História New Moon - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Klaus Mikaelson, Lydia Martin, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Comedia, Romance, Teen Wolf, Tvd
Exibições 34
Palavras 664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigado a todos os leitores pelo apoio na Fic!! Gostei muito de escrever esse capítulo e sugiro que o leiam ouvindo "I found- Amber Run"

Capítulo 2 - Capítulo Um- À beira do abismo


Fanfic / Fanfiction New Moon - Capítulo 2 - Capítulo Um- À beira do abismo

Capítulo Um:  À beira do abismo

“ Nem todo ponto final indica fim de história, pode ser só o começo de um novo parágrafo”

 

O voo estava atrasado, aquele que me levaria para uma vida totalmente nova. Eu mexia meu pé esquerdo com certa inquietude e tentava me concentrar na letra de “Closer”, em vão. Minha cabeça se perdia a cada novo pensamento a respeito de Beacon Hills e tudo que me aguardava, desde o dia que fui reconhecida como bruxa, minha avó pediu a minha mãe que me deixasse viver com ela por um ano para que eu aprendesse a controlar a magia e cá estou eu, no auge dos meus dezesseis anos, a garota fanática por revistas adolescentes se tornaria uma bruxa.

 Peguei meu grimório na bagagem de mão, suas luas pareciam reconhecer que logo estaríamos em meio ao sobrenatural, fechei meus olhos e me deixei levar pela letra de “I Found”, minha cabeça se movimentava com o toque da música, mas de repente o ar mudou, estava leve e todo o barulho do aeroporto se perdeu ao vácuo, uma leve brisa passou pelo meu cabelo e minha única certeza ao abrir os olhos era de que aquela floresta não se parecia nem um pouco com um aeroporto.

 Lá estava eu, sentada em um banco no meio da floresta, um som em meio aos arbustos me roubou a atenção, uma esfera flamejante em tom azulado se aproximou e começou a me rondar, suas chamas eram frias como gelo e parecia querer me levar a algum lugar. Retirei meus fones de ouvido mas a música havia se tornado uma espécie de som ambiente, levantei-me segurando o grimório em meus braços e de repente minhas roupas mudaram, eu estava descalço e enfiada em um velho vestido que usava de pijama, ao sentir a grama molhada embaixo dos meus pés tive a certeza de que não era uma simples ilusão ou delírio como os que eu havia tido nos anos anteriores, algo me atraia a entrar na floresta e a cada nota da canção, a vontade aumentava.

 A esfera me guiava em meio a noite e as árvores enormes, eu não sentia nada além da grama abaixo dos meus pés, era como se eu fosse puxada para algo. . .ou alguém. Não sei ao certo por quanto tempo caminhei mas a cada passo as luas em meu grimório brilhavam cada vez mais e a música nunca tinha fim, a noite era constante e meu desespero também. Tentei parar mas algo continuava a me empurrar e me obrigar a seguir em frente, busquei entre as páginas do livro alguma explicação mas por algum motivo todas estavam em branco.

 De repente pude ouvir minha voz recitar algo, era um feitiço mas não era eu que estava dizendo tais palavras, a música atingia seu ápice ao me deparar com um penhasco, seu toque parecia tornar o momento ainda mais decisivo, a esfera flamejante continuava a se movimentar, era como se me levasse para a morte. O desespero tomou conta do meu corpo, minhas pernas tremiam e lágrimas escorriam dos meus olhos, o fim parecia certo, me joguei ao chão tentando me segurar nas enormes raízes das árvores mas por algum motivos elas fugiam da minha mão enquanto que com a outra eu segurava o grimório. Eu tentava gritar mas as palavras ficavam presas em minha garganta, a morte me envolvia em seu seio como se me fizesse desistir, a esfera já flutuava sobre a queda do penhasco e em meio aos meus desejos mais loucos, o meu favorito seria acordar.

 Eu continuava a ser puxada ao abismo, meus pés já não tocavam o solo, minhas lágrimas deixavam um rastro pela floresta e de repente tudo pareceu se calar, a noite tomou conta e o frio percorria por todo o meu corpo, minhas lágrimas secaram e minhas mãos deixaram de tocar o chão, eu havia sido engolida pela escuridão do abismo e em um suspiro desesperador. . .tudo acabou. 


Notas Finais


Não tenham um ataque please!! A Fic não acabou, aguardem altas emoções *-* CONTINUA???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...