História NewTale - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Doggo, Flowey, Frisk, Greater Dog, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Alphys, Asgore, Asriel, Chara, Charisk, Dream, Dream! Sans, Error Sans, Flowey, Frisk, Gaster, Genocide, Ink Sans, Mettaton, Nightmare, Nightmare! Sans, Outertale, Pacifist, Papyrus, Sans, Surface, Tale, Toriel, Under, Underfell, Underswap, Undertale, Undyne, Wd Gaster
Exibições 143
Palavras 1.045
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo 19, onde Sans vira professor substituto e Frisk...Perde sua alma.

Capítulo 19 - Perda


Frisk – O.N
Então...O plano é o seguinte...Você vai trabalhar como professor substituto na escola, e caso Gaster apareça você vai sentir, e quando esse Ink estiver aqui ele vai nos ajudar a derrotar o Gaster , prender ele em algum lugar e acabar com tudo isso?

Sans: Bem isso, garoto. Embora falando pareça fácil. Chamar Ink que vai ser complicado, já que ele é o guardião dos universos alternativos e deve ser meio complicado ajudar cada universo de uma vez. Mas se Gaster realmente pretenda se tornar algum tipo de deus e ter controle sobre as linhas do tempo, Ink vai nos ajudar. Afinal esse é o trabalho dele.

Frisk: Mas como você vai chamar ele?

Sans: Como eu disse, essa era a parte complicada. Minha casa “explodiu” por eu estar tentando contatar ele.

Frisk:...Você não vai explodir a escola, né?

Sans: HEH, nah. Eu vou usar outros métodos.

Frisk: Então...Qual minha parte nesse plano?

Sans: Não muito. Só fique atento, e se ver Gaster me chame. Embora eu vá achar ele de qualquer jeito. Eu não sei se ele vai aparecer pra você na escola, mas vou ficar perto de você pra evitar o pior, garoto. Ah, e por mais que ele pareça gentil, não confie nele.
Frisk: Ok...

Sans e eu chegamos na escola, ele foi pra sala dos professores, mas disse que iria manter uma “órbita ocular” em mim pra que nada desse errado. Alguns alunos na escola eram novos, outros eu me lembro de ter visto no meu primeiro (e único, até agora) dia aqui. Parece que Monster Kid foi em uma viagem, e Papyrus estava em um treinamento com Undyne (embora eu não saiba bem pra que já que a Guarda Real acabou) E eu não estava me sentindo muito bem pra sair por aí fazendo amizade com as crianças novas, então eu só me sentei em um banco perto da sala de aula um pouco antes dela começar. Eu tentei revisar tudo que aconteceu até agora, desde Gaster me contatando pela primeira vez nessa mesma escola, depois os pesadelos, depois descobrir que Sans e Papyrus eram experimentos científicos,  Chara aparecendo de novo, a proposta de Gaster...Eu pensava nisso tudo até Chara interromper meus pensamentos.

C!Chara: Saudações, Frisk.

C!Frisk: Ah, oi Chara! Pensei que estava com raiva de mim, é bom falar com você de novo!

C!Chara: Não confunda. Eu...Não sinto nada por ninguém. A única pessoa que me trouxe um pouco de felicidade, não tem mas uma alma por minha culpa.
Eu não sabia de quem Chara estava falando, mas ela continuou...

C!Chara: ...Eu ouvi sua conversa com seu amigo esqueleto. Não que eu seja muito boa em fazer planos, mas eu sei que aquilo não vai funcionar. Se esse Gaster é nosso inimigo e ele tem 6 almas humanas, vocês estão destinados a perder.

C!Frisk: Não fale assim! É claro que podemos vencer! Eu já venci de Flowey uma vez, quando ele absorveu as almas!

C!Chara: Isso é bem diferente! Ômega Flowey queria te destruir, esse Gaster quer roubar a sua alma. E ele pode ser forte o suficiente pra controlar as outras almas humanas, diferente de como Flowey fez.

C!Frisk: Não seja tão pessimista!

C!Chara: É meio impossível nessa situação. E como eu já disse antes, toma cuidado com a sua alma! Afinal, eu só existo por estar “presa” a você, então cuidado duplo!

C!Frisk: Não se preocupe! Sans disse que Ink pode nos ajudar a derrotar Gaster.

C!Chara: Confiar em alguém que você nem conhece direito? Não superestime ele.

C!Frisk: Ok...

Depois disso, tive minha primeira aula que era de ciências. Quando os alunos entraram na sala, Sans estava dormindo em uma das carteiras. Eu sentei ao lado dele e tentei acorda-lo.

Frisk: Sans...

Sans: ....Hunf....

Frisk: Sans!

Sans: Ah...E ai, Kiddo?

Frisk: Você é o professor substituto! Lembra?
Sans: Ah, ok.

Sans se levantou, foi até a mesa dos professores, colocou um jaleco Branco e um óculos falso com um nariz. Eu não sei pra que ele precisava daquilo, mas a sala riu. Então ele continuou.

Sans: Bom dia, pivetes. Eu vou ser seu professor substituto de ciências. Meu nome é Sans, o esqueleto. Pra começar, alguém sabe quais as composições de um átomo?

A sala inteira ficou em silêncio. Isso realmente é coisa pra se ensinar na Quinta série? Mesmo sem a gente entender quase nada da matéria que Sans tentava explicar, até que foi divertido porque ele fazia piadas e trocadilhos. Teve uma hora que ele acabou dormindo em pé, alguém tentou arremessar uma bolinha de papel nele, mas ele simplesmente desviou como se estivesse acordado o tempo todo.

Depois de mais duas aulas, foi o intervalo. Sans me disse que iria para a sala de artes pra conseguir “material” para chamar o Ink. Eu estava passando por um corredor quando vi aquela porta cinza. A mesma que estava ali no início de tudo, quando eu encontrei Gaster pela primeira vez...Ele estava ali. Eu sabia que não devia, mas por alguma razão eu queria entrar. Eu estava a ponto de tocar a maçaneta, quando ouvi a voz de Chara na minha consciência.

C!Chara: Frisk, não.

C!Frisk: Chara, ele está ali dentro!

C!Chara: E você realmente vai entrar? Seu amigo esqueleto disse pra ficar longe dele.

C!Frisk: É...É verdade, eu vou...

Antes que eu pudesse terminar minha sentença, eu apareci dentro do quarto, com Gaster bem na minha frente.

C!Chara: .......? Como você...

Frisk: G-Gaster...

Gaster: Olá.........Pequeno.......Frisk.......

Droga, onde estava Sans? Eu preciso da ajuda dele o mais rápido possível...

Gaster: Algo.......Interrompeu nosso.......Acordo........Mas.....Podemos continuar........Já tem a.....Resposta.....? Frisk.......?

Frisk: G-Gaster...Me d-desculpe, mas eu não vou...Te dar minha alma...

A expressão de Gaster mudou.   

Gaster: Você sabia que é rude rejeitar ajuda a quem precisa? Ou fazer planos clara prender  eles?

Frisk: V-Você sabe sobre...

Gaster: Você realmente acha que um ser onipresente não saberia se alguém está Armando um plano contra ele? ...Chega a ser engraçado...Você pensar que está no controle!

Nesse instante, eu entrei em uma batalha. Fazia meses que eu não entrava em uma! Mas antes que eu fizesse qualquer movimento, eu senti minha alma ser consumida por uma espécie de líquido negro...Doía muito.............Então tudo ficou escuro......



   


Notas Finais


Tudo bem, eu sei q esse capítulo não ficou muito bom ;-; Desculpem!
O próximo será, literalmente, o início do fim. (Em vários sentidos)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...