História New Life - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bebidas, Brigas, Cigarros, Drogas, Estrupo, Festa, Flavia Charallo, Morte, Primos, Romance, Sahar Luna, Traição, Triângulo Amoroso
Visualizações 7
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Comentem...

Capítulo 17 - Reaproximação.


Fanfic / Fanfiction New Life - Capítulo 17 - Reaproximação.

 P.O.V Ivy on;

Já se passaram algumas semanas, e Felip continua socado no quarto dele, ele sai para pegar alguma comida e volta para seu quarto, eu gosto quando tem gente em casa, pois não me sinto sozinha, mas neste caso, acho que seria melhor tentar tirar ele de casa, para ele ver o mundo, se distrair, ele precisa respirar.

*Mais tarde* 

-Felip? Está ai? -Pergunto batendo na porta. 

Não obtive nenhuma resposta, então tento mais uma vez, mas ainda nada, me dou por convencida, provavelmente ele saiu, me jogo na minha cama e fico pensativa. Eu não gosto de ficar em casa sozinha, ainda mais nesse horário, antigamente esse era o horário onde todos nos reuníamos para jantar e conversar como uma família feliz. Decido sair, pegar um cinema e depois comer algo. Tomo um banho e me arrumo, está muito frio então coloco uma calça jeans, uma blusa de manga comprida, uma bota e um sobretudo. Pego minha bolsa, e quando estou saindo vejo Kate saindo de um carro, eu saio, tranco a porta e vou andando em direção a rua, ela então grita; 

-Ivy? Oi, posso falar com Felip? 

-Ela não está em casa. Digo sem parar de andar.

- será que você não poderia me emprestar sua chave para que eu possa esperar ele aparecer? 

- Espera do lado de fora. - Respondo com frieza sem parar de andar. 

Depois de ver o filme e comer no McDonald's eu estou voltando para casa, mas senti vontade de ir à praia. Então vou andando mesmo, já que é ali perto. A praia é onde minha cabeça se põe no lugar, é onde eu consigo relaxar. Chegando lá vejo que está tendo um Lual ali perto, me sento onde estou acostumada e começo a pensar sobre tudo. De repente meu celular toca, era Jake,

-Alô? 

- Ivy? Sou eu Jake.

- Oi Jake, está tudo bem?

- Está sim. Liguei para dizer que eu vendi as duas casas, peguei o dinheiro e abri uma loja.

- O que? Como assim, onde vai morar agora? - Pergunto assustada.

- Aluguei o apartamento que tem em cima da loja. 

- E o que vai vender na loja? 

- Quero que seja uma loja que as pessoas se sintam bem, passem aqui quando estiverem com problemas, vai ser uma loja de músicas, vou vender discos, cds, instrumentos musicais, pen-drives com playlist prontas e algumas outras coisinhas. 

- Que bom que você ta seguindo em frente. 

- Estava pensando, você disse que ia me ajudar nas férias, pode me ajudar aqui na loja. O que acha?

- Sim, seria bom, depois eu falo com você. 

Assim que desligo sinto alguém cutucar meu ombro. Eu me viro e vejo que é Felip, ele está com cara de bravo, mas parece mais relaxado. 

- Oi Fe, O que faz aqui? - Pergunto sorrindo.

- Quem era? - ele pergunta com muita frieza. 

Eu não gosto de mentir, mas não posso falar que é Jake, pois Felip odeia ele e toda vez que falamos dele Nós brigamos.

- Hm, ninguém especial, só um colega. - Digo tentando convencer ele.

- Ivy, quem era? - Pergunta ele mais desconfiado.

- Porque Felip? Eu não tenho que te contar nada. 

- Era o Jake não é? 

-Arrrrg, Sim. - conto de uma vez. 

Ele ficou em silêncio por alguns instantes, depois se sentou do meu lado, e disse;

- Sinceramente? Eu nunca vou te entender, como você consegue ter contato com alguém que te fez tão mal?... Bom, eu até iria brigar com você, mas acho que não devo mais me meter na sua vida, então.. - Disse ele.

- Eu não sei explicar, mas Jake já fez muitas coisas por mim, já me ajudou muito, Não posso virar qs costas para ele agora. 

- Ok... Não entendo, nem gosto, mas aceito. -Ele diz e ri.. - Agora vamos nos divertir? - Ele se levanta e estende a mão.

- Ta bom. - Digo já levantando com a ajuda dele. 

A noite foi longa, mas muito boa, fazia muito tempo que eu não me divertia assim, principalmente com Felip, e fazia muito tempo que eu não sabia como era ficar de boa com ele. Nós rimos, conversamos, brincamos e dançamos, foi ótimo ter meu primo de volta.

2 semanas se passaram, Felip agora fica em casa, então eu não estou mais sozinha, nós parecemos irmãos, todas as refeições fazemos juntos, quando chego do trabalho a janta já esta pronta, então nos sentamos e comemos. E na minha folga a gente pediu pizza e ficou vendo filme. Era como se eu tivesse um irmão mais velho, que.. Me faz companhia. 

Em um domingo de tarde, estava me arrumando para sair quando recebo uma ligação. 

- Alô? 

- Ivy? Sou eu, Jake. Eu tenho uma surpresa para você, quando você vai vir aqui na minha loja?

- Ah, hmm.. Eu posso ir hoje, tudo bem? 

- Sim, estamos te esperando. - Disse ele me deixando pensativa.

Eu fui o caminho todo pensando na frase "estamos te esperando".. Quando cheguei na loja meu coração disparou e eu não aguentei a emoção, Jake estava brincando com Flocos ( meu antigo cachorro) eu joguei a bolsa no chão e corri para abraçá-lo, ele me reconheceu então veio em minha direção e começou a pular em mim e a me lamber. Depois de muitos abraços, lambidas e beijos, eu fui cumprimentar Jake, ainda sorrindo. 

- Jake, como conseguiu pegar ele?

- A família que tinha adotado ele abandonou ele na rua, e certo dia estava indo ao mercado e vi ele dormindo em uma calçada, então chamei ele e ele me reconheceu, ai trouxe ele pra cá. 

- Gente, que incrível, ainda bem que você achou ele. 

- Se você quiser pode levar ele. 

- Eu adoraria, mas minha tia não gosta de cachorro, não aceitaria um lá na casa dela. Mas você pode ficar com ele né? Ele vai ser seu companheiro, seu melhor amigo.

- Kkk sim. - Disse Jake sorrindo e olhando para Flocos.

Passamos o dia arrumando a loja, ouvindo música e brincando com Flocos, na hora de ir embora no calor do momento, eu prometi a jake que voltaria todos os dias durante as férias. E voltando para casa vi o quanto isso foi precipitado. 

Quando chego Felip está sentado vendo tv, eu entro e digo: 

- Oláaa..

- Oi Ivy, onde esteve? 

- Por ai. - Digo desviando o olhar.  Vou até a cozinha bebo água e depois subo para o meu quarto. Tomo um banho e quando saio do meu banheiro ainda de toalha Felip eu esta na porta do quarto, encostado. 

- AAH, O QUE FAZ AQUI? - Pergunto muito envergonhada.

- Eu sei quando você está mentindo, ou quando está escondendo algo, quero saber onde estava. 

- FELIP, TEM COMO CONVERSAMOS DEPOIS? - Digo ainda muito envergonhada.

- Me diz logo, ou vou ter que ficar aqui por um bom tempo. - Disse ele rindo.

- ok, eu... Estava na minha antiga cidade. Com Jake.

-O que? Você passou o dia todo na casa desse babaca? -Disse ele desencostando da parede.

- Não ficamos na casa dele, ficamos arrumando a loja, e brincando com o Flocos, meu antigo cachorro.

Ele não disse mais nada, só saiu e bateu a porta. Depois que me vesti eu jantei e voltei para meu quarto, fiquei pensando até que cai no sono. 

P.O.V IVY off.

P.O.V Felip on;

Eu não sei explicar, mas toda vez que escuto o nome desse garoto meu sangue ferve. Eu odeio ele pelo que ele fez com a Ivy, mas odeio também por estar fazendo a Ivy perdoá-lo.. Como tem coragem? Quando Ivy fala dele sinto que ela ainda tem sentimentos por ele, só não sei definir quais são. Estou tentando me controlar, e não me meter na vida de Ivy, porque das outras vezes que falamos sobre Jake eu perdi a cabeça e gritei com ela. 

Eu sinto como se... Ela fosse uma daquelas irmã mais nova, que não vê a maldade dos outros. Mas certamente não vejo ela como minha irmã, afinal, Ivy sempre vai ser o meu primeiro amor. 

P.O.V Felip off.




Notas Finais


Comentem o que acharam.. Bjsss ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...