História NightPieces || Sterek - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals
Personagens Allison Argent, Camille O'Connell, Derek Hale, Hope Mikaelson, Jordan Parrish, Joshua "Josh" Rosza, Klaus Mikaelson, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Exibições 174
Palavras 1.047
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Stiles, Stay With Me.


Fanfic / Fanfiction NightPieces || Sterek - Capítulo 22 - Stiles, Stay With Me.

— Chris, desculpa mesmo, mas é que o remédio dela está nessa bolsa. — Derek se desculpou pela vigésima vez ao telefone.

— Tudo bem, Derek! De qualquer jeito é caminho pois tenho que deixar Isaac em casa. — a voz do outro lado do telefone estava animada.

Derek pegou a cadeirinha onde July estava dormindo e saiu do carro, andando até a porta de casa, e quando mexeu na maçaneta, a tranca estava quebrada e a porta se abriu sozinha.

— Argent... — ele pôs o telefone no ouvido com uma voz tensa. — Tem alguém aqui...

O barbado segurou com firmeza a alça da cadeira e olhou para o interior da casa, ficando totalmente paralisado ao ver o que estava a sua frente. O chão estava arranhado e manchado de sangue, o rastro levava até dois corpos estirados no chão, e um desses era Stiles.

— Derek? — ele ouviu a voz de Argent.

— Chamem uma ambulância... Agora! — gritou e pôs July no sofá, logo indo até Stiles. Ao se ajoelhar à seu lado, pôs o telefone no viva voz e começou a falar novamente. — Isaac, você que...

— O que houve com o Stiles? — perguntaram.

— Eu não... Não sei! Tem um homem aqui e ele.. Ele está sangrando muito. — ofegou.

— Derek, me escuta. — a voz de Isaac era serena. — Eu já chamei uma ambulância, agora você vai se acalmar e examiná-lo. Tudo bem?

O barbado tremia, estava tão desconcertado que não sabia se Stiles realmente não tinha pulso ou se ele estava fazendo errado. Voltando a olhar para o menor, encarou seu rosto ensanguentado, os cortes por todos os lugares, principalmente no pescoço, e o pulso aberto. Pela primeira vez em uma vida ele sentiu vontade de vomitar ao ver algo do tipo.

— Derek! — Isaac chamou mais uma vez.

— Tudo bem, tudo bem... — suspirou — Provável concussão... Mas parece ser mais grave. Taquicardia, — olhou para o rosto do menor e viu que ele estava lutando contra o desmaio — semiconsciência... — ele pegou o pulso de Stiles e analisou a ferida aberta. — Artéria radial e tendões rompidos... Corte profundo no pescoço.

— Quanto sangue? — Isaac parecia estar pensando em algo.

— Ele está em estado de choque, perdeu de trinta a cinqüenta por cento de sangue no organismo... —  começou a pressionar o pulso. — Vamos lá, Stiles, fica comigo. Por favor...

— Nós temos quinze minutos... — ele ouviu a voz de Isaac.

— Para? — Derek soluçou.

— Para salvá-lo.

O barbado não disse mais nada, apenas olhou para July que dormia tranquilamente em sua cadeira. Era melhor assim. Isaac havia avisado que algumas viaturas também estavam a caminho da casa de Derek e o mesmo voltou a prestar atenção no corpo jogado no chão, e foi quando a ficha caiu. Ele olhou para Stiles incrédulo, e depois voltou a olhar para o corpo, mas logo balançou a cabeça, tentando entender tudo que poderia ter acontecido. Imaginou o que acontecera com Stiles e com aquele homem. Mas estava confuso demais.

Ele esperou pela ambulância impacientemente, e para a sua surpresa ela chegou junto com Argent e Isaac.

Os paramédicos mal deram tempo de ambos respirarem e começaram a preparar Stiles para ir para a maca.

— Eu preciso ir... — Derek se levantou. — Levem a July para o Scott.

— Vai tranquilo, estamos bem atrás de você.

°°°

Derek observava os paramédicos fazendo tudo o que deviam com lágrimas nos olhos, ele estava tão machucado, era pior vê-lo sem sua camisa. Agora Stiles tinha perdido totalmente a consciência, seus lábios estavam azulados e sua pele cinza, Derek nunca vira nada assim, e era pior ver Stiles daquele jeito.

Eu não posso perdê-lo... Por favor, me leve, tire tudo de mim, mas deixe-o vivo, eu imploro.

Enquanto Derek conversava com si mesmo, a correria na ambulância aumentou consideravelmente. E só depois ele ouviu o medidor de batimentos indicando que não havia batimentos. O peito de Stiles já não subia e descia lentamente, ele estava parado. Derek observou os paramédicos pegando os desfibriladores em choque, ele não conseguia mover um músculo, seus olhos obrigavam-o o olhar aquela lastimável cena, e ele deixava o choro vir ao poucos. E ver os homens tentando trazer Stiles de volta era ainda pior.

Na chegada do hospital, eles saíram desesperados com Stiles da ambulância e uma enfermeira miúda acompanhou Derek até a sala de espera, ajudando-o a se sentar e respirar melhor. Ele estava experimentando muitas novas sensações, e a pior delas foi o ataque de pânico que estava tendo, o desespero por não conseguir respirar bem estava tirando-o do sério. A enfermeira fez Derek encostar as costas na poltrona e começou a conversar com ele, falava coisas boas, e aos poucos o barbado foi voltando ao normal.

Isaac e Scott chegaram no momento em que Derek estava começando a melhorar, e sentaram-se ao seu lado e tentaram acalmá-lo assim como a mulher fazia. Mas a verdade é que Derek não iria se acalmar enquanto não visse seu amor bem.

Scott chorava baixinho e Isaac o consolava calmamente enquanto explicava para Derek que July estava com Lydia e Parrish em casa. Pelo menos uma notícia boa.

Depois de alguns minutos um médico viera avisar que Stiles havia acabado de entrar na sala de cirurgia, e por mais que ele tentasse passar esperança, Derek via a falta de fé em seus olhos, sabia o que isso queria dizer e saiu as pressas do hospital quando percebeu. Precisava respirar, precisava pensar em algo bom, qualquer coisa. Mas que coisa? Ele também não sabia. Mas ao invés de ficar parado, ele ligou para Cora e mandou que ela viesse junto com Melissa e John para Nova Iorque, e explicou o por quê. Mas disse que para John ele mesmo contaria. Então início a chamada com um nó na garganta.

— Olá, Derek! — a voz animada de John o fez soluçar, e ele logo ouviu o tom do homem desanimar. — O que houve?

— Stiles está em cirurgia... Precisa vir para cá agora, te explicarei tudo quando chegar.

— O que aconteceu com meu filho Derek?

— Só chegue o mais rápido possível.


Notas Finais


Palpitações, palpitações...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...