História NightPieces || Sterek - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals
Personagens Allison Argent, Camille O'Connell, Derek Hale, Hope Mikaelson, Jordan Parrish, Joshua "Josh" Rosza, Klaus Mikaelson, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Exibições 163
Palavras 1.130
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Be More Careful


Fanfic / Fanfiction NightPieces || Sterek - Capítulo 23 - Be More Careful

Derek e os outros já estavam ali a horas; horas sem uma notícia sequer. Eles dormiam e acordavam, andavam sem rumo pelo hospital ou iam ver a cidade lá fora. Todos já estavam por um fio de surtar, principalmente Derek. Ele não havia fechado os olhos por um minuto sequer nessas cinco horas, apenas olhava para a mesa de vidro a sua frente com angústia. Pensando em como explicaria para John o que acontecera com Stiles sem saber o que realmente aconteceu, como aconteceu. Mas também não queria saber.

— Familiares de Stiles Stilinski? — ele ouviu a voz de outro médico, ele tinha  pele morena e cabelos negros.

— Sim? — foi o primeiro a levantar. — O que houve? Como ele está?

— Primeiro, eu sou Joshua, o medico enviado por Klaus. — tentou sorrir.

— Como ele sabia?

— Ele sabe de tudo aqui. — disse um pouco assustado. — Foi uma cirurgia difícil, ele teve uma parada cardiorrespiratória — Derek olhou para o homem, tentando dizer a ele que aquilo não estava ajudando. —, mas ele está instável. Os nervos e tendões da mão já foram religados.

— Ele vai ficar bem? — era Scott quem falava agora.

— Ele está respirando sozinho, mas os bastimentos estão muito fracos... Eu não sei dizer. Sinto muito. — o olhar de Joshua foi de encontro ao de Derek, que estava um pouco pálido. — O senhor está bem?

— Sim... Sim... Eu só... Eu só preciso de ar. — ele saiu cambaleante do campo de vista de todos rapidamente, Isaac bufou e olhou para o médico novamente.

— Quando eles poderão vê-lo? — perguntou.

— Em breve.

Scott e Isaac observaram Joshua se afastar em silêncio, o moreno começou a chorar e dar passos sem plano para trás, obrigando o outro a segurá-lo. Isaac não tinha palavras para confortar ninguém naquele momento, nunca fora bom nisso, mas ele teve a grande ideia de dar um abraço em Scott, e ouviu o garoto desmoronar em seus ombros, o que por um lado era bom.

— Se algo acontecer com ele eu não sei como vou viver... — Scott sussurrou. — Se eles voltarem...

— Nada vai acontecer com ele, McCall... — Isaac tentou parecer otimista — Derek não vai deixar, eu não vou.

•••

— Derek? — o barbado ouviu a voz de Parrish e o viu se aproximar com Lydia e July.

— Eu vou entrar... — a ruiva avisou e os dois homens assentiram.

— Você está bem?

— Eu pareço bem? — Derek perguntou hostilmente.

— Não é sua culpa... — ele sussurrou sentando-se ao seu lado. — Ninguém além daquele cara tem culpa.

— Eu sabia que isso ia acontecer um dia, só não sabia que seria com ele. — disse trêmulo.

Parrish encarou Derek tristemente, o amigo estava quase em choque; suas mãos tremiam, ele não fazia contato visual e tinha a voz falha. Queria ajudar, mas não tinha como ajudar naquele momento, nada poderia fazer Derek se sentir melhor.

— Eu fui a sua casa antes de vir para cá e exigi um relatório... — disse.

— E o que eles disseram?

— Quase nada. — bufou — O nome do homem era Fich, ele fazia parte da Grey Gold...

— O QUÊ? — a respiração de Derek travou e o mesmo tossiu. — Você está dizendo que... Não pode ser...

— Provavelmente, Stiles não era o alvo. E coisa pior está por vir. — a voz saiu falha.

— Tem alguma coisa nisso... Algo que a gente não ta vendo.

Derek abaixou a cabeça e respirou fundo. Revendo e lembrando de tudo que aconteceu nesses anos, era horrível se torturar daquela maneira, voltar a deixar a culpa pesar, mas ele não conseguia evitar.

Passados alguns minutos, os dois voltaram para a sala de espera, Lydia estava sentada com July dormindo nos braços, e Derek conseguiu soltar um sorriso. Ele perguntou para Lydia se ela queria deixar a pequena com ele, mas a ruiva recusou, disse que não tinha problema ficar cuidando dela. Ele apenas concordou.

O barbado andou de um lado para o outro quando viu Joshua andando em sua direção, e logo chamando-o à seu encontro, ele foi sem falar nada, e o médico o guiou até o andar onde provavelmente Stiles estava. Preparando seu coração, Derek caminhou pelo corredor cheio de janelas de vidro que davam para os quartos, e ao chegar no final, olhou para uma delas, vendo o seu amor através da mesma. Ele estava desacordado e sem camisa, inúmeros fios e curativos tomavam seu tórax e braços; o rosto estava sereno e o cabelos levemente bagunçados. Derek encostou a mão no vidro e soltou um suspiro seco e aliviado, vê-lo ali era tudo o que mais queria. Stiles estava vivo.

— Sr. Hale, pode ficar quanto tempo quiser. — Joshua sussurrou — Ele acordará logo.

— Por que ele está aqui? Assim? — perguntou curisoso.

— Estamos em alerta com ele... — sussurrou.

— Mas vocês disseram que estava tudo bem. — a preocupação tomou o coração de Derek.

— Ele perdeu muito sangue. Estamos fazendo transfusões mas... Nós temos que esperar, pela manhã ele já deve estar no segundo andar. — explicou.

Derek apenas assentiu e observou Joshua se afastar falando que iria conversar com os outros.

Ele andou até a porta e entrou no quarto com temperatura agradável, a respiração de Stiles era pesada e audível de onde estava, e ele o encarou assustado.

— Espero que isso não seja medo... — o menino sorriu enquanto falava e Derek quase correu até ele, segurando sua mão enfaixada. — Au!

— Me desculpa... Eu... Eu... — ele largou a mão de Stiles.

— Ei, shh... Está tudo bem, está tudo bem.

O barbado sorriu e beijou a testa do menor, e sentiu o mesmo suspirar aliviado. Quando voltou a encará-lo, o garoto tinha lágrimas nos olhos, estava deixando sua dor sair, mas lutava para isso não acontecer ao mesmo tempo. Derek não aguentou e deitou-se ao seu lado, tentando passar a mão por baixo de suas costas sem machucá-lo, e suspirou ao conseguir.

— Não foi culpa sua... — o barbado sussurrou enquanto tentava não pôr peso no peito de Stiles.

— Eu matei um homem... — soluçou — Eu provavelmente vou ser preso por isso...

— Não vai. — Derek engoliu a seco. — Foi autodefesa, Stiles.

— Você não entende... — as lágrimas estavam deixando suas bochechas quentes.

— Por que você fez isso?

— O quê? — a confusão o fez parar de chorar.

— Por que você fez isso, Stiles? — Derek pareceu rude.

— Ele ia te machucar... Machucar a July. Então eu o machuquei primeiro.

— Então eu te entendo.


Notas Finais


Desculpa a demora, gente! Maratonei The Flash hoje...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...