História No Limite da Atração - CAMREN G!P - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Lucy Vives, Vercy, Vercy G!p, Verônica G!p, Veronica Iglesias
Exibições 1.661
Palavras 2.782
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem qualquer erro.

Capítulo 60 - Registre essa data, mundo. Eu surpreendi a grande Lauren J.


POV CAMILA

Dois messes depois

Nós viajamos por diversos lugares, aconteceram muitas coisas, dormimos em camas de motéis e hotéis e barracas em campins, perdemos medos, nos redescobrimos. 

Noite passada Lauren sonhou com o nosso futuro, sonhou com uma casa onde moraríamos depois de casadas ela me trouxe desenhos da casa, desenhou as plantas e me deu. Isso me deixou assustada.

Lauren hesita no início, e seus olhos se arregalam. Oh, que diabo, coisa errada a dizer. A pior coisa que poderia dizer. É o mais belo presente que alguém já me deu, e eu estou "negando-o". 

Ah, porcaria. Eu estou pressionando Lauren Jauregui. 

Lauren Jauregui. A garota que não tem compromissos. A garota que não se apaixona. A garota que de alguma forma quebrou as essas duas regras e terminou comigo, e agora eu estou sendo patética e dizendo coisas como ...  

– Eu Quer dizer, você sabe, esta é uma casa e você tirou-a de um pedaço de papel, e isso parece ótimo e outras coisas. 

Minhas mãos passam de secas para suadas e eu me preocupo em acabar com as marcas de lápis se eu segurar o projeto muito mais tempo, mas, ao mesmo tempo, eu imploro para nunca largar. 

Lauren fecha a entrada da barraca, e nós duas estamos muito, muito sozinhas. 

O mesmo formigamento de quando entramos em um quarto de hotel passa em minhas veias e eu tremo. 

– Você está com frio? – ela pergunta. Eu balanço minha cabeça, mas isso não impede que Lauren de juntar-me no topo do monte de cobertores, sacos de dormir e travesseiros e coloca um braço em volta do meu ombro. As pontas dos dedos ligeiramente tocam a pele nua de meu ombro e fico super consciente: dela, de seu toque, do papel em minhas mãos. – Você gosta? – ela pergunta em voz baixa. 

– Sim – eu mal conseguia respirar e olhar para os traços na página novamente. É um layout. Mais de matemática do que a arte, mas na minha mente eu posso ver o que sua lógica tenta me dizer. Três metros de um lado, três metros do outro, e que ela criou um quarto com recortes que indicam janelas do chão ao teto. – Muito. – Lauren desliza o papel da minha mão e coloca-o em cima da mochila. Meu pé começa a balançar contra os cobertores em meu próprio ritmo silencioso, interno.

 Aquele sentimento que tudo é torcido e confuso e que eu de alguma forma perdi o controle, e que eu estou à beira de perder tudo de valor em minha vida ... todo que construí dentro de mim.  

– Camila – Lauren diz com aquela voz rouca e profunda. Que eu só ouvi ela usar comigo. Incapaz de me conter, eu olho para ela. Esse é o tipo de voz que alguém usa quando eles estão chamando você para casa. 

Lauren inclina a cabeça, um sinal que indica que ela vai dizer uma verdade. Sabendo que a verdade muitas vezes dói mais do que ajuda, eu tenho que lutar para não fechar os olhos. Meu coração pega velocidade. Ela faz uma pausa, e se Lauren Jauregui faz algo é acelerado e sem medo. 

– Camila ... Eu nunca te deixarei. –  As lágrimas que tinham formado quando eu olhei para a visão de Lauren do nosso futuro ameaçam voltar, e eu rapidamente começo a piscar. – Estar com você, é o único momento em que os barulhos param. Quando o caos termina. – Estar com ela, amando-a ... é simples. – Eu te amo.

***

Meus dedos tremem enquanto eu alcanço a parte de baixo da minha camiseta. Eu nunca me troquei na frente da Lauren antes. Ela já trocou a minha roupa, com um pouco de ajuda da minha parte. Lauren tem sido sempre confiável, e eu sempre fui mais do que feliz em deixá-la definir o nosso curso. 

Mas não esta noite. Agora não. Não quando ela se abriu e me mostrou que esta viagem não é apenas sobre mim ou apenas sobre ela, mas sobre nós.

Com uma respiração profunda, eu passo minha camiseta sobre a minha cabeça e meus cachos saltam sobre a pele nua de meus ombros e costas. 

Lauren congela, como se entrasse em choque.  O lado direito da minha boca se curva. Registre essa data, mundo. E surpreendi a grande Lauren Jauregui. 

Seus olhos brilham quando seu olhar mergulha em meu decote, e isso me dá coragem. Me movo para a frente e deslizo as mãos sob sua camisa, passo meus dedos contra os músculos de seu abdômen. Lauren respira fortemente e, em segundos, a camisa está fora e jogada no canto da barraca.

Eu amo seu peito nu, e eu decidi jogar. Mordendo meu lábio inferior, na esperança de conter o sorriso, eu empurro o ombro da Lauren, indicando para ela se deitar. Ela me dá seu sorriso perverso e reclina para trás, envolvendo a mão em volta do meu pulso e me puxando com ela. 

Eu sorrio quando fico cara-a-cara com ela. Meu corpo esta em cima do dela, quando eu mexo eu fecho meus olhos, gosto do prazer das partes íntimas se tocando. Meus quadris se contorcem com o movimento, Lauren beija imediatamente meus lábios enquanto ata os dedos no meu cabelo. 

Não há nenhuma sutileza em nosso beijo. Tudo de a paixão, toda a saudade, toda a emoção sai correndo de nós como água arremessada em direção a um penhasco. É rápido, cru e fora de controle. 

Minha boca se abre, e Lauren consome cada parte de mim. Ela vira a cabeça e com um forte aperto no meu cabelo, ela me pede para mover a minha para que possa me beijar mais profundamente. Eu imediatamente faço, e Lauren geme. 

O som faz com que meu sangue bombeie mais rápido. Incapaz de resistir, eu pressiono o meu quadril contra o dela novamente, mas desta vez é metódico, ele está em um ritmo. Lauren libera meu cabelo, e ele cai em torno de nós, como uma chuva sedosa cobrindo ambas. 

Ela abaixa uma mão e aperta meu quadril. A outra se acomoda na minha bunda, persuadindo-me a continuar. Seus dedos brincam com o cós da minha calcinha, e uma explosão de calor passa através de mim. 

O mundo torna-se turvo. Os pensamentos não existem mais. Apenas seus lábios. Apenas o calor de seu corpo. Os sentimentos de prazer e impulsos e esta necessidade desesperada de ir mais mais rápidos em minhas veias. É como se eu estivesse assando, agarrada a uma chama, e eu anseio para ser queimada.

Lauren passa os dedos ao longo da minha espinha, e imediatamente meu sutiã solta em volta dos meus ombros. Sinto cócegas quando ela retira uma alça e depois a outra do meu braço. Ela nos rola, e eu suspiro quando Lauren libera o último pedaço de material separando nossos peitos. 

Seus lábios deixam minha boca e começa sua descida. Meus dedos emaranham em seu cabelo, deixando-a saber que eu estou perdida em sua exploração. Perdida neste momento. Perdida neste amor que compartilhamos. 

Eu poderia fazer isso para sempre e nunca parar. 

Lauren belisca meu umbigo, e eu sorrio e me encolho com a sensação, mas não interrompe seu caminho de beijos. Ela desloca a boca para o lado do meu estômago e esfrega o ponto sensível que acaba de beijar, tirando as cócegas, e transforma em esta massagem que faz com que eu chupe minha respiração e enrole os dedos dos pés. 

– Lauren – eu sussurro como o meu quadril se move sem o meu consentimento. Nossos olhos se encontram. Luxúria e amor escurecem seus olhos cor de esmeralda.

Há muitos lugares onde podemos ir. Muitas maneiras de fazer isso e ao longo dos últimos dois meses, temos explorado, reexplorado e desenvolvido novos toques e formas para trazer-nos para este momento glorioso. 

Como o meu coração bate freneticamente, eu sei que esta é a noite que algo novo acontecerá. Esta é a noite eu farei amor com Lauren Jauregui. 

– Você pode ... – Eu sussurro, então paro. Meu corpo inteiro parece tremer com o meu batimento. Eu engulo e tento novamente. – Você pode ...?

Leia minha mente. Ah, Deus, eu daria qualquer coisa se pudesse ler minha mente. Lauren coloca um cacho atrás da minha orelha e com seus olhos procura desesperadamente pelo que eu não posso dizer 

– O que, Camila? 

As palavras ficaram presas na minha garganta, meus dedos deslizam para baixo e encontram o botão de sua calça jeans. Os olhos de Lauren encontram os meus enquanto eu lentamente puxo o zíper. Minhas mãos viajam para a parte dela que eu espero que irá ajudá-la a decifrar os meus desejos.  Lauren fecha os seus olhos e se move para longe de mim. Em poucos segundos, ela reabre-os, e é como olhar em cima de um lago profundo.

Seus lábios rosam contra os meus ternamente. De uma forma que Lauren nunca me beijou antes, como se ela estivesse dizendo as palavras “eu te amo” uma e outra vez, mas não há som. Apenas seu coração. Apenas a sua alma. 

Meu polegar se engancha em seu jeans e começa a tira-lo. Lauren acaricia meu rosto, e eu me inclino em seu toque. 

– Tem certeza? – Ela pergunta. 

– Nunca tive mais certeza de algo na vida. – E eu quero dizer isso. Há essa calma, este conhecimento, este entendimento que nunca esteve presente antes. Eu disse há anos de que eu gostaria de saber quando eu estivesse pronta, e eu sorri, satisfeita que eu realmente tinha esperado para o momento certo. 

Lauren leva lentamente meu lábio inferior entre os seus, então o solta. Um beijo ao longo do meu queixo. Outro no meu pescoço. Minha pele se arrepia de prazer. Com uma última olhada para mim, Lauren se move para longe enquanto pegava sua mochila. 

Meu coração troveja com o barulho de um pacote rasgando. Estou fazendo isso. Eu vou fazer amor com Lauren Jauregui. 

Ela retira sua calça jeans, e eu tomo conhecimento de minha calcinha. Com sua bunda nua para mim, Lauren faz uma pausa para fazer o que ela tem que fazer para que não criem outras Laurens pequenas e Camilas. Estou tomando pílula, mas concordamos em ser cautelosas. 

Infelizmente, toda a necessidade, todo o desejo que vinha crescendo a uma explosão passa a ter a frieza da noite, ar na minha pele e os milhões de medos sussurrando na minha mente. E se doer? E se eu não gostar? E se Lauren não gosta de fazer comigo? E se eu fizer isso errado? E se...

Então Lauren termina e move o seu corpo junto ao meu. O frio desaparece e assim como as perguntas. 

Ela se instala ao meu lado. Um braço e uma perna sobre mim e ela beija meu ombro. 

– Em qualquer momento que você quiser parar, nós podemos. Basta dizer 

– Eu quero isso. – Tanto que chega a doer.

Seus dedos começam esta dança lenta, demorando-se em áreas, explorando. Desliza sob o meu peito, ao longo do meu estômago, pelas minhas pernas, para o interior minhas coxas, em seguida, para um lugar que faz com que a minha coluna se arqueie. Com beijos que me fazem bêbada e toques que me drogam, Lauren retira minha calcinha.

Minha respiração sai mais rápido, e minha pegada nela se aperta e quando meu mundo está indo para fraturar em milhões de pedaços, Lauren cobre o meu corpo com o seu, e sinto ela em áreas que ela nunca esteve antes. Como dentro de mim, ainda não. Ela é quente e sólida.

Lauren esfrega sua boca contra a minha e acaricia meu rosto quando ela distribui seu peso para os cotovelos. 

– Tem certeza? 

– Sim – eu sussurro com a necessidade de gritar. Estou a ponto de explodir, e eu quero esta libertação. 

Ela beija uma trilha ao meu ouvido. 

– Eu te amo, Camila Echo Cabello. 

– Eu amo você 

E Lauren desliza. Minha respiração para na minha garganta, e meus braços sufocam seu pescoço, os dedos arrancaram  seu cabelo.

Nós duas nos encontramos completamente imóveis, e meus olhos se espremerem com a dor ardente. Lauren acaricia meu cabelo e pressiona seus lábios ao lado da minha testa.

– Está tudo bem, Camz. Estamos bem. – Forma umidade em meus olhos, e Lauren beija um caminho até minha bochecha. Eu os abro, e ela olha para mim. O corpo dela treme como se ela estivesse tentando desesperadamente ficar imóvel. – Você está comigo, baby? – Eu engulo em seguida aceno. – Nós podemos parar. – Ele descansa sua testa na minha, e seu pulso bomba visivelmente no pescoço. Eu estou segurando minha respiração, e eu hesitante sugo o ar pelo nariz e solto através da minha boca. A dor não é mais tão acentuada, e eu reuno a minha coragem para continuar. 

– Eu estou bem.

Quando eu sou capaz de respirar normalmente, Lauren se move. É lento, e não dói tanto. Ela fecha os olhos como se ela estivesse se concentrando, e quando ela abre os olhos, ela me dá um pequeno sorriso. 

– Tente relaxar. 

– Eu estou – Eu não estou. 

– Você vai me fazer sangrar. – Oh, merda. Minhas unhas estao fincadas em suas costas, e os meus dedos puxando seu cabelo.

Eu afrouxo meu aperto, e o horror me faz ansiosa e um pouco histérica. Pelo amor de todas as coisas sagradas, dou risadinhas. Minhas bochechas ficam vermelhas com o som, mas a timidez e embaraço desaparecem quando Lauren ri comigo. 

É como se todo o meu corpo suspirasse de alívio. Toda a tensão se derrete, e tendo Lauren dentro de mim não dói. 

Lauren desliza a mão para o lado do meu corpo e quando ela atinge a curva da minha bunda, ela move-se mais para cima. Sinto apenas um leve desconforto neste momento e nas áreas privadas e escuras de minha mente, eu gostei mais do que eu odiava. 

Esse pensamento passa e o calor volta às minhas partes mais baixas, e eu sou capaz de beijar Lauren quando ela recupera meus lábios. 

– Você é tão linda- ela murmura. 

Contenho internamente a minha respiração. 

– Estou fazendo isso direito? – Um brilho de faíscas em seus olhos. 

– Você é perfeita. – E eu sorrio. Outro beijo nos meus lábios; outra deslocada para a frente. – Mantenha-se relaxada para mim. 

Em vez de concentrar-me em relaxar, eu foco no calor do seu corpo contra o meu, o seu aroma picante e como a luz da lanterna de acampamento atinge algumas partes de seu cabelo escuro. E eu especialmente me fixo em como, quando Lauren se move para cima, ela cria sensações que causam dependência em certas áreas que eu realmente, realmente ... Eu quero dizer realmente gosto. 

Quando Lauren se move outra vez, seu aperto em mim aperta-se ainda que ela possui a mesma quantidade de gentileza. Como se eu fosse um precioso vidro e ela tem medo de quebrar. 

Ela abaixa a cabeça, e eu beijo seu ombro enquanto envolvo meus pés em torno dela. Um som áspero deixa sua garganta, e uma emoção varre através de mim, eu tenho a capacidade de faze-la perder o controle.

 – Jesus Cristo, Camz. –  Seus dedos apertam em meus ombros. – Eu não quero te machucar. 

– Está tudo bem – eu sussurro em seu ouvido, e espremo meu corpo ao dela. 

Lauren prende a respiração e com alguns empurrões agudos finais, ela estremece. Ela respira duro e rápido, e meu corpo absorve completamente o seu peso como ela ganha seus rolamentos. 

– Eu te amo –  ela sussurra. E ela diz novamente. E de novo. Em seguida, cada enunciação da declaração é seguida por seus lábios pressionando contra o meu corpo. Há uma fração de segundo quando ela rola para o lado, cuida de certos negócios, mas, em seguida, ela é rápida e voltar para mim. – Você está ferida? 

 – Um pouco, mas não tanto como eu pensei que estaria. – Eu roço meus dedos ao longo de sua face. – Eu te amo.

Tanto. E dando-lhe isso, e sente como uma coisa para sempre. 

Meu corpo está neste estado oscilando estranha. Há uma onda de adrenalina por que eu fiz isso. Depois, há um fluxo de desejo ainda clamando para ser liberado. Uma grande parte de mim reconhece que estou longe de fazer isso de novo ... ainda. 

Lauren pega um cobertor, cobre nós duas e ajusta as almofadas de modo que eu estou completamente cercada. Como eu estou aconchegada ao lado dela, seus dedos traçam o interior da minha coxa e quando meus olhos rolam para trás de prazer, beija meus lábios e parece começar novamente. 

– De novo não – eu imploro, embora eu estou amando seu toque. – Ainda não. 

– De novo não – diz ela – Só para você. 

Beijos e toques Lauren declara seu amor através de sussurros íntimos, e ela se torna uma mulher determinada a terminar o que tinha começado.

 

FIM


Notas Finais


Entao amores, esse foi o fim, eu espero do fundo do coração que tenham gostado. Nao foi mada pesado, voces sabem, foi a primeira vez delas, e isso deve ser sempre lindo e calmo.
Eu amei cada pedacinho da fic e estou muito contente com o fim.

Eu tenho outras pra postar pra voces mas sao completamente diferentes dessa, por isso vou posgar em outra conta, vou postar a sinopse com o linke em um cap futuro aqui pra voces saberem.

Eu amo voces, e amei eatar com voces durante esse tempo ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...