História No escuro você é a luz - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Dakota, Lysandre, Nathaniel, Professor Faraize, Rosalya
Exibições 83
Palavras 763
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Objetivo de jogo


Fanfic / Fanfiction No escuro você é a luz - Capítulo 27 - Objetivo de jogo

Acordei não acreditando ainda que ontem existiu, isso é melhor do que zerar qualquer jogo existente na terra. Coloquei uma blusa do Nanjoom  com uma calça preta e um tênis vermelho. Guardei minhas coisas e a barraca , e fui em direção ao parque, lá havia uma senhora no banco dando pipoca aos pássaros era fofo como ela falava com eles. 

"Vocês estão com fome em? Também voando pelos céus se cansa e deve bater aquela fome não é?Havia um tempo que eu acreditava que poderia voar... Que idade eu tinha mesmo? Não me lembro "

Fiquei à observando e por incrível que pareça eu achava extremamente interessante ouvi-la, tinha uma voz calma e doce. Sentei ao lado dela que me olhou e sorriu. 

-Olá qual é seu nome senhorita? Você me lembra meu neto sabia? -Ela disse dando os restos do saquinho de pipoca aos pássaros. 

-Rafaela e o seu? -Disse sorrindo 

-Que nome bonito, o meu é Clara

Ficamos falando de diversos assuntos e era engraçado como ela contava dos vários netos dela e como não conseguia entender o mundo de hoje com tanta tecnologia e jogos assustadores. 

-Tipo Five Nights...-Ela parou pra pensar

-At Freddy's? -Completei

-Isso mesmo! Não sei como meus netos gostam daquilo,é cada bicho feio que dá cada susto! Com esses sustos não sei como eles não tem um ataque cardíaco! 

-Rafa? Vó? -Nisso o Armin apareceu-Que estão fazendo? 

-Conversando meu filho, e você conhece a Rafa? 

-Sim, eu conheço o Armin-Disse antes dele afinal está cedo demais para dizer "Eu sou a namorada dele" vamos esperar para apresentações acontecerem né? Mas o Armin adorável e IRRITANTE percebeu meu nervosismo e como ele gosta de ser filho da... -_-

-Não só conhece como me ama-Disse ele sorrindo atrevidamente olhando para mim-Ela é linda né vó? 

-Sim muito, teve bom gosto e senso né Armin? Pensei que iria namorar com um PlayStation ou o WiFi -Eu e o Armin rimos

-Afinal não seria má idéia né vó? -Ele disse e ela riu

-Seria sim porque aí você não conhecia alguém tão igual à você -Ela disse olhando para mim e eu sorri-Só que ela é mais bonita. 

-Ei?! -Ela e eu rimos-Mas... Também concordo. 

Corei e olhei meu relógio já estava anoitecendo afinal...

-Bom vó vou levar a Rafa em casa tá bom? -Ele disse

-Ah mas não vai, e a sua avó? -Exclamei- Ela é uma senhora frágil e você tem que é levá-la pra casa não à mim. 

A Clara riu gentilmente e parecia satisfeita. 

-Não precisa querida, moro ao lado do parque não tem que se preocupar-Ela virou pra ele-Cuide bem dela tá Armin? 

-Pode deixar-Ele disse e nos despedimos dela e saimos do parque. 

-Olha! Até minha vó já conquistou né? Já não bastava à mim e à todos? -Ele disse enquanto andávamos. 

-Não bastava não, temos que nos dar bem com os personagens da vida real sabia? Somos jogadores afinal-Ele riu e me pegou em suas costas de repente.

-Tá louco Armin? Que foi? -Disse rindo

-Primeiro:Eu estou louco por você e segundo:É que o meu objetivo agora nesse jogo é esse-Ele me mostrou o celular com os objetivos de um jogo faltava só "Pegue o item mais importante"

-Eu não sou um item mais ok né? -Ele riu

-Mais é a pessoa mais importante-Ele disse 

-Ooonw❤Posso te morder e te apertar sinceramente?-Disse e ele me olhou sorrindo maliciosamente-Ahh vamos parar desses pensamentos senhor Armin? -Disse corada e rindo

Ele andou comigo nas costas até em casa.

-Pronto Armin pode me colocar no chão-Disse

-E se eu não quiser? 

-Vai ter que entrar comigo-Disse rindo brincando 

-Ótima idéia, obrigado pelo convite! -Ele entrou em casa comigo

-Demorou em? Estava aonde mona? -Disse a Mah e ela se virou vendo o Armin -Ahh já sei né, e senhor Armin vai carregá-la até aonde? No quarto? -Ela disse rindo maliciosa.

-Sim, no quarto -Ele também sorria maliciosamente 

-Mas vocês estão demais hoje né? -Disse

-Eu sou demais minha cara-Disse o Armin rindo

-Só que não né Armin eu sou mais querido -Disse convencida e ele começou a subir a escada e ria ao extremo do meu desespero em sua costas. 

-ARMIN pelo AMOR vamos acalmar e andar D-E-V-A-G-A-R?! -Disse e quando subimos se dirigiu ao meu quarto e trancou a porta. 

-Vamos jogar-Ele disse ainda malicioso sorrindo me colocando no chão. 

-Jogar JOGOS ok? Vamos parar de pervertimento?-Disse corada enquanto ele ria. 

E então começamos a jogar e não paramos mais, afinal, eram dois viciados e competitivos e que amavam a companhia do outro ≧﹏≦. 

 


Notas Finais


Desculpe o capítulo curto (estava sem idéias) e também qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...