lóbulo, e sim meu pescoço.

 

 

 

AnJuh: Pelo amor de deus Tae, na sala não.—O mesmo me pega no colo e sobe as escadas comigo, abre a porta do quarto, e me coloca na cama, fica por cima de mim, e volta a morder meu pescoço, isso vai deixar marca.....

 

 

 

Agora eu seguro seu rosto com umas de minhas mãos, e levo a outra mão ate sua nuca, e forço a mesma para baixo, e minha direção fazendo  seu lábios se chocarem contra os meus, sua língua dançava pela minha boca, seus lábios macios contra os meus me dava uma sensação estranha, e ao mesmo tempo boa, mordo seu lábio inferior levemente, e o mesmo esboça um sorriso.

 

 

 

Mudo a posição ficando por cima dele agora, minhas pernas estão enroscada em volta de seu quadril, inclino-me para frente e começo a distribuir chupões pelo seu pescoço, fazendo-o gemer, rebolo um pouco sobre seu membro, fazendo-o mesmo ficar ereto, Tae leva suas mãos ate minha cintura em busca da bainha da minha blusa, quando ele a acha, tira ele em 1 segundo, me inclino para frente e beijo-o, ele passa suas mãos pelas minhas costas em busca do feixo do meu sutiã, mas eu não estou afim de fazer nada hoje, so provocar, então antes que ele ache, eu saio de cima sua cintura e deito ao seu lado, vestindo minha blusa logo em seguida,

 

 

 

V: Malvada, olha o que você fe, agora ta doendo...—Diz ele se referindo ao seu membro, não consigo fazer nada além de rir, tadinho, vou recompensar ele depois, viro de lado e durmo.

 

 

 

Acordo com uma criança no quarto, encarando o Tae, e o Tae encarava de volta, logo em seguida os dois riem, deve ser o filho do Jin do Moon.

 

 

 

Chim: Oin, eu sou u Chlim-Mlae—Di ele todo embolado, e depois faz um biquinho muito fofo.

 

 

 

A família vai começar a aumentar rsrsr.

 

 

 


Notas Finais


amo vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...