História New wave in BAU - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Criminal Minds
Personagens Aaron Hotchner, Chefe de Seção Erin Strauss, David "Dave" Rossi, Derek Morgan, Dr. Spencer Reid, Emily Prentiss, Jennifer "JJ" Jareau, Penelope Garcia, Personagens Originais
Tags Mentes Criminosas
Exibições 46
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AVISO IMPORTANTE!

Este capítulo contém cenas hot. Por isso quem é mais sensível avance quase ate ao fim. Obrigada.

Espero que gostem e desculpem qualquer coisa mas sou péssima a escrever hots.

Capítulo 13 - Cap.13- O primeiro Amo-te!


Fanfic / Fanfiction New wave in BAU - Capítulo 13 - Cap.13- O primeiro Amo-te!

 Vemos amanhã namorada? -sorriu! 

Olhei-o e puxei-o para um beijo calmo, mas rápido intensificou. Reid puxou-me para ele então subi para o colo dele abri a gravata e desabotoei alguns botões da camisa dele. Ele pousou as mãos sobre o meu rabo pressionando sobre ele. 

 -Passa cá a noite! -sussurrei ao ouvido dele e ele concordou. Rapidamente o puxei do carro beijando. Eu queria-o tanto

Ele segurou-me pela cintura e conduzi-nos até casa. Assim que a porta fechou abri a camisa dele num só movimento tirando-a. Os beijos eram intensos e descontrolados enquanto tentávamos andar até ao quarto. No quarto conduzi as mãos de Reid até a minha camisa incentivando a tirá-la. Ele deitou-me na cama e subiu em cima de mim, desceu os lábios para o meu pescoço. 

Depositei vários beijos ao longo do pescoço de Reid fazendo um chupão. Ajudei-o a tirar as calças tirando também as minhas. Rodei-nos e o mesmo não tomava nem um tipo de reação, então peguei as mãos dele e as pus sobre a minha cintura, ele foi descendo ate o quadril passou para as costas e então desceu ate a bunda, me pressionei sobre ele, um sorriso surgiu nos meus lábios ao sentir que por de baixo do tecido algo se manifestava, rapidamente passei a mexer o quadril em forma circular, Reid soltava urros apenas em sentir a pressão. Ele arrancou meu sutiã e o jogou em qualquer canto, se afastou e observou meus seios mordendo os lábios. Sorri. 

 -Dr Sexy!! -Passei meus dedos por seu abdómen e segurei seu membro por cima dos boxers com uma das mãos e o acariciei, ele tremeu e puxou o ar por entre os lábios apertados. Sem esperar mais ele me puxou pela cintura e me beijou novamente, dei um pequeno impulso e enlacei sua cintura com minhas pernas e ele deitou-se por cima de mim, ergui minha cintura proxurando contato, ele mergulhou em meu pescoço e senti uma de suas mãos acariciarem minha intimidade húmida, um de seus dedos me penetraram e eu gemi, ele não parou e colocou mais um dedo, seus movimentos eram lentos e intercalados com as lambidas em meu pescoço, eu estava entrando em combustão e mal conseguia respirar. Tirei os boxers dele. E olhei-o. 

 -Tas pronta?- passou a mão na minha cara depositando um pequeno beijo. Assenti. 

Segurei seu membro e me encaixei sobre ele sentando lentamente e suas mãos se apertaram em minha cintura, senti minha entrada se ajustar a ele enquanto eu chegava a sua base e voltava, os movimentos se tornaram fluidos, eu subia e descia enquanto gemíamos. 

 -Mais... Mais rápido!- Meus músculos repuxaram e eu precisava de mais, comecei a subir e descer mais rápido até o ritmo se tornar frenético. Minhas pernas tremiam, assim como o resto do meu corpo, ele percebeu mudou nossas posições, sem pensar duas vezes, aumentou o ritmo das estocadas, eu dava gemidos altos e arranha as costas dele, em resposta ele dava fortes chupões em meu pescoço e apertava minhas coxas. 

 -RE..EID- As estocadas estavam cada vez mais fortes, e nós estavámos cada vez mais exitados, ele se ergueu sobre mim, ele saiu e entrou novamente com força e firme. Até que senti o meu ventre pesar e dei um gemido mais alto. 

Continuamos com os movimentos e eu continuava a trilhar o pescoço dele com beijos. Rodei ficando por cima e cavalguei freneticamente no colo dele tentando dar-lhe o mais prazer possível. Depois de um tempo Reid gemeu o meu nome entre dentes e chegou ao clímax senti um líquido quente preencher-me, e os movimentos tornaram-se lentos até pararem. Ainda ofegante Reid deitou-se e eu beijei-o deitando a cabeça no peito dele. 

 -Amo-te! -foi tudo o que ele consegui dizer até adromecer-mos. 

 .....


 Spencer Reid 

 Acordei cedo, apesar da noite cansativa de ontem nunca consigo dormir até tarde, olhei em volta e não reconheci o quarto. Mas reconheci a pessoa fantástica e maravilhosa que está ao meu lado. 

Olhei para Lily ela está de costas para mim e tem umas cicatrizes pela longa extensão das costas. Ontem não devo ter reparado só com a luz do luar. Passei a mão por algumas delas senti um peso tão grande, eu daria tudo para que estas marcas nunca tivessem existido. Trocaria a dor com ela. 

 Lily Rogers 

 Acordei de manhã e senti o toque de Reid voltei-me para ele e vi que ele já estava acordado.

 -Bom dia. -sorriu.

 -Bom dia Dr. Se acordares assim comigo todos os dias serão bons! -dei-lhe um beijo rápido. 

 -A parte de estarmos nus ou agarrados? -soltou uma pequena gargalhada.

 -Sem dúvida a parte de tares nu.-sorri e procurei um camisola para vestir. 

 -Não te escondas de mim. -ele puxou pela minha mão. -cada marca faz-te ainda mais perfeita. 

 -Reid por favor não vamos falar destas marcas agora! Não depois do momento mágico que tivemos! -pedi e vesti uma camisola larga.

 -Sabes que podes falar quando quiseres! -abraçou-me e eu fiz com que volta-se a deitar enquanto nos beijávamos. Ele segurou-me pelo rabo e eu desci os beijos para o pescoço onde havia claras marcas de ontem e sorri. 

-Parece-me que o Dr. Genio gostou muito do que aprendeu ontem. - ele sorriu envergonhado e subiu a barra da minha camisola.

-Gostei foi de ti e de todas a sensações que provocas em mim.- Ele rodou-nos ficando por cima desceu os beijos até ao meus seio, mas fomos interrompidos pelo telemóvel dele. 

 -É sério? -reclamou e foi procurar as calças com o telemóvel e eu ri ao ver a figura dele nu a reclamar por não encontrar as calças. 

Recompôs a voz antes de antender e falou por breves minutos. Fui até ele e mordi-lhe o pescoço rindo depois de desligar olhou-me.

 -Trabalho? -andei até ele. E ele acenou com a cabeça. Beijei-o. 

-Dr. Spencer Reid no trabalho nada de olhar para mim nem seres sexy! Ou não respondo por mim!

 -Certo Agente Rogers. -deu-me um último beijo e foi apanhar a roupa.

 O meu telefone tocou. Era a JJ a avisar para ir o mais rápido para o BAU. Despedi-me de Reid e fui tomar banho. Assim que terminei vesti-me e fui para o trabalho. 

Encontrei Emily no elevador e subimos juntas já na sala esperavam-nos JJ, Garcia, Morgan e Rossi.

 -O Reid ainda não chegou? -Emily perguntou quando entrámos.

 -Eu liguei-lhe ele disse que vinha já. Mas eu ouvi coisas estranhas quando lhe liguei! -JJ preparava a apresentação.

-Define estranho?- Morgan olhou JJ.

-Uma mulher. Quer dizer risos.

-Ele tá a crescer! Mas nunca esperei que fosse tão rápido. -Rossi falou e Morgan olhou para mim. Mas eu tentei parecer com ciúmes.

-Podemos começar?- Entrou Hotch.- O Reid? 

 -Estou aqui. -apareceu por trás de Hotch com um café. 

 -Tu nunca te atrasas. Quem era?-Garcia riu. 

 -A mim parece que cheguei mesmo a tempo. Vamos começar ou não? -sentou-se. E eu ri para mim mesma ao reparar nos chupões. 

 Hotch começou a apresentar o caso.


Notas Finais


Próximos capítulos trazem boas surpresas e mais sobre Penelope e Morgan e Hotch e Emily.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...