História New life (or no) - Yoonseok - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Romance, Yaoi, Yoonseok
Exibições 148
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa noiten

Boa leitura galerão... Bjs i love u sz

Capítulo 2 - Mudança


Fanfic / Fanfiction New life (or no) - Yoonseok - Capítulo 2 - Mudança

-Min Yoongi está completamente apaixonado por você! -falou a garota dando ênfase no "você" pois seria um milagre ver Yoongi apaixonado por alguém, ainda mais quando esse alguém é você.

-Olha, se me chamou aqui pra inventar  mentiras ou brincadeiras de mau gosto te digo que perdeu seu tempo! -falou Hoseok rindo de Ji-hye mas ele sabia que a garota é daquelas que "aumenta mas não inventa", então quis acreditar mais na parte da brincadeira de mau gosto.

-Isso não é uma brincadeira e muito menos uma mentira, J-hope! Estou falando sério. Eu ouvi quando ele disse que gostava de você para aquela amiga dele, Yangmi! -disse a menina da maneira mais coerente possível, usando expressões faciais e gesticulando com as mãos.

-Se isso é verdade então me prove! -falou Hoseok desafiador.

-Se quer saber se é verdade ou não você deve perguntar a ele! -Retrucou Ji-hye. Sabia que Hoseok era péssimo em "dar respostas" às pessoas.

-E como devo fazer isso? -Pergunta para a menina que agora estava com um sorriso vitorioso nos lábios, daqueles típicos de rainha da treta.

-Eu que não sei! Minha missão por aqui está cumprida. Tchau! -Disse ela e saiu deixando um Hoseok confuso e pensativo para trás.

****

*Hoseok focus*

Na manhã seguinte Hoseok acordou mais cedo do que o natural. Queria ir à escola o mais rápido possível. Não conseguia tirar de sua cabeça o que Ji-hye tinha o dito na tarde passada.
Levantou-se depressa ao ponto de ter uma leve tontura e correu para o banheiro. Tomou seu banho rápido assim como também tomou seu café da manhã.

****

-O que você faz aqui tão cedo? -pergunta o amigo de Hoseok, Kim Taehyung, para ele.

-Você vai ver, na hora do intervalo especificamente. -Falou já pensando no que iria fazer. Não tinha certeza se deveria, mas quando se trata de sua imagem Hoseok é capaz de fazer qualquer coisa para prezá-la.

Durante as aulas Hoseok não parava de olhar Yoongi. Queria saber se ele era realmente apaixonado por ele pois tinha em mente que quando se é apaixonado por alguém a pessoa não consegue parar de olhar para outra, mas para o azar de nosso amigo Hoseok, Yoongi não era esse tipo de pessoa.

O intervalo veio rápido o que fez Hoseok agradecer aos céus. Não sabia exatamente como deveria chegar no garoto, se chamava-o alto para que todos ouvissem ou falaria em um tom médio para que só ele, sua amiga e alguns próximos da mesa deles ouvissem. Tinha quase certeza de que isso iria se espalhar rapidamente, então escolheu o segundo método, pois era menos vergonhoso.

-Min Yoongi. -chamou o menino que o olhou confuso pois não tinha ideia do que Hoseok queria dele. Era estranho para Suga. O garoto nunca havia o procurado antes.

-Si-sim... -disse baixo. Temia o que Hoseok iria fazer pois o seu tom não era nada bom.

-Fiquei sabendo que está apaixonado por mim e não gostei disso nem um pouco! Eu não saio com garotos! Meu negócio é GAROTAS! Quero gays, como você, longe de mim! Seu nojento! -Falou ríspido e cuspiu próximo aos pés de Suga, depois se retirou.

Dezenas de pessoa ali próximas olhavam para Yoongi. Algumas riam outras estavam com expressões surpresas. Suga não sabia onde enfiava a cabeça! Yangmi olhava para algumas pessoa com desaprovação e mandava todos que estavam olhando cuidarem de suas vidas. Yangmi sentiu raiva, raiva não, ódio! Odiou Hoseok e o xingava dos piores nomes pela sua mente. Amaldiçoou Ji-hye. Sabia havia sido ela que contou a Hoseok. Não parava de pensar em milhares de formas de tortura para a garota.

*Yoongi focus*

Yoongi por outro lado estava paralisado. Não sabia se corria, se fingia que nada aconteceu ou se ia atrás de Hoseok e diria que foi um mal entendido. Preferiu sair correndo para o banheiro masculino, sendo acompanhado por Yangmi gritando para ele a esperar. Trancou-se em um box e lá ficou. Não ia à sala nem que o pagassem. Resolveu espera o sinal tocar e o intervalo acabar. Depois disso foi a enfermaria, inventou algumas mentiras, disse que não se sentia bem e que sua cabeça doía. Recebeu um papel da enfermeira afirmando o seu suposto estado e foi à diretoria pedir sua autorização para ir embora.

Logo estava em casa. A mãe ainda trabalhava e chegaria mais tarde. Foi ao seu quarto, deitou-se em sua cama e chorou. Chorou mais do que imaginava quando pensava em contar a Hoseok sobre seus sentimentos e ele o rejeitasse. Não ia voltar para escola. Não suportaria olhar para aquele Hoseok preconceituoso e para aquelas pessoas zombando de si. Iria conversar com sua mãe para mudar de escola. Teria que terminar o ensino médio em outro lugar. Lugar esse bem longe da escola, bem longe de Hoseok.

Yoongi pensava agora no que diria para sua mãe. Sabe o quanto a mulher é bondosa e provavelmente o entenderá mas ainda tem duvidas de como ela receberá a notícia de que seu filho é gay. Só restava esperá-la e rezar para que ela compreendesse e o mudasse de escola o mais rápido possível.

No fim do dia a mãe de Suga chegou em casa. Foi ao quarto do amado filho conferir se esse já havia chegado e encontrou o menino deitado na cama de bruços. Pensou que estivesse dormindo por isso o deixou como estava pois concluiu que ele já havia almoçado e desceu para preparar o jantar. Mais tarde com tudo já pronto, a mulher subiu para chamar o filho. Sempre jantavam juntos. 

-Yoon, vamos jantar?- chamou a mulher carinhosamente.

-Sim. Preciso ter uma conversa séria com você. -disse meio inseguro, fazendo sua mãe olhá-lo com indiferença.

Ambos desceram juntos e chagando-se na mesa começaram suas refeições. A mãe de Yoongi via que o garoto parecia distraído, pensou até em chama-lo e perguntar sobre o que ele gostaria de conversar com ela mas preferiu deixar tudo no tempo de seu filho. Após alguns minutos Suga resolveu finalmente tomar a iniciativa.

-Mãe... O que tenho que lhe falar tem que ser dito em fases. Poderia você não estranhar a demora das minhas palavras?- perguntou sem olhar a mãe diretamente.

-Claro, meu príncipe! Sinta-se à vontade. -disse atenciosa. Yoongi realmente tem uma mãe incrível.

-Eu sou... Eu gosto de... Coisas diferentes.- fala nervoso. Nunca passou por sua cabeça que ficaria tão inseguro em falar isso para sua mãe.

-Explica isso direito, Yoongi! -pedia a mãe. A mulher também estava nervosa pois queria saber o que tanto afligia o filho.

-Eu gosto de... meninos... Tipo... gay-Yoongi brincava com as mãos e impedia o contato visual com a mãe.

-Sério? -perguntou a mulher. Tinha seu rosto mais suave em saber que não era algo grave.

-Sim... Desculpe!-falou o garoto. Ele estava se segurando para não choramingar ali.

-Poxa Yoongi! Pensei que estava com problemas sérios! Fiquei preocupada, menino! -disse colocando a mão no peito. Estava mais feliz em saber que o filho havia lhe contado, talvez ela já suspeitasse da opção do filho.

-Você realmente não vê problemas nisso? -disse Yoongi. Agora olhava para a mãe e tinha seus olhos surpresos sobre ela.

-Claro que não, filho! Isso cabe a você! São suas escolhas! Só me resta te apoiar! -disse a mulher com um sorriso confortante fazendo-a ganhar um sorriso doce do filho, o sorriso que ela tanto ama.

-Bom, a primeira parte já foi, porém tenho outra coisa para dizer... -disse mais tranquilo. Tinha a certeza que a resposta da mãe seria positiva.

-Pode dizer! -falou incentivando o filho. Já não aguentava mais o suspense que ele estava pondo em toda esta conversa.

-Eu estava gostando de um carinha da escola, e ele acabou descobrindo! Infelizmente ele não gostou da notícia e me rejeitou na frente de muitas pessoas da escola... -falava Yoongi que foi interrompido por sua mãe.

-Que filho da puta! -falou revoltada fazendo o filho rir.

-Continuando ... -disse rindo.- Então eu gostaria de sair da escola! Eu não vou conseguir ir até lá na situação em que estou! Por favor mãe! Me ponha numa escola nova?! -disse implorando com os olhos. Segurava forte as mãos da mãe e esperava um "sim" o mais rápido possível.

-Olha! Eu vou mudar você de escola, mas me prometa que quando tiver algum garoto que esteja interessado me avise! Quero participar desse momento que meu bebezinho está apaixonadinho! -disse ela apertando as bochechas de seu "bebezinho ".

-Obrigada mãe! -falou e sorriu largo. Por um tempo esqueceu os problemas. Esqueceu Hoseok. Depois do jantar foi dormir. Teve um bom sono, apesar de lembrar de Hoseok. Não só lembrar, sonhar! Sonhou com o garoto e amaldiçoou-se por ser um sonho feliz e fantasioso. Hoseok era resumidamente um babaca. Um babaca que Yoongi ainda amava!


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Reviso amanhã, como disse antes. ADEUS BJS BOA NOITE UHUH


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...