História Nightmares - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Zayn Malik
Tags Ariana Grande, Nightmares, Pesadelos, Zayn Malik
Visualizações 42
Palavras 1.192
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Repostando a fanfic, pois estava com saudades de escrever para vocês <3

Capítulo 1 - Agatha


Fanfic / Fanfiction Nightmares - Capítulo 1 - Agatha

É muito estranho todo esse lance dos pesadelos. O mais estranho ainda é eu não ter descoberto nada a mais, é sempre a mesma coisa.

Desci para tomar um café, já que não conseguiria dormir novamente mesmo.

“Quer que eu faça algo de especial? ” Minha mãe veio até mim, me dando um beijo no topo da minha cabeça. “É bom tomar uma xicara de café se quiser ficar acordada hoje na aula”- assenti.

Busquei uma xícara no armário e assim que a peguei na mão, escutei um grito no fundo da minha cabeça, um grito mais parecido com um pedido de ajuda

“Ouviu isso? ”- perguntei a minha mãe que estava concentrada em seu jornal

“Isso o que querida? ”- olhou para o chão, perto dos meus pés- “o que houve Agatha? ”- veio assustada até mim. Quando olhei para o chão havia deixado a xícara cair, se espatifando no chão.

“Acho que foi quando me assustei”- me abaixei para ajudá-la a pegar os pedaços de porcelana no chão. “Certeza que não ouviu nada? ”- ela me confirmou que sim.

Tomei um banho de banheira para tentar relaxar um pouco, estava com os nervos tensos, e isso só iria me prejudicar na aula de hoje.

“Querida, está na hora”- escutei a voz do meu pai atrás da porta

“Já estou indo”- liberei a agua da banheira e voltei para o quarto, para me trocar.

Coloquei uma roupa simples, pois não estava muito afim de me trocar, e pensar que teria que olhar para a cara de Nathan, piorava a situação. Nathan era meu Ex namorado, terminamos, pois, ele me dissera que não poderia esperar por mim. Quando digo esperar, digo no sentido de sexo. Não consigo olhar para a cara dele, pois ele sempre dizia que me amava, para depois fazer isso comigo? Sinto que ainda gosto dele, o que piora ainda mais as coisas.

“Vamos? ”- Dylan apareceu no meu quarto, já todo arrumado. Fiquei olhando para ele alguns segundos, e pela primeira vez pude notar o quanto somos parecidos. Ele é um ano mais velho que eu, mas sinto como se fossemos gêmeos, mesmo ele sendo Gêmeo de Wendy.

Wendy já havia passado na faculdade, mas Dylan não conseguiu, já que não é tão bom em exatas para conseguir passar em engenharia. Ele fazia o mesmo curso preparatório que o Harry, o garoto que sou afim desde o começo da minha adolescência.

“Vamos”- sorri junto a ele.

Chegamos rapidamente a cozinha, onde meus pais e Wendy estavam sentados, nos esperando.

“Wendy os levará essa manhã”- Wendy era minha irmã mais velha. Adorava quando ela ia comigo na escola quando menor, mas hoje em dia ela adora me fazer passar por momentos constrangedores.

Wendy levantou a cabeça, me encarando de cima a baixo

“Já pensou em levar Agy ao Médico? ”- Wendy disse à minha mãe- “ela não está bem”- veio até mim, colocando a mão gelada na minha testa, para checar minha temperatura.

“Pare com isso Wendy”- tirei sua mão, sorrindo junto a ela- “o que tem de errado? ”

“Cadê seu salto alto? Ou suas saias rodadas? ”- voltou a se sentar do lado da minha mãe

“O diretor me proibiu de usar salto”- rodei os olhos ao dizer- “ e não estou a fim de usar saia hoje”- completei

“Vamos crianças, ou vão se atrasar”- deu um beijo em todos nós e subiu de volta ao quarto.

“Eu vou na frente”- Dylan gritou, saindo correndo para fora de casa.

Minha escola existe todos os tipos de pessoas, desde os descolados- minha turma, é claro- até os Nerds- minha turma também.

Existem os Bad Boys, que são os garotos mais bonitos da escola- somente na minha opinião, já que todas preferiam os jogadores- porém não sei o nome de nenhum; e existe as “Más influências”, que são os garotos que só ficam do lado de fora da sala de aula fumando, ou pichando o muro da quadra.

“Boa aula”- Wendy nos disse assim que saímos do carro.

“Já sabe né? Você não é minha irmã”- Dylan me disse antes de encontrar os seus amigos na porta da escola.

Férias seriam ótimas, pena que acabei de voltar delas. Férias de inverno são monótonas, pois duram muito pouco.

“Eu não acredito”- escutei uma voz fina vindo atrás de mim, sim, era Toy- “o que houve com suas roupas? ”- arregalou os olhos me encarando

“Também estava com saudades vadia”- a abracei- “quanto as minhas roupas, digamos que estou experimentando estilos novos ”-menti. Se ela soubesse que era por causa de Nathan, me daria gelo por 1 mês.

“Até que ficou legal’’- pegou na minha mão me girando- “mas isso significa que está doando suas outras roupas? ”- perguntou animada, mas murchou depois que neguei com a cabeça.

Entramos na sala de aula, e é sempre bom rever os amigos, mesmo sendo um bando de idiotas. Você acaba se apegando a eles.

“Oi Agy”- disse rapidamente me dando um beijo no rosto, e quando me distanciei, pude ver que era Nathan-“ como foi suas férias? ”- tinha um sorriso grande no rosto, talvez estava realmente feliz por me ver, ou poderia estar sacaneando novamente com a minha cara. Preferia pensar na primeira opção.

Encarei meus tênis antes de responder “boas”- ele assentiu e voltou a se sentar no lugar de sempre, na última cadeira da fileira.

Me sentei em frente à mesa do Professor, ao lado de Andy. Gosto dessa garota, apesar dela forçar um pouco para ser minha amiga.

“Bom dia pessoal, como foram os seus dias de férias? ”- todos respondemos em perfeito uníssono

“Boas”

“Ótimo, mas agora como todos sabem, eu espero, estamos no nosso último ano escolar”- Todos começaram a bater seus cadernos nas mesas, fazendo a maior baderna- “sei que é animador, mas ainda precisamos falar sobre Shakespeare”.

Adorava meu professor de literatura. Adorava ainda mais sua beleza. Era quase impossível prestar atenção na sua aula. Se você fizesse contato visual, um dia se quer, se tornaria, basicamente, uma estátua. Talvez seja por isso que sou a única a tirar notas boas em sua matéria, já que os garotos não levam muito literatura a sério. Pelo menos, não os da minha sala.

O sinal finalmente bateu, e assim que vi todo aquele movimento nos corredores, pessoas se abraçando, pessoas se beijando, comecei a ficar tonta, e se não fosse pelo Professor Jobs me segurando, teria ido de cara ao chão.

“Você está melhor? ”- Professor Jobs segurava meus ombros, enquanto tentava olhar nos meus olhos.

“Sim. Não dormi muito bem esta noite”- ele me soltou, e eu voltei a ficar ereta, mantendo a pose.

“Se quiser, pode tomar um café na minha sala”- recusei, o que eu menos preciso agora é hálito de café.

Fui andando em direção ao meu armário, torcendo para não ter mudado ele de lugar, até que escutei uma voz conhecida, chamando o meu nome

“Agatha”- gritara novamente, mas não havia ninguém próximo a mim.

Fechei o armário e continuei andando em direção ao corredor, talvez seja somente a minha imaginação me atormentando como esta manhã.

“Agatha”- dessa vez foi mais alto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...