História Backfire - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Bella Hadid, Cameron Dallas, Harry Styles, Justin Bieber, Nash Grier
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber, Nash Grier
Tags Barbara Palvin, Bela Hadid, Curren Caples, Harry Styles, Justin Bieber, Nash Grier
Visualizações 122
Palavras 884
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Maaais uuum. Boa leitura ^^

Capítulo 5 - Team


Fanfic / Fanfiction Backfire - Capítulo 5 - Team

09 de Agosto de 2017. Los Angeles

Point of view Lauren Conrad.

Eram onze e vinte e três da manhã e eu estava no banheiro tomando um banho quente e relaxante.

Hoje é quarta feira e eu estou extremamente cansada,me sinto suja. Com uma dor no peito que ainda não passou. 

Além de tudo meu amigo que pra mim é como um irmão voltou a namorar com uma piranha podre e nojenta. Que deixou ele por outro e agora voltou pra ele.

Já gostei dele e ainda gosto um pouco e imaginar que ele gosta de outra me deixa um pouco mal.

Semana passada passei todos os dias conversando com ele cujo nome é Matthew Jackson. Tem 23 anos e é amigo de uma pessoa que eu fui completamente apaixonada. 

Essa pessoa que eu fui completamente apaixonada se chama Gabriel Fawkes,e também tem 23 anos. 

O conheci no ano passado em 2016,no mês de junho dia 31. E antes de eu gostar tanto dele eu já sentia uma atração por Matthew e simplesmente virei amiga dele para chegar a Matthew. 

Minha intenção nunca foi gostar de Gabriel,mas cada dia que passava ele se tornava mais especial para mim,e eu pra ele... Pelo menos era o que  dizia. E hoje não passamos de desconhecidos.

Flashback On◇Outubro de 2016.

Me sinto um lixo,gosto tanto de Gabriel,e ele não me quer mais como sua amiga,como ele pode dizer isso? 

Eu o amo tanto,e ele me rejeita. Me destrói com suas palavras,prefere acreditar nas mentiras que Marie contou sobre mim do que me ouvir e me perdoar.

Isso dói tanto,não aguento mais.

Cansada de tudo isso,me dirigi até o meu guarda roupa,abrindo a porta lateral esquerda e pegando um potinho branco no qual tinham vários calmantes do mais forte que se possa imaginar. 

-Agora vou acabar com essa dor.-eu falei pra mim mesma enquanto despejava uns seis ou sete  daqueles em minha mão direita. 

Caminhei com aqueles comprimidos em mãos até a cozinha e enchi um copo com água não pensei antes de ingerir aquilo e caminhar logo depois para minha  cama e me deitar para dormir,e nunca mais acordar.

Flashback Off◇

Só de lembrar que por conta de uma paixão tão forte e ao mesmo tempo idiota eu quase morri me revirava o estômago.

Preferi deixar que a água continuasse a cair sob meu corpo me relaxando e levando as minhas impurezas pelo ralo.

[ ... ]

Meu banho já acabou e depois de chorar e soluçar e bater com força meus punhos na parede fria e úmida do banheiro eu estava aqui em meu quarto arrumando meu cabelo para ir a escola.

Estudo a tarde dás 13:00 horas até 18:20. 

Mas como minha querida mamãe insisti que eu vá de van escolar até a escola,tudo bem eu vou.

Sou obrigada a sair de casa meio dia e esperar até que meio dia e vinte a van passe e ainda tenho que aguentar o dia pesado e cansativo naquela escola pública cheia de alunos babacas e sem nada na cabeça.

Estou disposta a não deixar ninguém se aproximar tanto de mim,porque sempre que se aproximam eu as machuco. Eu faço mal a essas pessoas não que eu me importe por mim que morram,não iria fazer diferença um bando de idiotas no mundo mesmo,mas não é bom aos olhos dos outros que eu seja assim.

Após passar mais uma vez a chapinha deixando meu cabelo com menos volume eu desliguei-a da tomada e me olhei no  espelho vendo meus lábios sem cor e completamente rachados pela falta de água.

Fui até a mesinha  do lado da minha cama,e peguei meu celular olhando a hora. Exatamente 11:56 A.M. Tirei o mesmo do carregador e peguei meus fones e minha mochila indo até a sala.

Vi meu gato miar e logo olhei em seu potinho de comida,vendo o mesmo vazio. Caminhei até a geladeira e peguei a ração despejando uma boa quantidade em seu potinho e o colocando novamente no chão,vi meu gato se dirigir até o pote e praticamente devorar a sua ração.

Ri com aquilo e fui até o sofá novamente,peguei meu celular e liguei na música Team-Lorde. Botei meus fones envolta do meu pescoço e tratei de pegar minha mochila á colocando no meu ombro direito e caminhei até a porta a abrindo e sentindo um vento bom balançar meus cabelos.

Saí da minha  casa olhando as chaves e fechando a  porta atrás de mim.  

Abri o pequeno portão em frente a porta  de  casa e encarei a escada a minha frente com preguiça e desci cada degrau cantando a música que  vinha de meu celular.

"Dancin' around the lies we tell

Dancin' around big eyes as well

Even the comatose, they don’t dance and tell

We live in cities you'll never see on a screen

Not very pretty, but we sure know how to run things

Living in ruins of a palace within my dreams

And you know, we're on each other's team" 

"Dançando em torno das mentiras que contamos

Dançando em torno de grandes olhos também

Mesmo os comatosos, eles não dançam e contam

Vivemos em cidades que você nunca verá nas telas

Não muito bonitas, mas certamente sabemos como as coisas funcionam

Vivendo nas ruínas do palácio dentro dos meus sonhos

E você sabe, estamos um no time do outro"

Já estava fora de casa esperando a bendita van escolar,cheia de crianças enjoadas e garotinhas com vozes irritantes.

Sinceramente aquilo era horrível mas acredito que nada era pior que a escola.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...