História New World: Sono kūrude wa arimasen - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Anjos, Aventura, Demonios, Deus, Fantasia, Gelo, Hentai, Lolis, Magia, Mana, Neko, Novel, Original, Romance, Rpg, Sexo
Visualizações 38
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishounen, Comédia, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Primeiro encontro!


Fanfic / Fanfiction New World: Sono kūrude wa arimasen - Capítulo 2 - Primeiro encontro!

Yuki chega na portaria da grande mansão e vai falar com o porteiro, que era um homem de idade, calvo, que lia seu jornal em silêncio;

-- Com licença, eu gostaria de falar com o Lorde... 

-- Negado... -- O homem interrompia as falas de Yuki friamente e sem desviar o olhar de seu jornal. -- Somente membros da família Larrga ou empregados podem entrar sem permissão.

-- Droga... - Yuki abaixa a cabeça e percebe oque estava escrito no jornal do homem:

"Qual sera o destino da nação? Rei Oswald é encontrado morto em seu castelo!

O nosso querido Rei Oswald, foi encontrado por seu principal mordomo já morto em um corredor de seu castelo, o corpo estava com a cabeça e os dois braços arrancados. Não há resquícios de provas sobre o culpado.

O conselho mundial já pensa em uma forma de eleger um novo rei, já que Oswald não tinha nenhum herdeiro ou familiar."

-- Oh! Parece que esse país ira passar por tempos difíceis. -- Yuki comenta e o porteiro responde: -- Você nem imagina garoto, agora que o trono esta livre, a corrida pelo poder vai se tornar algo absurdo!

-- Bom dia Richard! -- Uma garota aparece atrás de Yuki, tinha longos cabelos pretos, aparentava ter entre 15 e 16 anos, tinha olhos azuis muito vibrantes e carregava uma grande bolsa, além de ter uma doce voz.

-- Oh, bom dia Tanya. -- Ele abre o portão para a garota entrar. -- Uau, ela faz parte da família Larrga?

-- Não, ela é uma das empregadas domésticas da mansão, mas não a subestime, Tanya é uma vampira muito poderosa.

-- Vampira, é? -- Yuki não se surpreendia, pois sabia que vampiros eram normais naquele mundo. Olhando para o céu a pensar em uma forma de entrar na mansão, Yuki respirava fundo com os olhos fechados, era sua técnica para se concentrar mais. -- Oque é aquilo atrás de você?

-- Acha mesmo que eu vou cair num truque... -- Yuki tenta acertar um soco no porteiro, mas este se defende com um braço. -- Escuta garoto, mesmo que eu te deixasse entrar, o guarda da mansão foi ordenado a matar qualquer um que entre sem permissão da família Larrga.

-- Guarda? Ugh, as coisas estão ficando cada vez mais complicadas pra mim.

-- Olha, o Lorde Mantey esta agora no maior restaurante da cidade, eu sei que pode ser difícil, mas encontra-lo lá vai ser mais fácil do que entrar aqui, vai por mim. -- Yuki gosta da ideia, ele pega todas as informações sobre o restaurante e parte.

Segundo as informações de Richard, o restaurante ficava depois de uma densa floresta, o sol já estava quase se pondo, se ficasse de noite, com certeza as coisas ficariam bem assustadoras.

-- É melhor eu correr, vai saber que tipo de criaturas habitam nessa floresta, posso esperar de tudo nesse mundo... -- Yuki começa a correr, cerca de 30 minutos depois, Yuki chega ao restaurante, mas ao chegar na porta, ele é abordado por uma garçonete.

-- Bem vindo, o Lorde Mantey esta a sua espera. -- Ela o convidava para entrar, Yuki fica surpreso.

-- Am? Ele já esperava por mim, é? -- A garçonete o guia até a mesa do Lorde.

Ele era um homem bonito, parecia uns dois anos mais velho que Yuki, tinha cabelos brancos, olhos vermelhos e um par de chifres vermelho e azul, e usava um elegante colete. Sem falar que tinha um sorriso psicótico.

-- Lorde? -- Yuki não sabia oque dizer na presença daquela figura. 

-- Sem essas formalidades, sente-se... -- Yuki toma assento. -- Então, oque quer comigo? Eu fiquei sabendo que você é um dos que veio do "mundo podre", não é?

-- M-mundo podre?

-- É como nós chamamos o seu mundo por aqui, esse mundo geralmente é chamado de "mundo puro", mas você não respondeu a minha pergunta...

-- Oh! Bem, eu fiquei sabendo pelos boatos da cidade, que o senhor é um tremendo usuário de magia, e eu queria algumas aulas. -- Yuki dizia abaixando a cabeça.

-- E você quer aprender a usar magia pra que, exatamente? -- Essa pergunta pega Yuki de surpresa, ele não tinha nenhum motivo em particular para querer aprender, ele apenas achava magia uma coisa muito legal.

-- O poder deve ser usado para proteger e para conquistar! -- O lorde dizia apontando para o teto. -- Eu não vejo porque te ensinar algo se você não tem se quer um motivo pra isso.

-- Eu entendo...

-- Mas mudando de assunto, sabe, vocês do mundo podre são extremamente raros por aqui, eu adoraria ter você ao meu lado, por isso eu te ofereço um emprego​ na minha mansão, oque acha?

-- Um emprego? Muitíssimo obrigado, Lorde Mantey!

-- Sem formalidades, okay? Me chame de Manty e esta certo, claro que você tera um quarto e um salário garantidos. -- Os dois apertam as mãos imediatamente e Manty chama uma limousine para levar os dois até a mansão.

Yuki teve uma ótima primeira impressão de Manty, apesar de um sorriso assustador, ele parecia ser uma pessoa extremamente​ boa e generosa.

Já na mansão, os dois chegam e Manty dirige Yuki até o seu quarto:

-- É aqui que você vai ficar. 

Era enorme, tinha uma cama de casal, uma TV de 50" polegadas, um banheiro e uma sacada.

-- Uau! É incrível, obrigado senhor Manty!

-- Descanse bem para amanhã, te darei suas tarefas e verei se valhe a pela te ter por aqui... -- Manty fecha a porta e logo em seguida, as luzes começam a piscar e uma criança aparece na cama de Yuki.

-- Am? Mas quem raios é você? -- Yuki sentia uma energia tremenda vindo daquela criança.

-- Você deu muita sorte, em seu segundo dia já conseguiu um emprego e moraria fixa, os outros mandados pra cá geralmente não chegam perto disso. -- A garota lança uma argola que gruda no pulso de Yuki.

-- Quem é você? E oque é essa coisa?

A criança era uma garotinha que aparentava ter 12 anos, tinha cabelos louros e um anel sobre sua cabeça, tinha um olho azul e outro vermelho, presas pequenas em sua boca e vestia um vestido branco que ia até seus joelhos.

-- Desculpe por estar ocupada demais pra te receber, por aqui sou mais conhecida como Deus, mas pra você que esta me vendo pessoalmente, pode me chamar de Mary! 

Yuki estava sem reação ao ouvir aquilo.

-- Isso que grudei em você​ serve pra me manter informada sobre aonde você esta e oque esta fazendo, sem falar que ele vai vibrar quando você se aproximar de outro "forasteiro", que é como nós chamamos vocês!

-- Deus... Digo, Mary. Porque me enviou pra esse mundo? - Yuki dizia se sentando na cama.

-- Porque? Bem... Você parecia ser uma boa pessoa, só precisava das oportunidades certas, então foi isso que eu fiz. Pra você saber, de ontem pra hoje, só sobraram 7 forasteiros vivos, sendo que 1 deles esta preso! Então fique esperto, tá bem?

-- Só sete é? Obrigado pela informação... -- Mary começa a flutuar até bater no teto.

-- Então eu já vou indo, a gente se vê qualquer dia desses... Bye bye!

Yuki se deita na cama e fica olhando para o teto, aonde Mary havia desaparecido e pensando: "Deve ter alguém que caça forasteiros nesse mundo, é melhor tomar cuidado".

- Ugh, é melhor eu dormir! Amanhã sera outro dia...


Notas Finais


Gostaram do capítulo meus mores? Então deixem um comentário aí embaixo e até amanhã!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...