História No Man's Land-War - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Originais
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suho, V, Xiumin
Tags Guerra
Visualizações 8
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Reforços


Fanfic / Fanfiction No Man's Land-War - Capítulo 2 - Reforços

Nome: Léia

Sexo: Feminino

Cidade/Páis: ???

Idade: ???

Poder Espiritual: Estrela de Davi, Clarividente

 

(Henrique): ... isso é irritante

-Hm, sorte a sua, seu olho só vê a luz, não precisa ver as coisas que eu vejo

-Eu sei, mas agora eu não enxergo nada

-Vamos lá! Já aguentamos essa merda a vida toda, tá na hora de acabar com isso

-grrr

 

Oque está acontecendo? Bom, antes você precisa saber que o nosso mundo não se limita a somente o que enxergamos, quer dizer, eu enxergo, mas esse não é o caso da maioria. Por trás do mundo material que enxergamos existe o mundo espiritual, que incrivelmente nos influencia mais do que você imagina, no mundo espiritual existem entidades, as mais fracas são os espíritos, são apenas almas de pessoas falecidas que vagam sem rumo procurando a luz, os obsessores são entidades que já tem noção do que são, e podem se conectar ás pessoas, podendo causar doenças ou tormentos emocionais, os bestiais são entidades sem raciocínio que tem atitudes animais, são os mais violentos de todos, e consequentemente, os mais perigosos, nunca tente brigar com um deles, vai por mim, já fiz isso. Também tem os anjos e as outras entidades boas de proteção, que no caso, são as únicas que Henrique pode enxergar, você deve estar se perguntando, como se enxerga esse mundo? Infelizmente, não dá comprar “olhos do mundo espiritual” no mercado, você tem que nascer com eles.

 

Uma parte das pessoas que nasce com esse dom, quando se conectam ao mundo espiritual, ficam com olhos vermelhos, e surge uma estrela de Davi nos olhos, eu sou uma delas, nós só podemos ver as entidades ruins, sem ninguém pra te dizer que existe a luz, você sente que vive no inferno, ainda bem que conheci Henrique, já que o caso dele é o contrário. Henrique quando se conecta ao mundo espiritual, fica com seu olho esquerdo azul, e com uma cruz, ele só enxerga entidades boas, Henrique nasceu com os dois olhos, mas trocou o direito por um favor no mundo espiritual, também existem casos raríssimos de pessoas que tem os dois olhos, um vermelho, e o outro azul, elas são extremamente raras, e podem conseguir muitas vantagens através desses olhos.

 

Eu e Henrique somos atormentados por obsessores de mesmo tipo... eles sugam nossos relacionamentos, influenciam a mente das pessoas para que tenham receio de nós... essa porra sempre nos atormentou, mas agora eu sei como expulsá-la, o motivo do mal humor do Henrique (além do fato do obsessor estar cegando o olho esquerdo dele) é porquê o ritual pra expulsar a entidade machuca, ele vai sentir um queimadura aonde sair a entidade

 

-Eae? Tá preparado?

-Ah, só faça isso logo

-Hm, calma cachorrinho hehe... me diga aonde doer- fui tocando seu corpo jogando energia com meus dedos, aonde ele sentir dor é o ponto de energia dominado pelo obsessor.

-ARG! AI! 

-No ombro hm? Ok vamos lá, tire a camisa

-Não preciso tirar a camisa se é no ombro.

-Mas facilita sabia?

-Mas, mas

-TIRA LOGO CARAMBA!

-ahhh ta, ta

-Ok... vamos começar- falei depois de ele tirar a camisa-respira fundo

-Ei, isso era pra me confort...AAARRRRRGGGGG AHHH PORRA!

-Hmm...ele está resistindo muito... também, depois de uma vida inteira dentro dele

-AAAARRRRRRG TIRA ISSO DE MIM!

-Ok...vamos lá... AAAAAHHHH אני משחרר אותך אל האור!

-AAAAAAAAARRRRGGGG-Henrique caiu desmaiado e fui jogada para trás

-Ah! Con-consegui?- eu falava ofegante-pelo menos agora não vamos ter mais barreiras nos nossos objetivos...

(Yoongi)

*O comandante se aproxima*

-Ei, “D” (codinome do yoongi) saímos daqui 10 minutos, se prepare

-Sim, senhor

(tae)- droga, Jungkook parece mtt nervoso

-Vai lá acalmar ele Tae

- Hm... ok

(V)

-... Eae kook, como você tá?

-Ah, Tae, eu...eu estou bem

-Qual é, eu sei que não tá, pode falar

-Não, eu só... eu só... eu sinto falta dos outros Tae!-Jungkook dizia começando a chorar

-Oh, Kook- respondi sentando ao seu lado- Eu também sinto, mas eu ainda consigo me manter alegre-disse deitando a cabeça em seu ombro

- Como?- continuava chorando

- Porque eu estou com você- entrelacei nossas mãos- vou fazer de tudo para te deixar feliz e suprir a falta dos outros- fiquei observando o lindo sorriso se formando no rosto de Jungkook

-Mas-Mas e se a gente morrer?

-Nunca vou deixar isso acontecer.

(Suga)- Ei, pombinhos, tá na hora de ir, se preparem

(Jungkook)- Ah, droga

(V)-Calma, eu vou te proteger, vamos lá, a gente consegue- V pegou jungkook pela mão e o ajudou a levantar

 

Eu estava suando frio, era nossa primeira vez em combate, não sabíamos o que poderia acontecer, até porque, se soubéssemos, nem teríamos coragem de continuar. Quando chegamos perto da prefeitura, nos deparamos com uma situação meio estranha, o silêncio, parecia que não tinha nenhum sinal de vida ali, bem diferente da resistência que imaginávamos.

 

(V)-Hm... muito quieto

(Suga)- Estranho...

(Jk)- Tal-talvez tenham desistido?

(JB, comandante)- Hm, bem improvável, mantenham esse silêncio e tomem cuidado aonde pisam, pode ser uma armadilha.

 

Nosso regimento ficou escondido procurando por armadilhas, então decidimos mandar um de nós avançar um pouco.

(JB)- tá vendo alguma coisa?

(Soldado)- me parece segu- antes dele terminar a frase uma mina pulou da terra explodindo na região da cintura, o partindo no meio

(Suga)-AH, PORRA SE ABAIXEM- naquele momento várias minas começaram a explodir e rajadas de metralhadoras eram disparadas contra a gente sem parar

(JK)- AH MERDA VAMOS MORRER

(Henrique) Hm, não hoje- as minhas continuavam a explodir, mas as balas pareciam travar em um tipo de “parede invisível” impedindo que elas nos atingissem- AGORA

 

Nessa hora, vários tiros de artilharia foram disparados destruindo grande parte das metralhadoras

(Soldados) AHHHHHHH!- uma multidão de soldados surgiram do nada avançando como se fossem formigas se amontoando em um doce

(V)- Reforços?

(JB)- Parece que os brasileiros chegaram antes do que imaginávamos, não vamos deixa-los sozinhos, avancem!

(Suga) Sim, senhor!- Suga foi o primeiro a sair na frente

(JK)-AH MERDA, NÃO QUERO IR

(V)-Vamo logo seu bebê- Tae o puxou e saiu correndo

 

Com a grande superioridade numérica, logo a resistência declarou retirada e saíram correndo enquanto eram atingidos por tiros, suga estava executando alguns soldados que se renderam

(Suga)-Isso é pelos nossos companheiros, seus filhas da puta

(V)-Ei! Ei! Que porra é essa Yoongi, eles já se renderam, dá pra se controlar?

(Suga)-Ah, se controlar de cu é-

(JB) – Dá pra calar a boca esquentadinho? O comandante aqui sou eu, quem te deu ordens pra matar soldados rendidos? Dá próxima não ache que vai sair sem punição.

(Henrique)- até porque quem cuida dos prisioneiros sou eu

(JB)Oh! General, me desculpe por permitir esse erro, vou reprimi-lo agora!

(Henrique) Não é necessário, só leve os prisioneiros até meus oficiais, e depois chame o tal de “D” pra falar comigo

(JB) Sim, senhor!

(Suga)-só faltava essa...

(V)- você pediu, vou ir ver jungkook-Tae foi até jungkook

-Você tá bem kook? Se feriu? Alguma coisa aranhou seu rosto lindo?

-Ah! Tae! Tô tão feliz que você está vivo! Eu estou bem, e você?

-se você está, eu também estou

 

(Suga)

(Henrique)-Sente-se por favor Yoongi- Henrique me levou até uma sala escura com duas pessoas mascaradas vestidas de preto ao lado dele.

-Como sabe meu nome?

-Eu VEJO em você, hehe, você não precisa entender essa frase, mas enfim, essa pessoal do meu lado, eles são chamados de “Demônios Negros” pelos próprios inimigos, e sabe de uma coisa, sua personalidade é muito parecida com a desses caras

 

“Quer se juntar a eles?”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...