História No Barriers //YOONMIN// - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Fluffy, Violencia, Yoonmin
Exibições 28
Palavras 1.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIII genti! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Bom, eu demorei bastante para escrever né hsahhzshs mas consegui ganhar tempo para postar hj. Espero que gostem 💕c:

~Boa leitura ... Bjusss

Capítulo 1 - Deep look


Fanfic / Fanfiction No Barriers //YOONMIN// - Capítulo 1 - Deep look

A noite estava prestes a começar. O vento batia em meu rosto suavemente. Só se escutava o som do meu skate velho, contra o asfalto. As ruas já se encontravam escuras e vazias, nenhum ser atreve- se a andar nessa escuridão. Só a minoria da população: Os Rebeldes

Na real, eu ainda não entendo o que passa na cabeça dessas pessoas. Nós vivemos em uma das melhores formas de governo do mundo, o anarquismo, e eles ficam vandalizando tudo.

Confesso que também não sou santo, nem um pouco, mas eles passam dos limites.

O anarquismo é uma maneira de deixar os cidadãos libertos. Não precisamos de polícia, de leis e nem de cadeias. Só precisamos ter noção do que é certo ou errado.

X

Neste momento eu e minha "gangue" estamos indo em direção ao local onde esses Rebeldes se encontram. Sim, tenho uma gangue. Mas não de criminosos, nós somos tipo justiceiros sabe?

Eu tive essa ideia, de dar um jeito nos rebeldes, e chamei meus amigos mais próximos pra me ajudarem, e sem nem pensar duas vezes, eles aceitaram. Meus amigos se chamam: Namjoon, Hoseok e Taehyung. Porém não podemos revelar nossas identidades, então temos apelidos, um pouco ridículos, mas fazer o que?

Namjoon é chamado de Rap Monster, por que nas horas vagas ele costuma escrever rap e cantá-los pra gente. Bom, o meu nome é Yoongi, mas me chamam de Suga, por causa da minha pele que é branca demais. Nas horas vagas também costumo escrever músicas com Namjoon; nosso sonho é nos tornarmos rappers famosos, e que as pessoas apreciem e sintam nossa música. Já o Taehyung só prefere cantar nossas músicas. A voz dele é muito linda, grossa mais ao mesmo tempo calma, admiro muito a voz dele. O Taehyung é chamado de V, porque significa vitória pra todas as nossas lutas contra esses vândalos de merda. Ah, o Hoseok, ele também canta rap e é muito boa as rimas dele, ele sempre nos anima em qualquer situação, sempre sorridente, por isso resolvemos chamá-lo de J Hope, J por causa do nome dele ( Jung) e Hope porque ele nos dá esperança.

X

Estamos nós quatro, eu e o V de skate, o Rap Monster e J Hope de bike, indo ao tal lugar que até então não estava longe.

Descemos um morro, e pegamos bastante velocidade, admito esse "trabalho" tem muita adrenalina, e isso me encanta.

Mas antes de chegarmos ao portão da casa dos rebeldes. Vimos algo estranho. Tinham três pessoas, todas de preto, andando devagar até lá e subindo no muro da casa ao lado.

V- Quem são eles? - fez uma careta engraçada - Ah não, isso não! - ele falou com raiva - Sério que eles vão roubar as nossas presas? - pisou no skate com força, o pegou com a mão e virou-se pra mim

Eu- É… pelo visto temos companhia galera- olhei de volta pro V - Calma, vamos observá-los. Qualquer coisa a gente entra em cena - pisquei pro V e fiz um sinal para que todos me seguissem.

Paramos próximos da casa e ficamos lá, esperando algo acontecer, já que esses intrometidos estragaram nosso plano primogênito. Tenho que pensar em uma estratégia. Vou tirar uma ideia com os meninos, para tentar solucionar o mais rápido possível esse imprevisto. Mas antes de me pronunciar, me interrompem dos meus pensamentos .

Rap Monster- Suga, você não acha melhor a gente ir lá? - ele apontou pra casa onde as três pessoas começaram a invadir.

Eu- Vamos só olhar por enquanto.- ri me divertindo com aquilo tudo. - Se vermos algum movimento estranho nós invadimos e… - fui interrompido por J Hope gritando desesperadamente.

J Hope- GENTE, TEM ALGUMA COISA ERRADA! ELES ESTÃO DO NOSSO LADO? OLHA, OLHA!- ele se levantou e me puxou para olhar.

Os três garotos pegaram armas e entraram atirando. O barulho foi tão alto que ecoou. A casa era enorme. Então os miseráveis com certeza ficaram assustados. Peguei meu arco e flecha e os meninos pegaram suas armas, espadas etc.

V- J Hope… pelo amor de Deus.- fechou os olhos e suspirou, arrancando risadas minhas e do Rap Monster - Cala a boca! Você vai acabar chamando atenção gritando assim, igual uma gazela- falou e começou a rir batendo de leve no ombro do ser, emburrado, ao lado.

Um bico se formou nos lábios do V quando J Hope bateu na mão dele a expulsando de seu ombro. Logo voltaram a ficarem tensos com a situação e se prepararam.

Eu- Eu e o Rap Monster vamos pela direita e vocês dois…- V me interrompeu

V- Por que eu e ele? - cruzou os braços e deu língua pro J Hope, que logo o pegou pelo braço e o arrastou para a direção contrária à minha e do Rap Monster.

Rap Monster - O V é tão doido- falou acenando pro V, que ria da cara do J Hope.

Eu- Ok, ok. Vamos? - ele assentiu e fomos com cuidado até o local.

X

Cheguei até o portão, que se encontrava arreganhado, e espiei. "Esse lugar está um caos!"

Só via pessoas caindo no chão ensanguentadas, e outras atirando. Usavam mesas como escudo e cadeiras como armas. O espaço era mesmo enorme. Era tipo um salão de festa simples.

Vi os dois garotos." Mas não eram três? " pensei.

Logo vejo o terceiro andando pra trás, atirando e desviando de alguns objetos. Olho pra meu lado esquerdo e vejo V, J Hope e Rap Monster esperando meu sinal. Olho de novo para o campo de batalha ali formado, e para o garoto que se aproximava lentamente de mim. Mas como ele estava de costas não deu para me ver. Calculei o que podia dar errado e o que podia dar certo e então fiz o sinal. V e J Hope saíram correndo gritando e tacando suas facas nos inimigos. Rap Monster pegous sua sniper e a posicionou. Mirou e meteu bala.

Como temos essas armas ? Fácil, como eu disse não tem leis. Então nós podemos contrabandear e comprar por preços ótimos. Nós ainda moramos com nossos pais, temos todos 18 anos, só o V que tem 17. Mas damos um jeito de esconder.

Corri em direção a um muro e subi no mesmo, tendo uma visão plana de tudo. Peguei meu arco e flecha , respirei, fechei os olhos e o silêncio se formou. Soltei o ar que havia prendido no pulmão, abri os olhos e comecei a visualizar meus alvos. Matei dois de uma vez. Depois de um tempo vi os três de preto olharem surpresos para nós. Havíamos derrubados mais pessoas que eles. Desci o muro e fui em direção aos mesmos, logo meus amigos se juntaram a mim. Chegando até os desconhecidos que usavam máscaras aleatórias, tirei o pano que tampava minha boca e meus manos fizeram o mesmo. Logo me pronunciei quebrando o silêncio estranho que se encontrava o lugar.

Eu- Quem são vocês? - falei com seriedade

??- Não vamos revelar nossas identidades.- botou a arma sobre o ombro- Como fizeram aquilo? Vocês são rápidos- falou endireitando a máscara.

Rap Monster- Estamos nesse ramo faz anos. O que vocês queriam com eles? - apontou para os corpos mortos no chão.

???- Matá-los. Mais vejo que os "reis da destruição" conseguiram sem dificuldades não é mesmo?- falou zombando da gente. Olhei para os meninos e eles arquearam as sobrancelhas. Em um gesto rápido levamos os três garotos para o chão, subimos em cima dos mesmos e retiramos as máscaras deles.

J Hope- Nossa. Vocês tem quantos anos?- se espantou pelos rostos tão jovens. Ainda em pé o mesmo se abaixou e observou o rosto de cada um, enquanto eu, o Rap Monster e o V tentávamos segurar os garotos, que se encontravam em baixo de nós.

Olhei para o rosto do menino que estava em baixo de mim e arregalei os olhos. " Mano, que garoto lindo, parece um anjo" . Observei atentamente a feição dele. Tinha cabelos platinados, pele bronzeada e lábios avermelhados. Não consegui tirar os olhos dele. É como se fosse um imã. O jeito que os olhinhos dele se fecham quando tenta se soltar de mim e os dedinhos… que coisa fofaa. "Preciso me controlar, calma Yoongi! "

Eu- Quais os nomes de vocês?- perguntei olhando para os outros.

??- Eu sou o Jin, esse aí é o Jimin, e o do meu lado esquerdo é o Jungkook.- fechou os punhos e olhou ferozmente para Namjoon- Agora vocês podem nos soltar? Por obséquio.- falou revirando os olhos.

Sai de cima do tal Jimin e o ajudei a levantar. Mas ele recusou minha ajuda e levantou sozinho. Ele olhou nos meus olhos e foi ao encontro dos seus amigos. Por que meu corpo reagiu a isso, ao olhar dele ? Esse arrepio é normal?

Never close your eyes to the world because there are people in the world who need your look.



Notas Finais


Queria deixar algumas coisas claras.

1° eu não tive tempo de postar pois estava em época de prova. Mas agora tá tudo bem.

2° nessa fic as coisas não aconteceram de maneira rápida, então não fiquem esperando que algo aconteça no próximo capítulo. .. tipo um beijo de certas duas pessoas sabe ? Hahaahah🌚

3° Vou tentar postar o mais rápido que eu posso okay? Desculpe algum erro💖

E é isso ursinhas! Até o próximo ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...