História Next Victim - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber
Personagens Ashley Benson, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Ashley, Criminal, Justin
Exibições 5
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi, desculpem o sumiço, é que eu estava em semana de provas.

Boa leitura!

LEIAM AS NOTAS FINAIS!!

Capítulo 4 - Space Jay


Minhas pernas balançavam impacientes enquanto esperava Oliver chegar, já haviam se passado quinze minutos.

- Olá meninas! –Oliver disse ao entrar no escritório

- Oi. –dissemos em uníssono

Ele colocou alguns papeis em cima da mesa, havia uma pilha contendo mais ou menos dez papeis. Ele espalhou todos pela mesa, separou e guardou alguns.

- Certo, Maggie e eu já havíamos conversado sobre a vingança em que eu a ajudaria, mas em troca, ela me ajudaria em outras coisas, ambas vinganças. Isso ela já deve ter comentado com vocês. –assim que terminou, pegou um papel e colocou bem no centro da mesa, enquanto colocava suas mãos sobre o local- Eu não havia falado de quem seria, pois eu ainda não tinha certeza se conseguiriam todas as informações que pedi. Me surpreenderam, além de conseguirem tudo e mais um pouco, me entregaram bem antes do prazo.

- E quem seria essa pessoa que você conseguiu os dados? –interrompi Oliver

- Calma Maggie, eu estou chegando lá. Essa pessoa, Maggie deveria se envolver, como se fosse mais uma garota, porém, deveria ganhar a confiança para descobrir as coisas. Fiquem tranquilas, eu já tenho o plano, e logo mais irei apresenta-lo a vocês. Após descobrir tudo que eu queria, irei acabar com a pessoa, eu também já tenho o plano, mas não faz parte do que estou falando com vocês. Enquanto isso, eu iria estar investigando mais para poder colocar a vingança da Maggie em ação. –ele parou e buscou o papel e o pegou nas mãos- Aqui, eu tenho as informações que consegui, irei entregar a vocês, que irão ler e logo após vamos discutir sobre isso. Enquanto fazem isso, vou fazer uma ligação.

Ele saiu do escritório e peguei o papel em minhas mãos.

“Justin Bieber, um dos envolvidos na máfia. Canadense e mora atualmente em Atlanta, na Geórgia.

Dono de no mínimo três boates em Atlanta, tirando as outras que são espalhadas pelo Estados Unidos. Possui cassinos em Las Vegas, mansões espalhadas pelos Estados Unidos, e milhares de coisas que ainda não são oficializadas de sua posse.

É procurado pela polícia, porém, ainda ninguém tem uma ideia de seu rosto, pelo o que vimos, sua estatura é mediana, possui tatuagens no pescoço, braços e pernas. ”

- Terminaram de ler? –Oliver disse

- Não, não consegui ler tudo.

- Certo, mas acho que o que viram é suficiente para terem uma ideia.

- Mais ou menos. –respondeu Laura

- Certo. Agora é a parte dos planos. Todas vocês irão para a boate principal dele, irão tentar achar ele e Maggie terá que se envolver com ele, e depois, terá que descobrir o que ele vai receber, o local, para eu poder arruinar e com isso, poderá vir a falência dele e depois, é só ir matando um por um.

- Porque você quer se vingar dele? –perguntou Gigi

- É uma longa historia.

[...]

Eu e as meninas estávamos indo para a Space Jay, a boate principal do Justin.

Coloquei um vestido vermelho colado no corpo, que ia até a metade das costas. Seu decote valorizava meus seios, um sapato vermelho, da cor do vestido, arrumei meus cabelos e fiz uma maquiagem que destacava meus olhos. Peguei minha bolsa e desci.

- Aleluia! –disse Samantha levantando do sofá

- Vamos? –perguntei

- Vamos.

Fomos para o elevador, apertamos o subsolo 1 e fomos até lá, onde ficavam nossos carros. Cada uma foi com o seu devido carro.

Chegando lá, estacionamos na rua de trás e fomos até a boate.

A fila não estava muito grande. Passou-se uns cinco minutos e já estávamos perto dos seguranças, os mesmos pediram nossos documentos e entramos.

A música era alta, e havia várias mulheres seminuas agarrando outros homens, outras, dançavam em uma espécie de palco e rodavam em um cabo de ferro que ia do chão até o teto. Sentamos próximas ao bar e entrei em contato com Oliver.

- Oliver? Já estamos aqui. –gritei. Ele não escutaria do outro lado da linha com esse barulho todo

- Ótimo. Mas ainda não tenho nenhuma informação se ele está por aí. –desligou

- E aí? –perguntou Laura

- Ele não sabe se está por aqui.

As meninas foram dançar e eu fui até o bar. Pedi uma Vodca, tomei em um gole e me joguei na pista para dançar. Nos quatro dançávamos em sintonia, porém, as músicas daqui eram um pouco diferentes do que estávamos acostumadas, eram mais rápidas e mais excitantes.

Senti meu celular vibrar e saí da pista para poder atender.

- Alo? –atendi

- Maggie, é o Oliver. Fique em algum lugar que esteja mais calmo e que dê para observar o ambiente. Tive informações de que ele está chegando.

- Como vou saber quem é ele?

- Ele irá chegar com muitos acompanhantes, e algumas vadias irão cercar seu grupo. –desligou

- Ótimo. Estatura mediana, possui tatuagens, dono da boate, acompanhantes, vadias ao seu redor... –repetia para mim mesma as informações que tinha sobre ele- Acho que não será tão difícil de acha-lo.

Fui até o bar e me sentei nos bancos que eram mais afastados do movimento e que dava para ter uma ótima visão da boate. Virei de costas para o balcão apoiando meus cotovelos nele.

Sinto alguém me cutucar e viro para trás. É o barman

- Aqui sua bebida. –me entregou um copo

- Mas eu não pedi nenhuma bebida.

- Eu sei. Mas ele pediu... –olhou para todos os lados procurando alguém- Ele não está aqui. –forçou um sorriso

- Sem problemas. –forcei um sorriso- O que é?

- É Whisky senhorita. –foi para o lado pois alguém o chamava

Não sei quem pediu, mas quem pediu acertou na escolha. Tomei mesmo ainda estando com receio, mas estava tão bom.

Em segundos eu já tinha virado aquele copo inteirinho.

Me virei para poder ter a visão da boate novamente, mas estava tão difícil de enxergar, minha visão estava embaçada, e logo meus sentidos foram indo embora. Meus olhos insistiam em se fecharem, mas eu lutava contra eles. Tentei pedir ajuda, mas não conseguia, eu não poderia estar bêbada, é praticamente impossível eu ficar.

- Boa noite, Cinderela. –alguém sussurrou e então, meus olhos se fecharam


Notas Finais


Oi oi, espero que tenham gostado.

Dia 3 eu vou postar o trailer no canal Mave Bear.

Eu já passei minhas redes sociais, e acho que vocês já devem saber também né, e agora eu estou no Tumblr (@mavebear)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...