História Nina in London - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Personagens Originais
Tags Harry Styles, Nina Alcântara Cowell, Romance, Simon Cowell
Exibições 187
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HAYY!!
Aproveitem!

Capítulo 37 - Pajama Party


Enquanto Ruth me ajuda a levar refrigerantes e doces para o meu quarto, eu torço para não sofrermos uma overdose com todo esse açúcar. São quase duas horas da manhã. Nós chegamos a cerca de uma hora em casa. Chris trouxe o estoque de doces de sete mercados, e Cloe teve a excelente ideia de colocar o papo em dia, e eu tenho certeza, mas assim, muita certeza, de que quem mais vai se constranger sou eu. E também necessitamos atualizar Ruth, não tivemos tempo de deixa-la a par de tudo.

Eu já tinha colocado meu pijama (1) assim como as outras. Quando entramos no quarto, Chris estava mexendo no celular e Cloe surfando nos canais da minha Tv. Coloquei os copos no criado mudo e me aconcheguei em pernas de índio em cima da minha cama:

- Uhul! Tem chocolate! – disse Cloe, que largou o controle e se atracou numa das barras. Eu ri.

- Então, sobre o que vamos conversar? – perguntou Ruth.

- Nunca foi numa noite de meninas com Kim e Jess? – perguntou Chris, sentando em cima da cama, puxando o short do pijama um pouco mais para baixo.

- Ah... Sim... Mas elas só ficam pintando as unhas uma das outras, hidratando o cabelo e falando a listinha de quem pegaram...

- Eu tenho uma amiga minha no Brasil, que a definição de festa do pijama pra elas é essa também. – comentei.

- Mas aí, quem começa? – Cloe perguntou e as três olharam para mim.

- Tudo bem, vocês venceram. Mas o que querem que eu conte pra vocês?

- Como sua mãe reagiu quando contou pra ela que não era mais virgem? – Cloe perguntou bem na cara de pau. Ruth quase caiu para trás e se engasgou com a coca. Opa, eu não tinha contado pra ela.

- Vo-cê não... – neguei. Senti meu rosto esquentar. Aguentei um discurso da minha mãe sobre DST e gravidez, achei que já tinha me constrangido o suficiente.

- Bom, achei que seria pior... – eu disse respondendo a pergunta de Cloe, enquanto Ruth se acalmava de seu desespero pós descoberta de uma amiga não virgem. A maioria das minhas amigas no Brasil não são virgens, mas aparentemente, as pessoas aqui de Londres são mais reservadas. Ainda bem – Tipo, achei que ela ficaria nervosa comigo ou algo assim, ela só chorou e me deu uma palestra! – rimos nós quatro juntas.

- Seu pai sabe? – Chris perguntou.

- É claro que não! Ele vai querer matar o Harry se ele descobrir! Principalmente por que eu tenho dezesseis e o Harry vinte e um!

- Falando nisso, o aniversário do Harry não tá chegando? – Ruth perguntou enquanto vasculhava uma das sacolas repletas de doces.

- Sim, é em fevereiro. Em maio eu vou fazer dezessete... Nem acredito que daqui a um ano e meio nós vamos estar indo para a faculdade.

- Pois é... – Chis disse – Vai fazer aqui para ficar perto do Harry?

- Claro que sim... E vocês?

- Eu vou ficar aqui... – Ruth começou – Estou pensando em fazer gastronomia...

- Sério? Olha só... Há uma semana você não tinha nem ideia... – Cloe comentou.

- Aquela feira de profissões me deu uma luz sabe?

- E então... Sua vez Cloe... Como está indo com o Louis? – eu perguntei.

- Ah, sei lá sabe? A gente tá saindo e se curtindo e tal. Ele tá sendo um fofo comigo, mas eu não sei se a gente tem os mesmos planos um com o outro sabe? Eu quero um relacionamento sério, mas eu não tenho nem ideia se ele me vê como uma namorada... – Cloe respondeu, e eu me identifiquei com ela.

- Quando eu e Harry começamos a ter alguma coisa, eu senti medo que eu fosse a única a estar me apaixonando... Tentei me segurar para não cair de cabeça numa possível ilusão, até que ele me pediu em namoro... – aquilo não deixava de ser verdade. Muitas vezes eu até mesmo pensei em me afastar dele com medo de me machucar.

- Espero ter uma sorte que nem a sua...

- O Liam também é uma complicação... – Chis começou. Eles ficaram semana passada, eu acho. E todo mundo ficou sabendo, afinal, a foto voou na mídia de um jeito que assusta – A gente ficou só que ele não está me tratando de um jeito diferente sabe, é como se nada tivesse acontecido entre nós... Me chateia.

- Bom, já que não tenho namorado ou ficante vou contar para vocês o que fiquei sabendo. – Ruth começou a falar – Kim está pensando em dar o bebê para adoção assim que nascer. – nós três olhamos para ela.

- Talvez seja até o melhor para a criança... – eu comecei, pegando um marshmallow – Porque... Ter a Kim como mãe deve ser um dos maiores castigos, vai dizer. Ela ao menos tem jeito com criança?

- Não! – Ruth rui enquanto dizia – Uma vez, ela surtou porque um primo dela falava errado. Foi engraçado. Mas pelo jeito os pais dela discordam completamente. De acordo com o que eu fiquei sabendo, eles não querem nem saber. Ela vai ter que ficar com a criança, afinal, fez agora cuida, e vai continuar o colégio.

- Continuar os estudos é o mínimo né? – Cloe disse.

- Minha mãe ficou duas semanas longe dos estudos quando eu nasci... Mas depois ela voltou e com a ajuda da minha avó ela conseguiu se formar sem problemas.

- Mas a sua mãe gosta de crianças e é alguém descente! Não é uma Kim ou uma Jess da vida.

- É... Mas quem sabe Kim agora não tome jeito... – eu disse. A esperança é última que morre, não?


Notas Finais


(1) Pijama da Nina: http://www.polyvore.com/sem_t%C3%ADtulo_391/set?id=202168349

Esse capítulo é meio diferente, ele tem bastante diálogo, o que é uma coisa que eu não costumo fazer porque eu não me acho boa pra ficar escrevendo falas... Mas enfim, eu pretendo em um ou outro capítulo fazer mais diálogo, mas não diálogos muito longos porque eu sei que fica bem cansativo. Pelo menos é o que eu noto quando eu leio fanfics.
E gente, se vocês me mandam recomendações de fanfics, e eu não respondo, relaxa! Eu sempre leio as mensagens e dou pelo menos uma lida na fanfic, mas eu sempre me esqueço de responder! :P Com os comentários é a mesma coisa, eu leio todos mas eu dificilmente respondo!
Enfim, BEIJOS, e espero que estejam gostando! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...