História Nicotina Ji+Kook - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~yoonseokmylifeu

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 5
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O capítulo não foi revisado, sinto muito pelos erros ^^ / aproveitem o capítulo

Capítulo 2 - Lost boy


Suspirei  pesado ao ouvir a voz rígida do professor ditando  sobre um texto que eu não  tinha interesse, viajei  em um momento ao encarar  a vista pela janela e relembrar daquele garoto.

-Jimin! - Exclamou Lisa com animação e meu olhar foi a si,enquanto a mesma continha um sorriso dócil em lábios. - Você perdeu toda a matéria!- Disse em um tom brincalhão e atingiu  um tapa em meu braço direito.

     Arrumei  os óculos em meu rosto e mordi meu lábio inferior, temia dizer a Lisa que minha falta de atenção  se tratava de um garoto de cabelos coloridos e tatuagens futuristas. Tínhamos o mesmo pensamento  sobre os selvagens e seus atos estúpidos.

-Então...-Começou a mesma, chamando minha atenção para si.-O que houve? -Sua preocupação e  curiosidade era perceptível  e principalmente sua dúvida.

   Estava pensando em revelar,  porém Jennie entrou na sala jogando o livro sobre a mesa de Lisa, com uma expressão séria no rosto enquanto movia o seu piercing na sobrancelha  com o dedo.

-O que quer? -Perguntei  tentando parecer ameaçador,Porém ela apenas levantou o dedo me fazendo se calar.

-Me ajude a estudar para prova, às  17:00 em minha casa- Ditou a garota e Lisa apenas assentiu. -Esteja lá  -E Entao ela seguiu em direção a sua mesa, mas antes lançou  um olhar significativo para Lisa, eu não entendi naquele momento, aliás elas se odiavam, certo?

-Você vai mesmo?- Perguntei  em um tom baixo e Lisa assentiu timidamente.-O que?Por que? -Deixei transparecer  minha incredulidade e a mesma apenas  sorrio forçadamente antes de se levantar e se retirar do local.

   Eu poderia segui-la e pedir por explicações, mas a colocaria em uma situação  desconfortável e eu não faria isto consigo.

(...)

  Ao voltar para casa  passei novamente por aquela loja de discos, eu sentia uma imensa  vontade de entrar naquele local e procurar por aqueles  discos, e infelizmente eu seguir meus desejos. Minha mão coçava enquanto  eu seguia ate os discos proibidos, suspirei  procurando o mesmo daquela banda que o menino havia  me entregado, os peguei seguindo  até o atendente que sorrio para mim.

-Jungkook  também te influenciou? -Perguntou o mesmo e  meu olhar confuso caiu em si. -Jungkook...- Repetiu  o nome para que eu relembrasse, porém nada voltou a minha mente. - O garoto  tatuado de cabelos azuis

  Logo o garoto voltou a minha mente e eu o olhei surpreso, havia perguntas  presas em meus lábios, e infelizmente eu as fiz.

-Ele vem sempre aqui? -Perguntei em um tom de nervosismo e o mesmo lançou me um sorrio malicioso.

-Então o JJ  tem um outro  admirador -Tentei suprimir meu descontentamento ,mas minha careta deixou explícito. -Não, JJ ta sempre na Praça abandonada, ele vem aqui as vezes. Não o vejo  muito- Deu de ombros e retirou o avental me olhando sugestivo. -Estou indo pra la agora, quer ir comigo? -Perguntou  doce e eu permaneci  pensativo. -Aliás,  me chamo Min Yoongi, e você?

  Seu sorriso era doce, e seus cabelos era em um tom Preto, ele tinha  um Pele pálida  e nao continha tatuagens  ou piercing,ele era normal.

-Park  Jimin- Estendi  minha mão esperando que o mesmo apertasse,  Porém ele fez um toque  que me deixou confuso. Mas aceitei o ato completamente repentino.

-Então Park  -Começou com entusiasmo enquanto fechava a loja.-Vai comigo?-Seu olhar era inocente,  constatei  que deveria ir, meus pais não perceberiam pois estariam na igreja, e aliás....eu tinha uma imensa vontade de rever aquele menino.

-Sim.

   Conversávamos  animadamente,tínhamos  gostos em comum e Yoongi era realmente interessante e inteligentes. Descobri que o mesmo tem medos incomuns, como ele teme o sol. Por isso trabalha ao entardecer, ele tem inúmeras fobias como mim. E já estudou inúmeros idiomas, seu pai está no exército  mas sempre pergunta e cuida dele, ele perdeu a mãe no parto,  e é  gay.

-Os meninos vão amar voce -Ele estava animado,e isto de alguma forma me contagiava, Porém deveria admitir que me encontrava nervoso por esta á sair sem a permissão de meus pais.

    Assim que me aproximei da Praça,la lá estava um grupo de garotos com música em um volume alto e inúmeras bebidas em mãos.

-Eles dizem para amar os próximos, Mas são as porra  de uns hipócritas!- Berrou o garoto de capuz que se encontrava de costas. - Pois eles nos negam, por medo , MEDO  QUE NÓS OS DESTRUIMOS!  -Então todas as pessoas ali gritaram com entusiasmo  em direção ao garoto. -Olha, aqui temos um normal -Disse o menino se aproximando  de mim e segurando em meu rosto com brutalidade.-O que deveríamos fazer com você? - O cheiro forte de bebida revelava que ele não se encontrava em seu estado normal.

-Nada, toque nele e irei te ferir -Disse Jungkook  se aproximando  e seu olhar caiu em mim, Enquanto  um sorriso de canto surgia em seus lábios. -Bem vindo ao meu Império. -Seu olhou desviou do meu e o mesmo apertou fortemente o taco que segurava em uma das mãos. -Jisoo está morta simplesmente porque amou, amou alguém do mesmo sexo. Eles tiraram alguém que amávamos, e hoje iremos tirar o que eles amam. Então crianças, colocam suas máscaras, e destruam essa cidade.

A ordem de Jungkook foi respeitada,e ele sorrio ao ver todos correrem em direção às lojas começando as destrui-las. Isto era irracional e estava me deixando em total desespero, e então com a imensa coragem , eu fui até Jungkook e chamei sua atenção.

-Isto é imoral e desumano! -Gritei em desespero e ele apenas me lançou um olhar frio que me fez me calar rapidamente.

-Nós já não éramos humanos, alias, somos selvagens, certo?- O tom de voz rouca carregado na ironia e a expressão séria, tudo isso me assustava. Ele sorrio antes de colocar a máscara de palhaço que havia em sua mão. -Somos monstros , Porque vocês nos transformaram assim.

Após isso eu segui a casa, não conseguia ver tudo desmoronando, me sentia com um imenso peso sobre as costas, E Yoongi me acompanhou.

-Você concorda com isso? -Disse com a voz embriagada por conta da imensa vontade de chorar.

-Não.

-Jungkook é um estúpido!- Disse em um momento de fúria e Yoongi suspirou antes de me interromper.

-Jungkook só está frustrado e assustado, a morte de Jisoo causou muito impacto ,Jimin. -Seu tom era suave e eu apenas prosseguir com os resmungos até que ouvi suas outras palavras. -Jisoo era irmã de Jungkook... e foi morta por integrantes ruins da igreja, simplesmente porque amou uma garota.


Notas Finais


Gente, vcs tem dúvidas sobre algo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...