História No escuro você é a luz - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Dakota, Lysandre, Nathaniel, Professor Faraize, Rosalya
Exibições 91
Palavras 1.825
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse capítulo foi feito com o meu coração à mil por hora porque sim eu sou iludida e fiquei me imaginando numa situação dessas ok?
Quero agradecer também à GarotaNerd16 por ser tão incrível e ter me ajudado nesse capítulo ≧﹏≦

Capítulo 26 - Finalmente...


Eu simplesmente não sabia...Aonde está o Armin? E por que  ele saiu? 

-Gente, vamos continuar as partidas? Com esse beijo que rolou aí... Sinto que pode rolar uns pegas aí... -A Jimina se contorcia de rir... Mas, afinal... Cadê o Armin? 

-Quem concorda afinal?-As meninas levantaram a mão querendo que a brincadeira continuasse-Rafa? E você?Ei? 

Cadê o Armin? 

-Eu?... Vou ir atrás do Armin, pra que lado ele foi? -A Jimina apontou para dentro da escola desapontada que eu iria sair para procurá-lo... Não me importava, ou eu achava o Armin... Ou eu perdia pra Lety que provavelmente deve estar procurando-o agora, afinal a barraca dela estava vazia...Ambre e Lety... O que estão tramando? 

Segui o caminho e comecei a procurar pela escola... Que estava com as luzes apagadas... Armin Armin... O que você não faz né? Eu estou nesse exato momento semi-nua na escola podendo ser expulsa por estar com estas poucas vestes se a diretora ou algum professor me encontrar...Mas afinal... Por que sumirá? 

Subi para o segundo andar da escola e me assustei ao ver uma única luz acesa de uma das salas... Me assustei mas ainda quando vi a Ambre fechar esta e sair andando em minha direção... Me escondi e ela jogou as chaves no luxo "É bom que você consiga o que quer Lety... Talvez seja a única forma forma de atingi-la, e afinal, sem aquela sem graça eu vou poder arrasar... Ahh você vai se arrepender de ter se metido comigo coisinha irritante" Ela murmurou enquanto descia as escadas... Eu não precisaria ser tão inteligente para saber que era mais que provável que ela falava de mim...

Lety, lety... Você não deveria estar perto do Armin... Como diz a Jimina que eu sou?Eu não sou ciumenta, eu sou o próprio ciúme... Peguei as chaves no lixo e fui até a sala, eu poderia escutar a conversa atrás da porta, mas... O meu ódio e a ânsia de matar aquela garota era bem maior. 

Destranquei com as chaves a maçaneta e ví a seguinte cena "O Armin chorando numa das carteiras, e a Lety na de trás o abraçando" Estava tentando o consolar flor? A minha mão que vai consolar a tua cara agora. 

-Que isso? -Disse ela olhando pra mim-É tão puta que veio fazer striptease? 

1...2...3...4...5...Foda-se eu não sou obrigada a me acalmar. 

-Querida... Primeiro:Abaixa o tom pra falar comigo, segundo:É a primeira vez que nos falamos então eu vou me apresentar prazer eu sou o seu pior pesadelo e você? Ahh, desculpe esqueci que não dão nome pra cobras, fugiu do zoológico foi? Ou melhor de um circo né? Afinal lá estão as aberrações... E se eu fosse fazer striptease não seria da sua conta...Sabe a sua opinião? não perguntei e ao invés de falar, vai se fuder. É simples! 

-... -Ela ficou um tempo calada-Olha aqui eu não... Estou acreditando que você não me defendeu Armin... Depois de tudo que passamos juntos... -Como assim? O que passaram juntos? 

-Que? Tá louca? E eu não gostei de tê-la chamado de puta Letícia, tenha bons modos uma vez na sua vida e pare de ser cínica? -Ele parecia contrariado e eu estava indignada... O que passaram juntos? Ou será só mais uma jogada de Lety para me atingir? 

-Eu não sou sinica Armin, você que gosta de brincar com esta garota não é? Você é louco por mim! -Nisso eu ví a cena mais nojenta de todo o universo, acho que se eu vê-se larvas, lumbrigas, vermes não chegava ao nível do quanto aquela cena me enojava, a vontade vomitar era imensa... É Armin... Você tem um ótimo gosto.

Puxei aquela garota  separando-a do Armin, ou melhor separando os lábios dela dos lábios dele... Porque sim, ela beijou ele... Puxei-a pelos cabelos até a própria barraca dela a jogando em cima da Ambre, e reparando bem havia vários fios na minha mão... Que nojo! Eu toquei nesse verme inútil 

-Ambre... Bater de frente é algo que tu não faz mas em falar por trás, miga cê é sagaz, o pior é que tu pensa que arrasa. Miga, só se for em termos de passar vergonha alheia né amor? Campanha contra o lixo pra quê se ainda na rua irei te ver? Estamos num mundo de direitos iguais, ataca que eu ataco sem dizer mais, se tirar a minha paz...Eu tiro a tua paz, só aviso que eu sei tirar bem mais. 

Saí da barraca sem esperar uma resposta, eu não me importava só queria me isolar, só queria meu PSP para me acalmar, voltei ao local da brincadeira pra buscar aquele meu baby doll que o Nath me ajudou a tirar mas para minha surpresa todos já tinham ido dormir,voltei a minha barraca e o encontrei vesti e começei a jogar no meu celular, havia esquecido o PSP o que me irritou mais ainda

-QUE S-A-C-O! CREEPER SEU RETARDADO TOMAR NO...-Alguém me interrompeu

-Minecraft? -Disse o Armin entrando em minha barraca-Tá brava pelo Creeper? Pensa pelo lado bom,o melhor gamer chegou pra te ajudar a reconstruir,  o que ele destruiu? -Ele destruiu a minha plantação o que não é comparado à você que destruiu meu coração a beijar a Lety ser retardado! 

-Destruiu nada não, aliás não te interessa né Armin? Volta pra sua barraca. -Ou pra Lety né 

-E se eu não voltar? Você tá brava comigo? O que eu fiz? -Nada! Armin! Exatamente o problema! A única reação que você teve quando ela te beijou foi NADA. Pra completar o senhor ainda não se toca que eu te amo. 

-Armin é sério, vai embora -Não me importava se falava em um tom frio... Será que é tão difícil ver que eu te amo? 

-Se for pelo que aconteceu...

-Armin você não precisa me dar explicações -Infelizmente-Eu não tô magoada com você -Tô sim-Eu tô magoada comigo mesmo por ser tão retardada-E te amar

Saí da barraca correndo só queria ficar sozinha...Armin... Seu retardado! Custava notar que eu te amo? Cacete! Precisava ser tão idiota? Acredite, não pode piorar!... PS:Nunca diga ou pense isso em hipótese alguma, pois é aí que fica pior, bem pior... Corri até o porão e esqueci das escadas que haviam ali, cai e tropecei...Bati as costas com extrema força no chão e meu tornozelo doía e muito... Tentei levantar... Sem sucesso, passaria a noite ali? Comecei a chorar como se as lágrimas fosse meu único meio de desabafar. 

-O que aconteceu com você? 

Pela primeira vez nesses últimos dias eu nunca havia ficado tão feliz em ouvir a voz do meu gamer. 

-Aconteceu que eu cai... Por que? Porque sou retardada, eu poderia ter evitado cair e prestar atenção nas coisas e não correr, mas o que eu faço? O contrário -Ele mexeu os lábios como se quisesse rir pelo que falei confesso que foi engraçado e que até eu riria da minha situação se não sentisse tanta dor, mas ele não riu por estar preocupado... 

-Consegue levantar?-Disse se aproximando de mim  agachando-se no chão para encarar meus olhos

-Se eu conseguisse já teria levantado né? 

-Até machucada você tem a língua afiada-Ele riu e parecia mais tranquilizado-Não está tão ruim afinal. 

-Não é ruim porque você não está sentindo. -Ele riu mais uma vez

-Acredite eu queria poder sentir por você, não gosto de te ver nesse estado, não gosto de vê-la chorar-Ele passou a mão em meu rosto limpando minhas lágrimas -Vamos dê um sorriso! - Espontaneamente eu dei um sorriso,não importava nada do que sentia se eu via o Armin a alegria vinha ao meu rosto, a forma que ele agia me fazia sorrir sinceramente. 

-Bem melhor senhorita-Disse sorrindo-Posso te ajudar a levantar? 

-Se não ajudar eu te estrangulo só pra avisar -Rimos e ele me ajudou a levantar e me pegou no colo-Armin você só toma cuidado pra não escostar nas minhas...-Sim ele escostou-COSTAS! AI MINHAS COSTAS ARMIN! 

-Você não acha que está muito nova pra ter dor na coluna? 

-Engraçadinho... Ha... Ha... Ha...E você não acha que tá muito novo pra morrer? Porque você vai se encostar novamente. 

-Como você consegue ser fofa ameaçando alguém? -Disse ele emburrado-Eu não consigo, injusto isso! 

-Não fica assim vai... Você é fofinho≧﹏≦ -Apertei as bochechas dele de leve o que o fez corar

-Posso...Te contar uma coisa? -Ele disse mordendo os lábios-Mas... Tem que me prometer que a nossa amizade vai continuar a mesma ok?

-Eu... Prometo Armin, independente do que dizer eu não vou parar de ser sua amiga-Vai logo Armin diz que está gostando da Lety ou fala alguma merda, o dia não pode piorar mesmo -_-

-Bom... -Ele disse hesitante e desviando o olhar-Eu conheci uma garota...E ela parece ser a minha única fonte de energia... É difícil até mesmo respirar perto dela, eu não paro de pensar nela, eu fico paralisado quando à vejo sorrir, e os sorriso dela ilumina o meu dia... Eu queria poder continuar falando mas... É extremamente indescritível o que sinto por ela... Eu só queria que ela fosse o meu player 2 sabe? -Ele sorriu envergonhado e o meu coração em pedaços...Ele realmente estava sendo sincero e aquelas palavras eram realmente fofas, mas... Afinal,quem era a sortuda? Quem era a pessoa que deixava esse brilho nos olhos dele? 

-Bom Armin...Fala isso pra ela. 

-Já falei-Ele disse encarando o chão e me espantei, ele queria me contar desde o início que estava namorando? 

-E o que ela respondeu? -Perguntei com o coração na mão já esperando uma resposta óbvia que seria um "Eu aceito" ou algo assim, ou se a garota fosse idiota alguma coisa escrota e má. 

-Ela respondeu "Bom Armin... Fala isso pra ela"-Ele disse e eu paralizei... Meu coração já saia pela boca... Me veio à cabeça tudo o que ele já havia dito, ele estava falando de mim? Tudo o que eu desconfiei, fiquei sem paz raciocinando à todo momento, sofri pakas pra... Ele gostar de mim?...

-ARMIN! Custava ter falado antes seu retardado? Caramba! -Ele encarava o chão-Vamos olhe pra mim ok? 

Ele assentiu olhando em meus olhos. 

-Posso descumprir a promessa que fiz a quase 2 minutos atrás? E antes que você pense que eu não quero mais ser sua amiga porque você confundiu as coisas e etc... NÃO É ISSO OK? Na verdade é só que não quero ser somente a sua amiga... Porque sim, eu te amo gamer retardado, e muito e você não sabe o quanto eu sofri.Então desculpa se não foi tão fofo quanto imaginava... E pra resumir eu só não queria que a nossa amizade tivesse um game over.

-E nunca vai ter.Vamos começar uma nova partida... Mas dessa vez como namorados ok? -Ele disse sorrindo e o meu coração palpitava extremamente acelerado.

-Vai ser bom jogar com você gamer-Disse

-Digo o mesmo senhorita-Nisso ele me beijou com extrema urgência, os nossos lábios clamavam pelo outro e o meu coração clamava para que esse beijo não tivesse o seu fim. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpe qualquer erro ortográfico e também se te fiz vomitar arco-íris ou chorar kkkk 😂
Porque foi isso que eu fiz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...