História Niece To Daugther - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Drama, Romance
Exibições 38
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem <3

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Niece To Daugther - Capítulo 1 - Prólogo

 

Minha vida sempre  foi resumida  em casa e hospital . Talvez eu possa chamar o hospital  de casa , porque eu passo a maior parte do tempo lá . 

 Ah me Desculpa  , não me apresentei ainda , meu nome é Vitória  , minha mae me deu este nome pois eu nasci prematura e quase morri  no parto , sim isso não é uma história  muito  Boa de se contar , mas o legal ( ou nao ) é que estou viva e tenho 25 anos ,  nao me concidero velha  e nem nova , acho que estou muito bem . 

 Sou médica pediatra ja faz exatamente 3 anos , não é muito tempo mas  foi o bastante para eu ser uma pediatra bem conhecida na minha cidade e em algumas cidades próximas daqui . 

 Moro em Los Angeles , e amo minha cidade e também meu trabalho , mas devo admitir que as vezes me canso . 

 Hoje é um dia comum para muitas pessoas , mas para mim não , hoje é o dia em que meu irmão irá vir me visitar , ele e sua filha Sophia  , estou muito anciosa  para ve-Los , faz muito tempo que não os vejo . 

 

- Dra Vitória,  o telefone - ouço uma enfermeira me chamar após abrir a porta da minha sala , sem pedir permissão , mas tudo bem hoje é um dia muito especial , para eu ficar brava.

 

- tudo bem irei atender - estiquei meu braço para pode pegar o telefone e a enfermeira que estava com ele me alcançou - Obrigada - a enfermeira assentiu e saiu , para tratar do seus afazeres. 

 

- olá... - espero anciosa para ouvir a voz do outro lado da linha , minhas esperança eram que talvez fosse o meu irmão dizendo que estava em frente ao hospital  para me pegar e irmos embora 

- alô , é a Srta  Vitória  Baker ? -minhas esperanças e o meu sorriso se desfez no momento em que uma voz desconhecida me merguntava quem eu era .

- Sim sou eu , no que posso ajudar ? -  devo admitir  que estou um pouco nervosa 

- seu Irmão Taylor Baker , sofreu um assidente grave , onde ele acabou falescendo mas sua filha conseguiu resistir - Quando ouvi a palavra " faleceu " meu coração bateu mais forte do que antes , que estava calmo . Uma lágrima teimosa , caiu e minha mão foi direto para Minha boca que estava aberta , de tão chocada que fiquei com a notícia 

- em que hospital eles estão ? - falei um pouco rápido e minha voz saiu um pouco trêmula por causa da vontade de charar 

-  Aqui em Children's  

- okay estou indo , obrigado por me avisar - ouvi  um " de nada " e mais alguma coisa do homem do outro lado da linha , e desliguei , não pensei duas vezes e sai da minha sala e fui direto na minha chefe pedir permissão para sair , a mesma deixou . Fui correndo para o hospital Children's que não ficava tão longe,  de carro  leva em torno de 15 minutos para chegar .

 Chegando no hospital fui até a recepcionista e falei o nome dos pacientes , que eram Taylor Baker e SophiaBaker . A mulher me disse onde estavam e fui até o quarto de Sophia . A mesma estava com alguns curativos no corpo e alguns arranhões em seu rosto , mas nada grave . 

 

- Senhorita Vitória?  - perguntou  o Médico que estava no quarto examinado soph 

- sim - o respondi e fui direto ver melhor soph . Ela estava dormindo tranquilamente   , mal sabe ela que seu pai faleceu .

- dei um medicamento para ela dormir - assenti após o doutor falar . 

- onde está meu irmão ? 

- ele está encubado em uma sala aqui próximo  , quer ir ve-lo ? - não sabia se iria ve - lo , estava com medo de ver meu irmão morto 

- porque ele está encubado ? 

- pois é o que está mantendo ele " vivo " - o Médico  em minha frente vez aspas com suas mais quando falou a palavra vivo 

- na verdade todos órgãos do corpo  estão funcionando , mas o seu cérebro  não está mais funcionando devido a pancada  -  suspirei profundamente para não chorar  , mas minha vontade venceu , uma lágrima caiu do meu olho , mas foi a única que deixei escapar . 

 - quero ve-lo - o Médico assentiu e logo estávamos indo na sala do meu irmão . 

 Chegando lá , ele estava com um cubo na sua cabeça  , o que deixava ele levemente vivo , não sei se está expressão é certa . cheguei  mais perto do meu irmão e consegui ver o seu rosto todo machucado , estava uma imagem horrível . Não consegui segurar minhas lágrimas , e elas caíram .


Notas Finais


Espero que tenham gostado :D
Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...