História New Hogwarts- Interativa - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~BabeIzzy_

Postado
Categorias Harry Potter
Exibições 69
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Magia, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como sempre as duplitas com * foram as que eu coloquei.

Espero que gostem

Capítulo 13 - Bônus parte 4


    Relembrando novamente isso ae:
Tyberius e Sammy
Akiha e Yume
Asariel e Akira
Zero e Celestia

Nathan e Sorcha 

*Aimèe e Blaud
*Jhony e Jesmine
*Carolina e Isabelle
*Lilly e Denis
*Emma e Jhon

P.O.V Blaud

Bom estava eu com Aimèe Gold Alucard, em uma excursão extremamente chata e parada. Mas os Deuses resolveram me ajudar. Estávamos vagando e encontramos uma caverna que parecia enorme.

-Ei, Aimèe vamos entrar? - questiono

-Sério que quer entrar aí?  Há tantos lugares incríveis na Floresta e você quer adentrar uma caverna!? - quase grita - Okay então, vamos lá.

Entramos na caverna e eu liguei minha lanterna (ela estava bem tranquila, ela é Vampira). Até mais ou menos a metade do caminho só tinha alguns morcegos, umas aranhas e coisas do tipo.

-Espera. - Aimèe diz

-O que ouve? - digo preoculpado

-Estou ouvindo algumas coisas. Não está?  - comenta

-Não, nada. - respondo eufórico

Mesmo assim voltamos a andar e eu comecei a ouvir os barulhos também. Até aí Ok somente barulhos. Continuamos caminhando quando percebo que Aimèe sumiu.

-A...A..Aimèe. Onde está? - gaguejo - Não me diga que já desistiu? - digo caçoando

Não obtive resposta. Mas não era isso que iria me parar! Minha aventura mal avia começado e os barulhos aviam cessado. Andei por mais 10 ou 15 minutos, quando os barulhos voltam de um modo mais intenso e vejo vultos e contrastes de luzes e sombras, seguidos por risadas de uma criança e música de casas de bonecas. Quando senti alguém perto de mim, me virei e nada. Comecei a apressar os passos desesperadamente. Eu nunca avia ficado com tanto medo.  Novamente senti uma presença em minhas costas, mas desta vez algo me tocou. Me virei e novamente sem ninguém. Após uns 5 minutos por mais uma vez tive a mesma sensação desta vez duas mãos em mim. Simplesmente corri até a saída da caverna e comecei a ouvir risadas escandalosas.

-Pra mim você era corajoso. Foi o que me disseram. - ouço alguém saindo da caverna

-PORRA AIMÈE! Não acredito que fez isso! - Grito

-Ah meu querido eu avisei que cavernas são fracas. Só quis deixar divertido - riu novamente.

-Ninguém precisa saber que corri como uma garotinha - "imploro"

-Okay. - diz - GA RO TI NHA. - sai andando.

Dei um empurrão em seu ombro e continuamos "discutindo" sobre o fato.

P.O.V Jesmine

Eu e Jhony mal tínhamos conversado. Ele é muito frio e tals. Chega a ser chatinho. Sabe todo caladão, aquela Vibe "Meus pais não me amam".

-Jesmine preste atenção. Quantas chances você tem de vir a Floresta Proibida? Uma em um milhão.

-Sorry. Estava no mundo da lua. Você tem razão. Mas de que adianta ficar aí todo calado?

-Tudo bem senhorita social. Você é Lufana não é?

-Sou sim por que? Problema?

-Não nenhum. É que está meio óbvio sabe.

-Não, não sei - respondo irônica

-Bom esse teu jeito de querer socializar. Essa vontade de puxar papo. Ser toda simpáticazinha. Chega a ser irritante. - indaga

-Falou o cara que não fala com senhor ninguém. Está sempre com a cara fechada e é tão arrogante que nem olha no olho da pessoa quando fala com ela. - o faço engolir a seco.

Ele apenas se calou. Olha raramente alguém me irrita, mas esse cara realmente é demais até pra mim. Sinceramente como ele consegue?

P.O.V Isabelle

A Carol estava bem mal por causa da Lua. Depois do ocorrido Carolina anda estranha comigo.

-Ca... Carol está tudo bem?

-Tá, tá sim. Tudo bem - da um sorrisinho bem mais que forçado.

-Carolina não está nada bem. Me conta vai.

-Claro que não tá bem né Isabelle! A sua ex chega do inferno e te beija, mesmo você estando comigo. - diz começando a chorar.

-Eu sinto muito meu amor.

-Bom o que passou passou não é mesmo? E ela não seria louca de se meter com uma Malfoy.

-Acho que Emma e Lilly ficariam com bem mais raiva que eu. - rio

-Então triplo perigo. Uma Malfoy, uma Riddle e uma Granger Weasley. Eu ein. -  ri junto a mim.

-Estamos bem de novo? - faço cara de cachorrinho

-Estamos bem então. - faz beicinho.

Dei um beijo nela, abraço e voltamos a caminhar (agora de mãos dadas).

Somente espero que Lua tenha se posto em seu lugar...

P.O.V Lilly

Eu sinceramente não imagino como será a festa. Sabe estou meio preoculpada com o que pode acontecer, principalmente com a volta de Lua.

-De...Denis. Posso te fazer uma pergunta sabe te pedir um conselho? - digo envergonhada

-A vontade, amigos servem pra isso.

-Antes de qualquer coisa vamos lembrar que isso é hipotético Okay? Bom, uma garota vai a uma festa fodastica e quer muito pegar um garoto, mas tem uma preocupação que pra ela vem a frente de qualquer pega. Sua amiga está com problemas amorosos daqueles pesados. E outra ela está bem incerta do que ele quer. Afinal ele tem uma best e a garota acha que ele a quer. O que a People faz?

-Tudo hipotético ok. Olha Lilly depende dos problemas da amiga dela. Por exemplo se for caso de vida ou morte acho que a "garota" deve tentar ajuda - la, mas cada pessoa deve resolver seus problemas sozinha. E bom como ela vai saber sobre o garoto se não perguntar?

-An... Valeu. Mas um assusto menos depre... O que espera da festa?

-Sei lá. Só queria curtir e o resto é bônus. E você o que espera?

-Pra falar a real, espero que tudo de certo... Mas esquece. Então por acaso alguém já deixou o heart de Denis SingleBetter diferente? Ou pelo menos quer pegar alguém?

-É, assim, talvez - diz parando de andar e se sentando em uma pedra do tamanho GGG. - Mas não sei bem...

-Comassim não sabe bem? Não tem como não se apaixonar pelo seu jeitinho Denis. Você acha o que? Que ela não iria gostar de ti?

-A man, eu só não sei. Acho que ela não... A só não sei.

-Posso saber quem seria esta garota que te deixa tão incerta? - falo me sentando ao seu lado.

-Você Lilly e mais ninguém - diz colocando uma das mãos em minha nuca e me beija eu simplesmente o retribuo o Beijo ué. NÃO ME JULGUEM OK.

P.O.V Emma

O pior dia da minha vida estava se passando lentamente, nem me atrevia a olhar pra cara do Jhon. Sério eu odeio ele como nunca odiei ninguém (talvez).

-Riddle, faz assim, anota o que estou te dizendo agora: Eu vou te pegar essa noite como qualquer outra bonequinha que eu queira.

-Hahahahaha melhor piada. Pera vo te inscrever num concurso de Stand Up. E aprenda a porra da boneca é a puta do caralho da esquina.

-Ninguém resiste a mim Emma Riddle.

-Olha só além de tudo também é muito modesto não é mesmo? Olha bem pra minha cara de interessada em você.

-Minha querida ahh.... - ele me puxa levando sua boca até a minha é me beijando.

Não tive reação nenhuma ele estava me segurando então de imediato só pisei no pé dele, que me soltou.

-Filha da puta!...

Depois dei um soco "leve" na boca dele e a mesma começou a sangrar. Então eu peguei minha Varinha

-Estupore - nisso Jhon ficou inconsciente e vôo longe. Eu esfreguei/bati minhas mãos *  enquanto ria sem parar. 


Notas Finais


Desculpa qualquer coisa.

Treta de novo porque eu posso.

Beijos de Tia Weasley


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...