História New life in London - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Exibições 56
Palavras 1.579
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Atendendo pedidos!!!
Vou ser legar e por o cap.10, pois estava pensando e só vou poder postar o próximo no sábado!!!
Espero que gostem!
Boa leitura!!

Capítulo 9 - Capítulo 9


Faltava uma hora para  começar o show e ainda estávamos em casa esperando a Angie e o papai terminarem de se arrumar. 

– Filha ligou para o Sr. Vargas?- o papai gritou ainda do quarto de visitas.

– Sim, o Leon vai conosco, eles vão mais tarde e a Ludmila está com o Frederico- falei entrando no quarto dele.

– Ok- ele falou e se virou para mim- Está pronta?

– Sim- falei e girei para que o meu vestido rodasse.

– Pode mudar de roupa- ele falou bravo.

– Porque? Ficou feio?- perguntei indignada.

– Não vou deixar você sair assim, está linda demais- ele falou e eu sorri- Vai me dar muito trabalho.

– Pai- retruquei- Só tenho amigos aqui e nem penso em namorar tão cedo, primeiro os estudos.

– Ainda bem filha- ele falou dando uma piscadinha- Chame o Leon aí nós já podemos ir.

– Ok- falei quando ouvi a campainha tocar, desci as escadas correndo e abri a porta.

– Oi Vilu!- o Leon falou me abraçando.

– Oi, já estava indo te chamar- falei surpresa.

– Olá Sr. German!- o Leon falou cumprimentando-o.

– Oi Leon, quem bom que veio, a Vilu já estava indo lhe chamar- o papai falou enquanto abraçava o Leon- Vamos crianças! O Jack está aonde Vilu?

– Ah, ele não fica aqui até tarde, sempre fica até as 16:00 que é quando a Maria vai ao mercado, como sei dirigir prefiro deixar ele resolvendo coisas mais importantes do que me levar para os lugares- falei pegando a chave do carro.

– Deixa de eu dirijo Vilu- o Leon falou pegando a chave da minha mão.

Chegamos no Studio e paramos na porta, olhei para todos os lados e estava lotado, senti um frio da barriga e segurei a mão do Leon e olhei para ele.

– Ficou nervosa?-ele perguntou rindo da minha cara.

– Claro, você não está?!- perguntei e depois me lembrei que ele já é famoso.

– Acostuma com o tempo- ele falou e olhou para o meu pai- Sr.German seu lugar é na primeira fileira junto com os meus pais, quer que eu lhe mostre?

– Não precisa Leon, eu me viro sozinho- o papai falou– Aproveitem lá em cima crianças, até depois.

– Tchau pai- falei e abracei ele com meu braço livre.

Entramos no camarim e fomos com o pessoal, que estava uma bagunça, todos estavam nervosos e ansiosos, era vozes para todos os lado.

– Finalmente Vilu!- a Cami falou nos cumprimentando.

– Sabe como são as mulheres Cami- o Leon falou soltando minha mão e cumprimentando-a 

– Oi Cami- falei e abracei ela- A Fran já vai subir no palco?

– Sim- ela falou animada- ela estava lhe procurando vou avisar ela que você chegou.

–  Vou junto- falei e olhei para o Leon.

– Eu vou lá com os outros meninos- ele falou e deu um sorrisinho.

Esperamos o Leon se afastar e começamos a procurar a Fran.

–Vilu, eu ainda não acredito que vou fazer um show com os meus ídolos e que ainda sou amiga deles- ela falou e eu dei risada.

– Só cuida para não surtar no palco- falei e peguei um copo de água para tentar me acalmar.

– Vou mesmo, mas quem está com sorte é você, hein amiga?!- ela falou desconfiada.

– Como assim eu? Você que está de segredinho com o Broduey o tempo todo- falei e ela me deu um tapinha.

– Claro que não, você e o Leon fazem tudo juntos e ele vive no seu carro- ela falou e pegou o meu copo de água e tomou um pouco.

– Ei! Não é minha culpa se ele é meu vizinho- falei e peguei meu copo novamente.

– Vilu!!!- a Fran gritou quando me viu- achei você.

– Oi amiga- falei e abracei ela.

– Eu ia te dizer uma coisa mas vou subir no palco agora então falo depois- ela falou rápido e correu para o atrás das cortinas.

– Então tá né!- a Cami falou e demos risada até que escutamos a música começar.

"Miro fijo hacia el horizonte
Doy un paso más
Hay que empezar a vivir a favor del tiempo
Detrás de mí, queda el pasado y todo fue real
Ya tengo un sueño que seguir
Esto es lo que siento
Hace falta valor para decir"

Senti duas mãos no meu ombro, primeira pessoa que pensei: LEON, mas nem liguei para isso.

– Vilu, precisa repassar a coreografia?- o Leon perguntou.

– Tá maluco?- falei me virando.

– Não, apenas queria saber- ele falou e apontou para a Fran.

"Todo es posible Busco en mi destino Un sueño mágico Porque yo aprendí a decir adiós No voy a rendirme Sigo mi camino siendo lo que soy Porque yo aprendí a decir adiós Hace falta valor para decir adiós
Siento que es el momento En el que debo decidir Para avanzar un paso más Y alcanzar mis sueños (Sueño mágico) Recordar mis primeras canciones Para ir por más Contigo haré sin descansar Porque este es mi tiempo
Hace falta valor para madurar (Falta valor) para despegar (Falta valor) para decir Todo es posible Busco en mi destino Un sueño mágico Porque yo aprendí a decir adiós"

Ela terminou de cantar e apertei a mão do Leon que me abraçou com o seu braço livre.

–Vamos?- ele falou e pegou na minha mão.

"No soy ave para volar Y en un cuadro no se pintar No soy poeta escultor Tan solo soy lo que soy
Las estrellas no se leer Y la luna no bajaré No soy el cielo, ni el sol Tan solo soy
Pero hay cosas que si sé Ven aquí y te mostraré En tu ojos puedo ver Lo puedes lograr, prueba imaginar
Podemos pintar, colores al alma Podemos gritar, yeah! Podemos volar, sin tener alas Ser la letra en mi canción Y tallarme en tu voz"

Terminamos de cantar, com os rostos tão próximos que pude sentir a respiração do Leon, meu coração começou a acelerar, olhei para ele, que estava me olhando e sorrindo, fechei os olhos e respirei fundo, peguei na mão dele e saímos do palco.

– Vocês estavam maravilhosos- a Angie falou e nos abraçou ao mesmo tempo- Vão se trocar!

Andamos até a porta do camarim sem perceber que estávamos de mãos dadas, olhei para nossas mãos e sorri, soltei rapidamente e ele pegou uma camiseta para trocar de roupa enquanto anunciavam a outra música.

– Estou torcendo para dar tempo- ele falou lutando para tirar a gravata.

– Vem cá, deixa que eu solto pra você- falei ficamos frente à frente, tirei a gravata e dei um beijo em sua bochecha- Vou trocar de roupa!

– Ok- ele falou jogando o terno no sofá.

Entrei no banheiro e troquei de vestido, me apoiei na parede e respirei fundo, eu e o Leon estamos estranhos ultimamente, se não estamos brigando estamos abraçados. Fui desperta de meus pensamentos por uma voz anunciando a entrada da banda. Sai do banheiro, sentei rapidamente para a maquiadora retocar minha maquiagem e meu cabelo e sai correndo para ver eles tocarem. 

"Me mira, me sonries Luego ni hola me dices No entiendo si es un juego Ahora si voy atras de ti Blanco ahora luego es negro Soy malo despues bueno Si sigues enloquezco Pues no entiendo
Frio o calor Me quieres o no? Yo sé que en verdad te gusto yo Por que no aceptar Te sientes igual No seas tan timida Solo quiero
Tomar tu mano Estar a tu lado Oh oh oh Darte un beso Ser tu romeo Rompamos el hielo Yo solo quiero Oh oh oh Que tu seas
Mi princesa Lunes vamos al cine Martes soy invisible Mi mensaje respondes Si si si luego no! Me dicen tus amigas Que hablas de mi a escondidas Si soy quien tu deseas Hay que esperas"

Eles saíram do palco e o Leon me abraçou, ficamos um tempo assim, ate que chamei todos e fizemos um abraço coletivo, escutei chamarem minha música, olhei para a Ludmila e depois para o Leon, que depositou um beijo na minha testa e fui para o palco.

"Hay un sueno que late
Dentro de ti, dentro de ti
No te deja dormir
Se hace oír, se hace oìr
Respira y sigue ahí
Vive en ti, vive en ti
Nada podrá impedir
Que te libere al fin
Una llama en tus ojos renace
Todo el mundo la verá cuando arde
Una voz dice: Cree en lo que haces
No pares, no pares
No, no, no te rindas jamás
Lo que sueñas se cumplirá
Confia en tì y lo lograràs
Siempre brillaras
(Cantarás, bailarás hasta el sol subirás con tu fe vencerás por amor)
Siempre brillarás"

Terminei de cantar e olhei para o meu lado e estavam todos lá no palco, olhei para o Leon sem entender nada e ele apenas sorriu e começou a cantar:

"On the first day that I met you Feeling out of place, so many new faces The first friend that I looked to When I reached out, you'd always be there for me
Friends till the end Never break, never bend Friends understand Mmake you smile, hold your hand
Now we're standing together, we're never alone And we shine a light wherever we may go
If you need me in a heartbeat, just say so You can count on me, count on me I will come in a heartbeat 'cause you know You will always be, always be number one"

E terminamos de cantar todos abraçados. Olhei para o meu pai, Angie, e para o Sr. e Sra. Vargas, e todos sorriam para nós.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!!
Comentem!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...