História New life in London - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Exibições 55
Palavras 1.821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi bom dia!!!
Primeiro capítulo de hoje!!
Espero que gostem!!!
Boa leitura

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction New life in London - Capítulo 7 - Capítulo 7

Acordei como de costume fiz minhas higienes matinais,coloquei uma roupa confortável para ensaiar, um top, uma legging, meu tênis da adidas e um moletom por cima para não ir para a aula só de top e pra não sair de casa com frio pois aqui em Londres, mesmo na primavera é indispensável um casaco ou moletom. Tomei café da manhã com a Cami e fomos para a escola. 
Chegamos lá e fomos direto para a sala pois a primeira aula era a da Olívia e eu não queria me atrasar. Entramos na sala e sentamos em nossos lugares.

– Vilu, falou com o Leon?- a Cami cochichou.

– Não, mas acho que ele entendeu que eu vou me apresentar com ele- falei e peguei meu Mac- Entra no seu Twitter, quero ver se tem mais algum comentário, sobre a garota especial.

– Ok, mas porque você não segue as fanpage da banda?- ela falou colocando a senha do Twitter.

– Não sou fã da banda, afinal conheço o Leon desde que ele não tinha a banda e não quero misturar as coisas. A banda é uma coisa e a nossa amizade é outra- falei pegando meu Mac das mãos dela- E pra que seguir eles se você sabe mais deles do que eles próprios, ainda mais do Broduey né!- falei e ela deu risada.

-Desculpem... – uma menina de cabelos curtos e muito bonita me cutucou nas costas. 

- Pois não? – Perguntei sendo simpática. 

- É, eu ouvi vocês falarem do Leon e do Broduey? – O olhar dela tinha um brilho quase psicopata, morri de medo. 

- Ehr... – olhei pra Cami procurando por ajuda, eu não sei me livrar bem desse tipo de situação. 

 – Você gosta deles? - a Cami perguntou calmamente.

- Se eu gosto? – A garota falou e sorriu. – Eu sou apaixonada por eles! Na verdade eu sou apaixonada pelo Leon , mas não é amor de fã, é amor de homem mulher mesmo, sabe? Eu vou até o fim do mundo pra conhecer ele, eu sei que ele é o amor da minha vida, o cara mais perfeito... 

-Uau, boa sorte, garota – Cami disse meio sarcástica olhando pra mim, abafei uma risada. 

- Não preciso de sorte – ela disse ainda sorrindo. – Eu sei que quando ele me conhecer ele vai se apaixonar por mim, eu tenho tudo o que ele procura em uma garota. Sei de cor as coisas que ele fala em entrevistas, eu sou a alma gêmea dele. 

- Mas – me arrisquei a dizer – eu vi uma entrevisa dele hoje de manhã e, hm, parece que tem alguém especial na vida dele. 

- Essa garota? – Ela levantou a sobrancelha e eu senti meu estômago embrulhar. – Ela que não se meta na vida do Leon . Na boa, ela não sabe com quem está se metendo. 

- Mas você nem a conhece – me arrisquei a dizer, Cami me olhou repreendedo-me. 

- Não preciso conhecer, deve ser alguma que o Leon andou conversando ultimamente e está afim dela e ela dele. E pra não ficar chato ele disse isso na entrevista, ele gosta de mexer com as fãs e adora quando nós ficamos com ciúme. 

- Bom – Cami falou me abraçando de lado. – Eu realmente espero que você tenha sorte com o Leon  Vargas ; ele será um garoto de sorte caso encontre você. 

- Eu sei disso – ela sorriu convencida. 

Enquanto elas conversavam meu celular começou a vibras, olhei na tela de bloqueio e vi que era uma mensagem do Leon, desbloqueei e li a mensagem;
" Vilu, eu os meninos e a Ludmila vamos fazer um almoço na casa do Frederico aí depois vamos para o Studio, se vcs quiserem podem vir quando acabar a aula de vocês já que vocês são as únicas que ainda estudam, hahahaha, bjs, boa aula!"

" Bom dia né! Ok, vamos sim, pelo menos eu e a Cami não trancamos a faculdade ao contrário de outros kkkkk, vai começar a aula, até depois, bjoss!"

-Que aconteceu, Vilu ? – Cami me perguntou assim que fechei meu Mac e já fui logo abrindo meu livro e meu caderno. – Você tá com a cara branca. 

 – Na verdade, eu preciso te comunicar uma coisa. 

- O quê? 

- Nós vamos almoçar com os meninos e a Ludmila – falei mordendo a boca e só vi o olhar de Cami arregalar absurdamente, ela parecia um mangá. – Cami , não grita, pelo amor de Deus. 

- Vou morreeeeerrrr! – ela disse colocando a mão na boca.

Saí para o nosso refeitório e encontrei Cami sentada sozinha com o Mac dela aberto no colo. Ela tinha uma leve cara de preocupação e eu não gostei do que vi. Enquanto caminhava dei ‘oi’ pro Sam, que conversava com um grupo de meninos – ele estava fazendo amizade, bom pra ele –, e fui na direção da minha amiga. Sentei-me ao seu lado e, sem falar absolutamente nada, ela só me virou a tela do Mac. Ali estava a página dela no Twitter e do Tumblr, e eu nunca li tantas palavras absurdas na minha vida de uma vez só. Asks no Tumblr perguntando ‘quem era a garota especial de Leon Vargas’, no Twitter já com mil suposições de quem poderia ser a garota, algumas meninas afirmando que ELAS eram a garota – com fotos e montagens delas com o Leon – e tanta coisa que me deu dor de cabeça e um embrulho no estômago. 

- E ele só falou que é alguém especial – Cami disse com uma certa dor na voz. – Esse fandom é muito obcecado, tenho medo e ao mesmo tempo dó dos meninos. 

- Leon já ficou com fãs, certo? – Perguntei dando uma mordida em uma maçã que peguei no caminho; Cami afirmou com a cabeça. – As fãs deviam ficar acostumadas quando ele tem alguém especial, qual o problema? 

-O problema é que eles estão sendo maior que Justin Bieber e que as fãs acham que os meninos são propriedades delas – Cami falou com um certo pesar na voz, ela não gostava disso. – Não acontece isso com McFly não? 

- Bom – mordi de novo a maçã e engoli o pedaço. – Acho que já aconteceu. Sempre tem uma fã ou outra que não gosta da Giovanna ou, no meu caso, da Georgia. Mas Mcfly é família, sabe? As fãs geralmente apóiam os meninos em praticamente tudo, rola aquele sentimento de ciúme, mas o amor é maior – falei sentindo um orgulho queimar em mim. 

Cami virou novamente o laptop pra mim e eu vi uma ask no Tumblr que fez eu me sentir gelada e quase morta ao mesmo tempo. 

Ask: Se o Leon estiver namorando eu vou matar essa garota! 
Resposta: Eu acho que devemos apoiar os meninos, mas o Leon tem um péssimo gosto pra garota e essa daí deve ser mais uma qualquer. POR FAVOR, SE ALGUÉM VER O LEON COM UMA MENINA, TIREM FOTOS! 

- Entendeu agora o motivo pelo qual você não pode ser vista com o Leon ou com qualquer outro do One Direction? – Cami me olhou séria. 

- Amiga, isso não vai acontecer. Digo, eles estão mega ocupados e acho que se nos vermos vai ser muito rápido, eles não tem tempo pra nada e... 

Depois do intervalo, a aula passou "voando", tivemos apenas aula pratica, então saindo da universidade e fomos para a casa do Frederico que era em outro Condominio junto com os outros meninos. Chegamos lá e tocamos a campainha, que logo foi aberta por uma Ludmila sorridente.

– Finalmente! Achei que vocês nunca viriam- ela falou e nos abraçou.

– Queria ter vindo antes mas a aula só terminou agora- a Cami falou.

– Os meninos estão espalhados pela casa, então, não reparem na bagunça.- a Ludmila falou.

Quando entrei me dei de cara com um lugar típico adolescente bagunçado. Tinha uma bela sala, não muitos móveis, mas nos poucos que tinham havia roupa em cima, ao fundo eu podia ver o que deveria ser a cozinha e do lado esquerdo aparecia um corredor que devia levar para os quartos. A gritaria vinha da cozinha e eu pude ouvir a voz de Cami e Broduey gritando um com o outro e rindo ao mesmo tempo. Sorri comigo mesma, para ela deveria estar sendo um sonho estar na casa do ídolo e ficar brincando com ele e coisas do tipo. Coloquei o case da minha câmera em cima de uma mesa que estava ali perto.

Assim que cheguei vi Broduey segurando Cami por trás pela cintura enquanto os dois gargalhavam, Frederico e Andre estavam decorando duas massas de pizza que estavam em cima da pia e Maxi preparava sete copos de suco de uva – um para cada um de nós eu imagino. Nenhum deles realmente viu minha presença lá, por isso peguei minha câmera, ajustei para o modo interno e bati uma foto sem precisar do auxílio do flash. A foto ficou linda, espontânea e parecia aquelas de revista Casa e Construção. Sorri com o resultado e bati outra, pegando o momento em que Broduey erguia o corpo de Cami do chão ao mesmo em tempo que dava um beijo em seu rosto; ainda bem que bati essa foto, eis uma coisa que ela vai querer guardar pra sempre. Quando eu ia bater a próxima foto, Maxi ergueu o rosto e me viu soltando um belo “HEEEEEEEEEEEEEEEEEY” que me fez ter ataque de riso. Todo mundo parou o que estava fazendo para me olhar e falar “HEEEEEEEEEEEY” igual ao Maxi , me vi obrigada a parar de tirar fotos. Cumprimentei todos e fomos almoçar. Como de costume, me ofereci para ajudar a limpar a cozinha, assim que cheguei, vi Leon sentado em cima da pia com a minha câmera em mãos vendo as fotos. Tinha um sorriso quase infantil no rosto e as pernas pendiam na frente do seu corpo e balançavam; era como ver a visão de uma criança de cinco anos sentada em uma cadeira, por ser pequena ou a cadeira alta demais, seus pés não chegavam ao chão. Limpei minha garganta um pouco alto e cruzei os braços na frente do corpo observando Leon e querendo chamar sua atenção. Funcionou. 

-Belas fotos – ele disse levantando o olhar pra mim e sorrindo um pouco mais aberto. 

- Obrigada – respondi. – A câmera é nova, então ajuda um pouco. 

- Acho que o que ajuda é a fotógrafa – ele disse em um pequeno elogio enquanto pulava da pia e vinha na minha direção. – Sua câmera. 

- Valeu – peguei a câmera da mão dele, dei uma olhada na foto que ele estava vendo e vi Andre e Maxi no zoom. – Seus amigos são fotogênicos. 

- Você gosta de tirar fotos deles, não é a primeira vez que os pega de surpresa. 

– Tá querendo me lembrar daquela vez no London Eye? – Perguntei meio brincalhona e ele balançou a cabeça afirmando. – Aliás, as fotos daquele dia ficaram lindas.

– Eu quero ver logo!- ele falou e formos para a sala junto com os outros.


Notas Finais


Até depois!!!
Comentem!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...