História No control. - Capítulo 33


Escrita por: ~ e ~luana

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Revelaçoes, Romances, Traição
Visualizações 8
Palavras 637
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Capítulo 33


Lily POV

Assim que paguei a conta Harry pegou minha mão e em um movimento involuntário me afastei deixando-o sem graça. Tentei disfarçar dando meu melhor sorriso, não que eu tivesse que fazer isso, mas estou me segurando para não cuspir todas as minhas frustração nele em relação a ter me deixado.

Entrei em seu carro e meu celular começa a vibrar, pego o aparelho de dentro da bolsa e vejo "Gostoso" estampado na tela. Liam. Rejeito a ligação mas o celular volta há tocar novamente, Harry se vira para mim perguntando por que não atendo, não quero dar explicações a ele. Rejeito novamente, sei que isso vai dar dor de cabeça mais tarde.

Mais uma vez meu celular toca e eu já estou sem jeito de rejeitar as ligações.

Quando olho para Harry vejo que ele  tem sua atenção inteiramente na estrada. Atendo, Liam não diz nada só escuto sua respiração pesada e um suspiro longo, quero chama-lo de amor e perguntar o que houve.

- Liam?-Quando me dei conta seu nome já havia passado por meus lábios. Harry diminuiu rapidamente a velocidade e logo voltou ao normal e passa a me olhar.

- Aonde você está?-Finalmente ele fala e pude sentir uma pontada no peito. Liam está chorando?

- Já estou indo para casa, o que aconteceu?-Pergunto tentando não demonstrar meu nervosismo.

Por que Liam está chorando? Será que ele soube que Harry foi me buscar no trabalho?  Mas isso não seria motivo para ele chorar, ou seria? Será que ele contou pra Anna sobre a gente?

Só quero chegar em casa e abraça-lo até se acalmar. Não consigo imagina-lo chorando.

- Eu preciso de você.- Foi o que ele disse antes de desligar. Tento esconder o desespero que se apoderou de mim. Minhas mãos estavam suando e meu peito doeu.

Por que ele precisava de mim?

Olho para estrada, não quero encarar o Harry, sei que ele vai me perguntar porque Liam me ligou. Harry sempre teve ciúmes de Liam quando estávamos juntos, vivia dizendo pra mim  me mudar daquele lugar ou até mesmo expulsar Liam do apartamento. Sempre deixou claro que eu devia manter distância de Payne, ele devia ter pensado nisso quando me deixou, quando me mandou aquele "Acabou tudo entre nós" por mensagem de texto ou quando ele me deixou aqui sozinha com Liam. Se ele dirigir uma palavra se quer a mim, não me responsabilizo por meus atos, não vou me poupar de dizer o quão filho dá puta ele é, ou até mesmo esfregar em sua cara que eu e Liam estamos juntos. Nós estamos?

Solto o ar que nem sabia que tinha prendido quando percebo que Harry não disse e nem diria nada a respeito da ligação.

Harry para de frente o prédio e não faz questão de subir, para meu alívio, se Liam realmente contou sobre nosso relacionamento para a Anna ela deve está quebrando o apartamento todo em cima dele e definitivamente não quero que Harry presencie esse momento caótico.

Me despeço dele antes de sair do carro, Harry se inclina e sela nossos lábios. Que porra é essa?

Não sei por que mas não recuei, acho que eu precisava disso tanto quanto ele, nossos lábios se movimentam em uma sincronia perfeita, perfeita até de mais para ser real, assim que senti sua língua invadir minha boca voltei a realidade e me afastei.

- Desculpe, acho melhor eu ir.-Falei saindo do carro.

- Lily, posso te ligar mais tarde?-Pergunta antes que eu possa empurrar a grande porta de vidro. 

-Eu... Acho que sim.-Respondo e Harry me da um sorriso de covinhas antes de arrancar com o carro.

Ignoro o que o porteiro disse e corro o mais rápido possível para o elevador.

Após apertar centenas de vezes os botões a porta se abre e eu entro, logo mais encosto a cabeça na parede gelada de metal.

O que foi isso?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...