História Nice - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Apink, Bangtan Boys (BTS), BEAST (B2ST), Big Bang, Black Pink, Block B, BtoB, CL (Chaelin Lee), EXID, EXO, F(x), Got7, HyunA, I.O.I, IKON, Red Velvet, Seventeen, SHINee
Personagens Amber Liu, B.I, Baekhyun, BamBam, B-Bomb, Bobby, Boo Seungkwan, Changsub, Chanwoo, Chanyeol, Chen, Choi Yoo-jung, D.O, D-Lite (Daesung), Donghyuk, Eunkwang, G-Dragon, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Hong Yoo-kyung, HyunA, Hyunsik, Ilhoon, Irene, Jackson, Jaehyo, Jang Doyoon, Jang Hyun-seung, JB, Jennie, Jeon So-mi, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Jinhwan, Jinki Lee (Onew), Jinyoung, Jisoo, Jonghyun Kim, Joy, Jung Chae-yeon, Jung Eun-ji, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Junhoe, Kai, Kang Mi-na, KiBum "Key" Kim, Kim Chung-ha, Kim Do-yeon, Kim Mingyu, Kim Nam-joo, Kim Se-jeong, Kim So-hye, Kris Wu, Krystal Jung, Kyung, Lay, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Ki Kwang, Lee Seokmin "DK", Lim Na-young, Lisa, Lu Han, Luna Parker, Mark, Minho Choi, Minhyuk, Oh Ha-young, P.O., Park Cho-rong, Peniel, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sehun, Seulgi, Seungcheol "S.Coups", Seungri, Shin Dongjin, Son Dong Woon, Son Na-eun, Soonyoung "Hoshi", Suga, Suho, Sulli Choi, Sungjae, T.O.P, Taeil, Taemin Lee, Taeyang, Tao, U-Kwon, V, Victoria Song, Wen Junhui "JUN", Wendy, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yang Yo Seob, Yao MingMing, Yeri, Yong Jun Hyung, Yoon Bo-mi, Yoon Doo Joon, Youngjae, Yu Yeon-jung, Yugyeom, Yunhyeong, Zhou Jieqiong, Zico
Tags Bbyu, Heeni, Hunhan, Hunri, Kaieun, Kaisoo, Kaistal, Seulmin, Sungjoy, Taekai, Taeun, Vrene, Wensoo, Yoonle
Visualizações 58
Palavras 468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Kaisoo ❤
Perdoem pela demora, amo Kaisoo, mas confesso que foi bem difícil escrever esse capítulo. Eu particularmente no gostei, mas vamos lá né..

Boa leitura

Capítulo 6 - Kyungsoo realmente não sentia nada?


Fanfic / Fanfiction Nice - Capítulo 6 - Kyungsoo realmente não sentia nada?


Kyungsoo olhava com descrença para o garoto a sua frente. Kai havia voltado mesmo depois que ele lhe disse para não fazer isso. Ele fez.

Kyungsoo notou os olhos inchados e as marcas de expressões que denunciavam seu cansaço e exaustidão. Por um minuto Kyungsoo se esqueceu do real motivo dele está ali e sentiu pena do garoto.

-Você precisa me ouvir.

Disse Kai e Kyungsoo sentiu vontade de rir.

-Eu te alertei sobre isso, disse que esse dia chegaria e acho que deixei bem claro que não aceitaria isso.

Kai suspirou, mas não desistiu.

-Suho hyung já foi dormir.

E entrou sem cerimônias.

-O que realmente aconteceu Jongin?

Kyungsoo sabia que aquela nota divulgada pela SM sobre o término de Kai e Krystal era muito vaga. "Eles não tem tempo para se verem" nem de longe aquilo era motivo para acabar um relacionamento.

-Eu amo você.

Kyungsoo pediu.

Pediu para ele não fazer aquilo, mas Jongin sempre forá um garoto levado.

-Você me disse Soo, disse que eu voltaria.

-Eu também disse que não queria ouvir nada disso quando voltasse.

Kai chorou.

-Por favor..

-Você não pensou em mim quando foi brincar de ter uma namorada.

Disse para machucar.

Kai sabia que não havia sido nada fácil para Kyungsoo, da mesma forma que não foi para ele.

Kai amava Kyungsoo e a última coisa que queria era magoar ele.

-Mas eu também gosto dela.

Kyungsoo o olho com a mesma descrença de quando abriu a porta do quarto.

-Jongin..

Kyungsoo estava prestes a sair do seu próprio quarto quando Kai o abraçou por trás.

-Eu gosto dela, mas eu amo você. Não foi fácil ficar todo esse tempo sem te ter perto de mim da forma que eu gostaria.

Kyungsoo suspirou fundo. Pois era idiota demais para sair dali sem antes perdoar Kai.

-E qual seria a forma que..

Foi surpreendido com um beijo.

Kai foi rápido em selar suas bocas. D.O acabou correspondendo ao beijo de imediato e quando Jongin pediu passagem para língua ele permitiu.

Era quase um ano sem provar daquele beijo.

-Dessa forma Kyungsoo.

O abraço que se criou durante o beijo ainda não tinha sido desfeito e Jongin não tinha intenção alguma de desfazer.

Agarrou-se ainda mais em Kyungsoo que friamente tentou se livrar dos braços fortes do mais alto, porém internamente torcia para Jongin o manter ali. Onde era o seu lar.

-Eu não vou mais lutar para ser quem eu não sou. Acabou a confusão. Durante esse tempo sem você eu descobri o quão infernal pode ser vida longe de você.

Aquilo fez um pequena chama se ceder no coração de Kyungsoo, mas ele não admitiria isso nem sob tortura.

-Amor é algo único e a gente não escolhe quem ama Soo, eu não escolhi, mas eu amo você.

O abraço finalmente se desfez.

Kai esperava por alguma reação de Kyungsoo nem que fosse para agredi-lo.

Tudo de repente ficou queito e o nervosismo tomou conta de Jongin. D.O realmente não sentia nada?



Notas Finais


Link da minha outra fic: https://spiritfanfics.com/historia/dont-panic-9046296

Alguma sugestão?
algum comentário?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...