História Night's Pleasurable - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Chanbaek, Kaisoo, Lemon, Namjin
Exibições 32
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Lemon, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu não costumo colocar muitos lemons nas minhas Fanfics então criei uma história só para escrever lemons <3 "Vc é idiota né Yasmin?" Sou.
Comecei com KaiSoo que é meu OTP supremo, meus pais, minha segunda religião. sz
Boa Leitura <3

Capítulo 1 - Night's Pleasurable: Cap 1: KaiSoo


Fanfic / Fanfiction Night's Pleasurable - Capítulo 1 - Night's Pleasurable: Cap 1: KaiSoo

 22h00min, Dia 19, Quarta-Feira, Seul, Coréia do Sul. Jong In jantava com KyungSoo num dos melhores restaurantes da cidade. Após terminar sua refeição degusta seu vinho suave. Desbloqueia a tela de seu Iphone 7, olha as horas e responde algumas mensagens de seus funcionários.

  -Amor, o que está olhando? KyungSoo pergunta limpando delicadamente o canto de sua boca com um guardanapo.

  -Nada demais. Terminou? Bloqueia a tela do celular e guarda em seu bolso.

  -Sim. Podemos ir embora?

  -Claro. Chamo o garçom e pago a conta. Peço o carro para um dos seguranças da garagem. Após alguns minutos entro e começo a dirigir.

  -Amor... Eu quero ir há algum lugar... Diz KyungSoo acariciando a coxa direita de Jong In.

  -Parece que vamos passar a noite fora, não é mesmo? Dou um sorriso malicioso e estaciono no Motel favorito de Kyung.

 Alguns seguranças do lugar pegam a chave do carro e vão para a garagem. Adentro o lugar com Kyung ao meu lado e paro na recepção. Uma moça muito bem arrumada e maquiada com o uniforme e um crachá do lugar me atende:

  -Boa Noite. O que os senhores desejam?

  -O melhor quarto do Hotel. Ordeno abrindo minha carteira para pagar.

  -Aqui está a chave. Tenham uma Boa Noite.

  -Obrigado. Kyung sorri e volta a me acompanhar.

 Entro no elevador e aperto o botão 15. Observo meu reflexo no espelho. Observo como sou lindo e elegante. Sou perfeito. Somos o melhor casal de Seul. Tenho dó dessas merdinhas, quer dizer, homofóbicos que acham que vão derrubar o meu império e destruir o meu casamento. Precisam ser como eu para me derrubar, porém, ninguém me derrubará já que Kim Jong In é um só.

 Chego ao andar e ando até o final do corredor. Destranco a enorme porta vermelha aveludada. A abro para Kyung passar. A tranco e escondo a chave no meu bolso. Deixo uma placa de “ocupado” na porta antes de fechá-la. Adentro o quarto e vou até a sacada que dá para observar boa parte de Seul. Afroxo minha gravata e volto para dentro.

  -Vai demorar muito aí, King? Ouço Kyung me chamar.

  -Aqui estou. Retiro meu paletó e desaboto alguns botões e fico de quatro em cima de Kyung.

  -Não seja tão Sexy assim. Kyung morde seu lábio de um jeito totalmente provocante.

  -Você é muito ousado, sabia senhor Do. Beijo seus lábios de uma forma totalmente selvagem e possessiva. Desaboto a camisa de Kyung e jogo no chão. O observo e volto a tomar seus lábios. Exploro mais um pouco sua boca e parto para o pescoço beijando e chupando. Isso com certeza deixariam marcas. Continuo a chupar até ouvir um pequeno e abafado gemido.

  -Eu ouvi um gemido? Sorrio sarcástico passando a mão sobre seu abdômen desnudo e definido.

  -Ouvi sim, senhor Kim. Kyung sai de baixo e se joga em cima de mim. Arranca minha camisa e abre o zíper da minha calça. -E eles serão seus. Arranha meu abdômen e puxa minha calça para baixo. Me deixando somente de cueca Box.

  -Vai ficar brincando mesmo comigo? Kyung não cutuque onça com vara curta. Digo provocante e sexy mordendo meu lábio inferior.

  -Agüente Kim. Logo serei seu. Sorrio sarcástico e volto o que estava fazendo. Sento em seu colo e começo a rebolar. Ouço gemidos altos e abafados. -Já? Eu disse para agüentar.  Kyung arranca minha cueca e começa a me masturbar. Logo lambe minha glande rosada e molhada pelo pré-gozo e chupa. Começa com vários movimentos de vai-e-vem. Gemo o mais alto que consigo. Ele percebe que vou chegar ao meu ápice e para.

  -Minha vez novamente. Subo por cima e chupo seus mamilos rosados. Ouço vários gemidos altos. -Vou te torturar até ouvir uma resposta. Lambo seu pescoço novamente. 

  -Me foda, King. Grita Kyung entre vários gemidos abafados.

  -Ohh. Gemo após receber um chupão no pescoço. Que ousado, senhor Soo.

  -Me chame de SatanSoo e farei o inferno de tão quente que ficará. Kyung retira seu resto de roupas e senta no meu membro.

  -Porra, Kyung. Gemo alto pelos movimentos lentos.

  -Como é? Ele arranha meu abdômen e puxa meu cabelo.

  -Senhor, SatanSoo. Gemo novamente mais alto.

  -Ótimo. Bom King. Ele aumenta a velocidade. Calvaga o mais rápido que pode em meu membro e chupa meu pescoço de forma agressiva. -Está vendo esses lábios? Eu assinto. -Eles irão te enlouquecer. Diz e toma minha boca como se fosse um enorme sorvete que está prestes a derreter. Percebo que atinjo seu ponto fraco, ou forte, como eu digo. Soo sai do meu colo e fica de quatro. Ajoelho-me, lambo sua entrada rapidamente e logo penetro com força. Dou várias estocadas fortes atingindo seu principal ponto, a próstata.

  -King... Soo geme alto. -Meu ponto fraco.

  -Você sabe o que acho disso. Puxo seus cabelos para trás. -Ele é o meu ponto favorito. Sorrio sarcasticamente. Após o aumento da velocidade percebo que estou próximo ao meu ápice. Saio e de Kyung e sento na cama. Do percebe e volta a chupá-lo com vontade. Acabo gozando em sua boca, Kyung toma meus lábios colocando o pouco do gozo que ficou em sua boca.

  -Você fode minha sanidade. Sorrio e belisco seu mamilo esquerdo.

  -É o meu objetivo. Ele ri sarcasticamente. Jogo ele na cama e começo a chupá-lo. Ouço gemidos abafados. Masturbo com uma alta velocidade até sujar minha mão com o seu sêmen. Jogo-me na cama ao seu lado e entrelaço minha mão com a sua.

  -Você acaba com a minha dignidade Kim Jong In. Diz KyungSoo ainda afobado.

  -É o objetivo. Rimos por um tempo e voltamos a ficar sérios. -Vou tomar um banho, você vem?

  -Só vou se...

  -Segundo Round, senhor Kyung? Na banheira?

  -É isso mesmo.

 Sorrio e levanto caminhando até o banheiro. É hoje que acaba a minha sanidade.  


Notas Finais


Desculpe pelo capítulo pequeno. O Lemon pode não ter sido muito bom pois é o terceiro lemon que escrevo na minha vida c'':
Desculpe qualquer erro na escrita.
Obrigada Por Lerem.
Bjos <3333333333333333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...