História New Hope (Imagine BTS) - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 108
Palavras 1.259
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! Tudo bem?

Olha eu aqui, com mais um capítulo lindo para pessoas lindas! Muito obrigada por todos os favoritos! E a vocês que comentam, eu amo muito vocês, cada comentário faz o meu dia mais feliz e eu adoro respondê-los! Espero que gostem!

Boa leitura!

Capítulo 26 - 26


Fanfic / Fanfiction New Hope (Imagine BTS) - Capítulo 26 - 26

(P.O.V. Hope)

A Lara devia ter nascido rica. Faz só um ano que elas se mudou e ela fez mudanças na casa inteira. Ela arranjou umas tábuas de madeira e fez um estante que cobre uma parede inteira da sala, que ela preencheu com cadernos e livros.

Ela colocou tapetes de vários estilos diferentes, e pendurou quadros pela casa inteira. São quadros lindos, alguns são tão detalhados que deve levar horas para ver todos os detalhes.

Ela também arranjou uns pufes multicoloridos e que ela pôs no próprio quarto, junto com uma parede cheia de adesivos variados e um quadro de avisos enorme e cheio de papeis. Sem contar que a escrivaninha dela é uma bagunça sem fim, mas ela jura que sabe onde está tudo.

Ela também fez amizade com as vizinhas, que tem cuidado dela por mim. Elas me avisaram que a Lara tem ficado mal, eu bem que reparei que ela estava emagrecendo muito e que parecia um pouco abatida. Mas ela desconversa toda vez que eu toco no assunto, então eu decidi que se ela não quer conversar eu vou começar a ocupar ela sem perguntar se ela pode.

Já mandei o vestido para a casa dela hoje mais cedo e estou esperando ela terminar de se arrumar para irmos a um jantar. Hoje eu decidi que vou oficialmente me declarar para ela, já faz muito tempo que estou esperando ela perceber sozinha. Escuto uma tosse e então levanto o olhar.

Primeiro vejo seus pés delicadamente encaixados em um salto rosa claro com detalhes dourados. Suas pernas, agora mais finas do que nunca, levam meu olhar a percorrer o caminho até a barra do vestido que esconde metade de seu joelho com o pano branco rodado e inflado, que se afina até chegar a cintura onde marca delicada e perfeitamente seu tronco, fazendo um contorno de seda branca dando a ela uma aura angelical. Tudo isso sendo sustentado por duas grossas alças de seda, que apesar da largura trazem um ar de delicadeza. Seu cabelo está trançado e passava pelo seu ombro esquerdo alcançando a altura do peito e ela usa uma maquiagem leve.

Cada vez que eu a vejo, acabo por me apaixonar mais. Ela tem um encanto ao qual eu não consigo resistir, é como se uma força gravitacional me puxasse para ela como se ela fosse o sol e eu um mero planeta orbitando a sua volta.

– HOBI! – Ela grita e eu vejo que ela está se aproximando. – Está tudo bem?

– Ãhn? – Digo e depois balanço a cabeça de leve. – Eu estou bem, vamos? – Ela concorda com a cabeça enquanto sorri, e que sorriso... – Você é linda!

– Obrigada! – Lara diz envergonhada enquanto faz uma reverência. – Aonde vamos?

– Surpresa. – Digo e ela revira os olhos. – Você vai adorar, tenho certeza!

Dentro do carro, a caminho do restaurante, Lara fica tagarelando sobre tudo e qualquer coisa. Reclama sobre a empresa e fala que não aguenta mais toda aquela falsidade, diz que nunca imaginou que as pessoas podiam ser tão más a ponto de por dinheiro na frente de tudo.

Falou sobre os livros que ela mais gostou de ler nos últimos tempos e que a ajudaram a se distrair, sobre como a Kim Soo Na tem sido um amorzinho preparando marmitas para ela e Jung Ma Ri a leva e busca todos os dias no trabalho.

Ela continua falando e eu não me canso de ouvir. Para mim, a voz dela é melhor do que qualquer música, o cotidiano dela é mais interessante do que qualquer novela e os pensamentos dela são mais profundos do que qualquer poema. Quando foi que ela se tornou tão importante para mim? Perdê-la seria como perder um pedaço de mim.

Vejo que o restaurante está próximo e começo a diminuir, ela olha ansiosa pela janela, mas consigo ver que ela está nervosa e aperta os dedos entrelaçados. Paro o carro e entrego a chave para o manobrista indo até a porta dela.

Pensava que ela sairia sozinha, mas ela permanece no carro. Abro a porta e ela me olha nervosa, ofereço a minha mão e ela segura hesitante. Entrelaço nossos dedos e seguro firme enquanto a guio até o interior do estabelecimento. Somos acompanhados até a mesa que reservei, bem ao lado de uma janela com vista para o rio.

– Gostou? – Pergunto vendo que ela observa a paisagem.

Puxo a cadeira para que ela se sente e depois me sento de frente para ela. Junto com a reserva eu já deixei todas as instruções para a comida e a música que eu desejava. Paguei mais caro, mas vale à pena.

– Não sei quando eu comecei a achar essas paisagens tão bonitas, nunca me senti tão relaxada ao observar um rio. – Ela fala sorrindo triste.

A música do ambiente se torna mais calma e feliz, ela vira seu rosto para mim e alarga o sorriso, então percebo que estou sorrindo também.

– Sinto falta do sorriso de vocês. – Ela confessa suspirando. – Vocês sempre estavam sorrindo.

– Você quer voltar a morar com a gente? – Pergunto tentando conter minha esperança. Ela nega com a cabeça e eu me esforço para sustentar o sorriso. – Você sabe que pode nos contar qualquer coisa, certo?

– Eu sei. – Ela fala e sorri.

Nossos pratos chegam e ela prova com calma. Seus olhos se arregalam e ela sorri animada. Ela logo leva mais uma garfada a boca e faz sinal positivo com a mão me fazendo rir.

– Parabéns! – Ela fala dando um tempo na comilança. – Você sabe como me animar, você merece um oscar!

– Qualquer pessoa que te conhece sabe que comida te anima. – Falo e ela franzi o nariz.

– Eu sou gorda na alma. – Ela fala pondo a mão no centro do tórax. – Nem o Jin resolve isso.

– Ele é magro de ruim, come igual uma draga aquela criatura. – Falo rindo e ela solta uma gargalhada, que antes eu achava estranha, mas hoje é melodiosa.

– Sinto falta da Omma! – Ela diz fazendo carinha de choro forçada.

– Tem que sentir falta de mim. – Digo brincando mas no fundo falando sério.

– Eu também sinto a sua falta. – Lara diz sorrindo e eu sorrio também.

– Tenho uma surpresa para você na hora da sobremesa. – Digo.

– Você quer que eu morra de ansiedade? – Ela pergunta.

– Morrer... Não. Sofrer... Talvez. – Falo e ela semicerra os olhos balançando a cabeça negativamente me fazendo rir.

Ela começa a comer mais depressa e eu não consigo parar de sorrir, é quase cômico essa situação. Estou incrivelmente nervoso, tenho medo que ela acabe me rejeitando e se afastando. Isso seria péssimo.

Eu termino o prato e ele logo é substituído pela sobremesa. Lara me olha ansiosa, ao mesmo tempo que prova a sobremesa. Fico em silêncio e provo a torta de chocolate recheada com sorvete de morango.

– Hobi, fala logo! Eu vou morrer de curiosidade desse jeito. – Eu que vou morrer do coração!

Respiro fundo e falo em português:

– Lara, já faz um tempo que eu venho pensando em como falar isso. – Começo e ela se surpreende, talvez por eu estar usando a língua dela. – Mas eu descobrir que guardar isso não é o certo, você está envolvida e por isso tem o direito de saber. Você não precisa me responder agora, mas quero que seja sincera quando responder. Eu te amo de uma forma tão intensa que eu não sei por em palavras e a única certeza que eu tenho é que quero passar o resto da minha vida com você, pois até os momentos mais felizes se tornam tristes sem a sua presença.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Obrigada por lerem! Agradeço novamente pelos favoritos e comentários!

Até o próximo capítulo!

Bjss no core! <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...