História Niece To Daugther - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Drama, Romance
Exibições 26
Palavras 869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem <3

Capítulo 5 - POV Justin Bieber


Fanfic / Fanfiction Niece To Daugther - Capítulo 5 - POV Justin Bieber


POV Justin 
Já estava indo a caminho do restaurante que escolhi para levar Amanda e recebi uma ligação dela 
LIGAÇÃO ON 
- Justin que demora  , estou quase criando raiz - Fala amanda do outro lado da linha , ela estava realmente nervosa , não aguento mais ficar ouvindo ela reclamar,a voz dela ja esta me enojando 
- Calma Amanda ja to chegando - desligo a ligaçao,  pois não quero descotir com ela , não aguento mais o que está acontecendo entre nós acho que temos que ser adultos e botar um ponto final nisso , continuar com algo que JÁ acabo faz tempo não da certo 
- até que emfim - fala Amanda ao entrar NO carro , não quero ser chato mas este perfume dela está me deixando enjoado 
- Não reclama por favor - digo 
 Ao chegarmos no restaurante , que o mesmo é bem simples , não quero deixa-la com expectativas  , fomos nos sentar em uma mesa com duas cadeiras uma em frente a outra , logo um garçom veio para nos atender 
- Aqui estão os cardápios , daqui a pouco venho para anotar os seus pedidos - diz o garçom ao meu lado que estava com um semblante ótimo , parecia que era o seu primeiro emprego , me lembro da primeira vez que trabalhei,  devia de ter uns 14 anos , meu pai não estava mais aceitando eu jogado no sofá do meu quarto jogando videogames , acho que foi a coisa mais certa que meu pai JÁ fez comigo . comecei trabalhando como asistente de montador de computadores ( sim esta profição existe ) nos primeiros dias eu não gostava do emprego , mas depois de um mês eu comecei a levar mais a sério o meu trabalho , aí eu comecei a me entereçar por Medicina , ai você  se pergunta" o que tem haver " então eu mexia dentro dos computadores e é incrível que os computadores tem uma peça como se fosse o cérebro , tem muita coisa em comum com a medicina e ao mesmo tempo nada haver  . Ai comecei a pesquisar sobre medicina e minha paixão se aumentava ainda mais  . 
- ja sabe o que vai pedir - digo ao notar que estávamos em silêncio e Amanda ja estava me olhando com cara de tédio 
- Sim - da de ombro , em seguida chamo o garçom e o mesmo vem com aquela alegria 
- Eai ja sabem o que vão pedir ? - diz o garçom  Ao meu lado 
- Sim , vou querer espaguete à bolonhesa e você - me refiro a Amanda 
- Vou querer o mesmo - Amanda fala enquanto o garçom anota nossos pedidos , depois ele murmura um " ok" e sai em direção a cozinha para que preparacem nossos pedidos 
- como está?  - tento puxar papo , pois estava muito silencioso   o que me deixava extremamente agoniado
- Bem - Amanda da de ombro e continua mexendo em seu celular , que raiva 
- okay Amanda , da pra você me dar atenção - Amanda olha para mim e se endireita na cadeira onde estava sentada 
- tudo bem , o que quer conversar ? 
- sobre nosso relacionamento , pois não podemos agir como se nada houvesse acontecido - Amanda parecia estar calma , ao contrario de mim,  nunca fui bom para dar um fora em uma garota 
- tudo bem , acho que está  bem claro que não nos aturamos mais - Agora Amanda parecia nervosa 
- tudo bem , só que ninguém precisa saber do nosso fim - Amanda se espanta com o que eu falo , o que não entendo 
- então é assim , acabou ? - Amanda ja estava gritando o que me deixava mais nervoso ainda 
- Amanda por favor da pra parar de gritar estão todos nos olhando 
- sabe como sou , porque me trouxe em um restaurante  para me dar um pé na bunda - Amanda ja estava passando dos limites 
- ta , foi um erro ter trago você pra cá , mas ja que estamos aqui , da pra colaborar e não gritar - Amanda assente e respira fundo , logo o garçom ja estava trazendo nossos pratos 
- obrigado - agradeço após o garçom terminar de colocar os pratos 
- de nada , e boa refeição  Ao casal- logo o garçom vai embora.  
- ja acabou?  - digo após terminarmos de comer  
- Sim ja acabei - Diz Amanda limpando a boca com o guardanapo
- okay então JÁ está decidido 
- o que está decidido ? 
- o fim do nosso namoro - Amanda fica alguns segundos em silêncio 
- Não - da de ombros 
- Não o que Amanda ? 
- Não acabo até eu dizer que acabo - Eu sinceramente não entendo as mulheres uma hora fala que não da mais e outra não 
quer acabar 
- Amanda tá louca ? 
- Não 
- Como vamos continuar com algo que não da mais ? 
- Tudo bem , então acabo o nosso namoro - Amanda se levanta a sai  do restaurante e me deixando sozinho sem entender nada .
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...