História No Mercy - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Daryl Dixon, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Rick Grimes
Tags Negan, The Walking Dead, Twd
Exibições 132
Palavras 1.043
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura ! S2 S2

Capítulo 17 - Moe


Fanfic / Fanfiction No Mercy - Capítulo 17 - Moe

Foram longas e incontáveis horas de intenso tiroteio, explosões, mordedores se aproximando devido ao barulho ensurdecedor e infelizmente perdas, perdas que incluíam um líder e não puderam ser relevadas até o final de tudo, quando os rebeldes venceram e puderem enfim contar os danos causados aos aliados.

O numero de moradores de cada grupo diminuiu drasticamente e o do hospício era quase nulo, apenas dois homens e uma mulher, enquanto a medica ajudava os feridos, os dois homens procuravam por sobreviventes.

- Já vimos corpo por corpo duas vezes e nada dele, será que fugiu?- Elliot perguntou ao líder de um dos grupos.

- Também não a encontraram.- Paul comentou pensativo.- Acha que...?

- Não, se fosse para ajuda-lo ela já teria o feito muito antes e não teríamos vencido.- Jack explicou observando os corpos caídos.- Também não encontramos o James.

Enquanto o trio avalia os danos, dois homens e um garoto aproximavam-se abatidos e cansados, Paul logo os reconheceu e deu espaço para que se juntassem ao demais.

- E os seus?- Paul perguntou.

- Quatro.- Rick respondeu cabisbaixo.- Parece pouco, mas eram... Você sabe.

- Antes quatro que todos.- Jack disse amargurado e notou que um dos homens brincava insistentemente com algumas pedras no pulso.- Vocês encontraram a Lurian?

- Não, mas encontramos o Jimmy.

- O Jimmy esta bem? Onde ele esta?- Elliot perguntou desesperado. O xerife apenas o olhou sério, um olhar que explicava o estado do soldado e ao entender o jovem não conteve as lagrimas.- Oh céus, Jimmy...- Choramingou.- Onde ele está?

Os dois moradores do hospício foram guiados pelo trio de Alexandria até o começo da estrada, metros e metros a frente de onde havia sido travada a guerra. Elliot ao ver o corpo sem cabeça do amigo caído próximo a uma arvore correu desolado.

- N-não, não Jimmy, n-não pode ser ele...-Elliot choramingou entre soluços, ajoelhou-se em frente ao corpo e procurou pela corrente que deveria estar ali.- Céus, a tag do senhor Jacob não esta aqui.

- Merda.- Jack resmungou ao lado do xerife, chamando a atenção do mesmo.- Foi a Lurian, eu sabia que ela ia nos trair.

- Não foi a Lurian!- O jovem exclamou com o rosto coberto por lagrimas.- Você viu o que fizeram com ela, se fosse para nos trair ela não teria sido torturada.

- Vocês encontraram o Negan?- Rick resolveu perguntar desconfiado.

- Ela não fez isso.- Daryl resmungou brincando com o colar de perolas em seu pulso.- Aquele doente deve ter levado ela e estamos aqui perdendo tempo.- Com isso virou-se mancando de volta ao local onde havia sido travada a guerra.

- Ele esta certo!- Elliot concordou levantando-se para voltar ao pequeno grupo.- Precisamos procura-los.

- Não seja idiota.- Jack revirou os olhos.- Lurian ajudou ele, Jimmy esta morto, ninguém encontrou os corpos e ninguém os viu.

Aquelas palavras percorreram o lugar e o que se seguiu foi um silencio torturante, eles não queriam que fosse verdade mas sabiam que era plausível e perigoso já que a mulher conhecia a rotina de cada grupo além de ter armas escondidas pelos arredores, o único que sabia o que e onde Lurian as escondia era Jimmy e o mesmo estava decapitado em frente a eles. Aquela possibilidade abalou Rick, o líder estava pronto para reunir todos afim de contar o que supunham quando o pequeno grupo ouviu assovios vindos das arvores e foi por entre elas que uma figura conhecida surgiu ensanguentada, em uma mão segurava a corrente que antes estava no pescoço de Jimmy e na outra uma cabeça.

- Vocês me amam tanto, deveriam fazer uma estatua em minha homenagem.- Lurian debochou cansada e jogou a cabeça do inimigo que rolou, parando a poucos centímetros do pé do vice xerife.- Ele cortou a cabeça do Jimmy, mas eu disse a ele.- Riu sentando ao lado do corpo desfalecido.- Eu disse que comigo toda reação tem uma retalhação, mas com ele foi uma decapitação.- Voltou a rir dessa vez histérica.- Decapitação, entenderam?

- Lurian... Você esta bem?- Elliot perguntou em um misto de preocupação e pavor.

- Bem? Por Deus Elliot, eu acabei de decapitar o homem que há um dia atrás estava me beijando e estou ao lado do corpo sem cabeça do Jimmy, olha como eles estão. Eu estou ótima!- Exclamou entre risos.

Lurian gargalhava com o rosto coberto pelas mãos e os homens estranhando a reação não notaram quando os risos se transformaram em um choro compulsivo, a mulher soluçava e murmurava frases desconexas como "no final eu não era a garotinha dele", "o que eu fiz?", "perdão papai" e "desgraçado filho da puta", os quatro homens permaneceram estáticos não sabendo lidar com a mudança de humor repentina. Quando Lurian finalmente se acalmou e ergueu o rosto marcado de sangue pelos dedos que tiveram os pontos estourados, levantou-se olhando diretamente por cima dos ombros de Jack que virou confuso encontrando o homem que há alguns minutos estava junto ao vice xerife.

- Lurian!- Daryl gritou correndo com dificuldade, indo de encontro a mulher que impulsionou o corpo para frente o envolvendo em um abraço apertado e dolorido.

- Daryl, se o Negan não me matou, você esta quase.- Lurian brincou desvencilhando-se do homem que rapidamente afastou-se preocupado.

- Você precisa cuidar desses ferimentos.- Daryl disse voltando a aproximar-se para pega-la no colo.

- Vai me carregar como uma noiva?- Perguntou envolvendo os braços ao redor do pescoço dele.- Eu daria o beijo do "sim" mas estou acabada.

Lurian apesar de sempre oferecer ajuda, raramente aceitava uma porém não contestou a ação do caçador, em partes ela se sentia bem abraçada a ele e não queria que aquilo acabasse tão cedo.

Levou tempo para que todos se adaptassem ao que acabara de acontecer, principalmente Lurian que além de perder o melhor amigo, também havia perdido o próprio grupo, Rick e Paul a convidaram para unir-se a eles junto a Jack, Emily e Elliot, o casal aceitou a proposta de Paul, já Elliot e Lurian uniram-se a Alexandria. Obviamente a paz não reinou, ainda haviam outros grupos hostis por ai, além dos mordedores, mas de certa forma eles sentiam-se aliviados por finalmente verem-se livres daquele homem que os torturou fisicamente e psicologicamente por tanto tempo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...