História Next to the BTS (imagine Min Yoongi) - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Hentai, Imagine, Você
Visualizações 100
Palavras 1.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa a demora pessoal, espero que gostem <3 BOA LEITURA MINHAS FILHAS E FILHOS <3

Capítulo 26 - Complicações


Fanfic / Fanfiction Next to the BTS (imagine Min Yoongi) - Capítulo 26 - Complicações

Next To The BTS – Capítulo 26 – Complicações

 

 

 

Fiquei estática na minha cadeira ao ver Yoongi falar aquelas coisas...

 

 

- Bom... É que, o Staff trouxe minha cachorrinha Min Holly – Falou Min Yoongi todo manhoso enquanto colocava a mão no peito

 

 

Suspirei pesado e logo me virei de costas, já fazia um pequeno tempo que eu sentia olhos sobre mim, e quando me viro dou de cara com uma mulher, uma mulher não... A mulher

 

 

- Suga – Falei lhe chamando atenção

 

- Oi? – O mesmo se virou para mim com um sorriso doce em seus lábios

 

- Aquela não é sua amiga da foto? – Falei tombando a cabeça um pouco para a direção dela – Ela já nos olha faz um bom tempo – Falei umedecendo meus lábios com minha língua

 

Yoongi mudou seu semblante doce par uma cara séria, parecia não gostar do que acabará de ver, então olhou para mim sério

 

 

- Vou ali e já volto está bem? – Falou em meu ouvido e apenas assenti enquanto o vi sair fazendo um sinal para aquela moça me fazendo um sentimento estranho

 

 

Fiquei o encarando sair. Já tinha ficado ali um bom tempo enquanto os meninos falavam coisas que eu não estava nem ai, até sentir uma mão em meu ombro

 

 

- S/n! Onde Suga foi? Faz um pequeno tempo que eu não o vi – Vi Namjoon falar me encarando sério

 

- Foi com uma moça para fora... – Falei enquanto “brincava” com a barra do meu vestido

 

 

Fiquei ali sentada, sem fazer nada, quanto vejo Yoongi chegar sério sem nem me olhar no rosto

 

 

- Vamos embora – Ele falou sério para os membros

 

- Ué?  Mas por quê? – Perguntou Taehyung sem entender

 

- Não faça perguntas idiotas – Falou girando a cabeça – Quer saber? Podem ficar ai, eu vou sozinho – Falou me fazendo querer falar algo, mas o mesmo saiu em disparada e querer ir atrás dele

 

- Não – Namjoon me parou – Deixe comigo, eu consigo agüentar os xingamentos dele, você não – Falou com um sorriso amarelo e saindo

 

 

Encarei os membros atrás de mim, que colocaram um sorriso em seus rostos me fazendo os imitar, ficamos naquele shopping até tarde e voltamos para o hotel...

 

Cada um dos membros entraram em seus quartos, assim fiz também, quando abro a porta dou de cara com Yoongi que aparentava estar chorando?

 

 

- Yoongi...? O que aconteceu? – Corri em sua direção me ajoelhando em sua frente

 

 

Ele não falou nada, apenas me abraçou forte enquanto soluçava sobre meu ombro, apenas acariciei seus cabelos e esperei um pouco até ele responder

 

 

- Ei... – Falei enquanto me afastava e segurava seu rosto – O que aconteceu hm? – Falei limpando as lágrimas das suas bochechas

 

 

- Eu... – Ele parecia calcular as palavras enquanto encava o chão – Eu... Perdoe-me, ok? Quero que apenas me perdoe, me perdoe por ser assim – Falou chorando novamente

 

 

- Mas porque Yoongi? – Lhe olhei confusa

 

 

- Eu nunca disse com tantas forças essas palavras para uma pessoa S/n... Por favor, não duvide... Porque, eu te amo – Falou me encarando enquanto colava nossas testas

 

 

- Yoongi... – Sussurrei ao perceber que uma alegria me tomava conta – Eu, também... Também te amo – Falei com um grande sorriso, mas ele ainda continuava com um semblante sério – Yoongi, o que aconteceu?

 

- Eu não posso falar ainda... Não ainda – Falou colocando um sorriso forçado em seu rosto – Mas saiba, eu te amo mais que tudo – Tombou a cabeça um pouco para o lado me fazendo sorrir

 

 

- Quer dormir aqui? – Falei sorrindo

 

 

- Só dormir? – Ele falou fazendo careta – Isso seria muito sem graça – Falou enquanto botava um sorriso malicioso em seus lábios

 

 

- Yoongi... – Dei um soco de leve em seu braço – Bobo, vai ou não? – Perguntei novamente agora levantando uma sobrancelha

 

 

- Sim, mas eu quero algo a mais – Falou colando nossas testas

 

 

- O que seria? – Perguntei sorrindo

 

 

- Você. Ser. Minha. Sempre – Falou me dando selinhos a cada palavra que saia da sua boca

- Hm...?

 

- Idiota – O beijei

 

Paramos o beijo calmo e nós deitamos juntos...

 

 

 

****DIA SEGUINTE****

 

 

Acordo e vejo Yoongi ao meu lado em seu sono pesado, eu estava tão feliz... Estava não, estou, e s possível eu quero essa felicidade para sempre. Sai da cama vagarosamente e fui para o banheiro, fiz minha higienes e enquanto escovava meus dentes eu sinto mãos frias em minha cintura, me viro rapidamente com um sorriso

 

 

- Já acordou? – Falei com um sorriso que na hora se desfez ai ver quem era Pedro

 

 

- Sim meu amor, já acordei – Falou uma voz rouca, e antes que eu gritasse ele tampou minha boca – Não ouse falar, ou alarmar algum olhar para nós ou você morre agora... – Falou em sussurros no meu ouvido 

 

 

Ele me tirou do apartamento e me levou até um carro prata onde me jogou dentro do mesmo me prendendo com uma algema no banco do carro entrando e dando partida rapidamente

 

 

- O que você está fazendo? – Perguntei mantendo a calma

 

- Meu amor, vamos para nossa casa – Falou ele com uma foz manhosa – Você me ama lembra? – Falou frio me fazendo engolir seco

 

 

Tudo ficou em silêncio, e terminou que eu dormi naquela situação...

 

 

 

Quebra de tempo

 

 

Acordo em uma cama espaçosa sem entender levanto vagarosamente, tentando ver se aquilo tudo era verdade mesmo, sento no canto da cama e observo o quarto bem arrumado, levanto e vou em direção a porta, que não se encontrava trancada, ouço passos vindo do corredor onde eu estava, decido correr e acho que paro na cozinha, abro todas as gavetas a procura de algo para me defender mais nada, a casa era limpa de moveis soltos

 

 

- Meu amor, já acordou...? – Ouço uma voz manhosa – Nem me deu bom dia, isso me magoa sabia? – Vejo Pedro agora encostado na parede me fazendo engolir seco

 

- Por que está fazendo isso? – Perguntei tremula, mas tentando parecer firme, mas ele apenas solta um sorriso enquanto suspira pesado

 

- Primeiro por que uma pessoa me pediu e segundo por que você é minha – Falou com um sorriso de lado

 

 

Tento correr o mais rápido para qualquer porta, mas Pedro é mais rápido e segura meu braço com força e deposita um soco no meu rosto me fazendo cair meio tonta e já chorando

 

 

- Sua puta... – Ele fala entre dentes enquanto segura meu queixo com força – Você acha mesmo que alguém liga pra você? Acha que pode fugir? Acha que algum príncipe encantado vai vir atrás de você com um cavalo branco? – Falou e logo depositou uma tapa em meu rosto – NÃO! NINGUÉM LIGA PRA UMA VÁDIA! NINGUÉM LIGA PRA UMA PROSTITUTA – Gritou logo em seguida dando um soco na parede

- Sim, tem alguém que me ama, e vai vir atrás de mim, por que ele me ama – Falei em sussurros enquanto deixava algumas lagrimas rolarem

 

- Hahaha... Sério isso? Acha mesmo que aquele cantorzinho te ama? Então se ele a ama tanto ele já deve ter te falado que tem um filho de outra mulher não é? – Soltou um sorriso nasal

 

- O que? Está brincando não é? Isso mentira, eu não acredito em você... – Falei sentindo meu peito doer mais ainda

 

- A... Quer dizer que não sabia? Você separou uma família, você não presta – Sorriu – Ninguém nunca iria gostar de uma puta como você, com exeção de mim é claro – Falou

 

Logo colocou a mão em minha bochecha mas virei meu rosto bruscamente o fazendo me bater novamente,  já sentia o gosto de ferro na minha boca por conta do sangue

 

 

- Você é muito mal criada, isso merece um castigo – Colocou um sorriso e me puxou pelos cabelos até o quarto onde me jogou na cama bruscamente

 

- Vo...Você não vai fazer isso não é...? – Ele apenas sorriu


Notas Finais


Obrigada pela leitura, desculpa os erros e até a próxima não esqueçam dos comentários, beijos de corações brancos, pretos e azuis meus amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...