História No Mercy - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Daryl Dixon, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Rick Grimes
Tags Negan, The Walking Dead, Twd
Exibições 130
Palavras 718
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse é o ultimo capitulo então vou contar algumas coisinhas.

Desde o começo eu tinha em mente que a Lurian não ficaria com o Negan, a história seria mais ou menos assim: Ela se apaixonaria pelo Negan, conheceria Rick e entraria em um conflito emocional, no final ela acabaria escolhendo o Negan e ele a mataria, sim, esse seria o final. HAHAHAHAHAHA Mas quando coloquei o Daryl na história precisei mudar algumas coisas e aproveitei para dar um final feliz a ela, então não fiquem tristes por no final a Lurian não ficar com o Negan, poderia ser pior. Hahahaha

Boa leitura! S2

Capítulo 18 - Extra


Point of View: Lurian Jeane Foster

"152, ano 6.

Levou tempo, mas parece que tudo esta "normal". Rick e eu não sentimos mais a pressão da liderança sobre nós e isso tem sido como férias para ambos, lamento pela namorada dele ter morrido durante a batalha, mas todos tivemos nossas perdas e ele é um homem forte.

Nos primeiros meses foi difícil aceitar que minha escolha em ter sacrificado meu grupo foi a correta, talvez não tenha sido, mas hoje quando vejo os poucos momentos em que Rick sorri sincero e brinca com os filhos, as crianças e meu caipira favorito tenho a certeza de que valeu a pena.

A lição que fica disso tudo, Judith, é que não importa quantos tipos diferentes de inimigos você tenha, mordedores, sussurradores, animais ou doenças, o seu maior inimigo sempre será a própria humanidade, afinal, foi ela quem começou todo esse caos. Mas não se esqueça que todo o mal trás algo bom, não foi fácil descobrir o que de bom tudo isso trouxe a mim mas quando descobri, uau, foi uma sensação indescritível. Espero que um dia você possa olhar para trás e ver que tudo o que você passou, minha pequena, tenha a trazido algo bom.

PS: Se eu ainda estiver viva, mostre-me essa pagina."

- Então?- A garota de 12 anos disse com um meio sorriso curioso e franzi o cenho confusa.- O que tudo isso trouxe de bom a você tia Luri?

- Você.- A envolvi em um abraço apertado que arrancou uma pequena gargalhada infantil.- Bem, eu perdi o que deveria proteger mas ganhei vocês e no final era exatamente o que eu queria proteger.

- Como era o Jimmy? Ele era alto?

- Sim! E forte, mas é melhor eu não contar mais sobre isso, seu tio Daryl sente ciumes.- Pisquei divertida.

- Não sinto ciumes.- Daryl resmungou entrando na sala com um pequeno bebe no colo.

- Sabe quando me apaixonei por você?- Perguntei o observando sentar-se ao nosso lado e Judith não perdeu tempo em brincar com bebe.

- Quando?- Judith perguntou curiosa, olhando-me com os olhos azuis brilhando.

- Me apaixonei pelo seu tio Daryl quando você era do tamanho do Jacob.- Olhei para o pequeno bebe e abracei o homem que o segurava.-

Ele estava a segurando no colo e eu o abracei, eu pensava que fosse apenas carinho ou carência mas na segunda vez que o abracei, quando a guerra acabou, percebi que era amor.

- Ah que lindo.- A pequena suspirou sonhadora.- E foi assim que o Jacob nasceu?

- É-e... É melhor você perguntar isso ao seu pai.- Respondi com certo receio e a vi concordar com a cabeça e correr para as escadas.- Por Deus, ela vai mesmo perguntar isso ao Rick.

- Me apaixonei por você no mesmo momento.- Daryl sussurrou chamando minha atenção, ele tentava olhar-me porém desviava tímido, arrancando um sorriso meu, seguido de um beijo terno.

Você deve estar se perguntando, por quê Lurian Jeane Foster? Esse é o meu nome de batismo, Harper era o sobrenome do Francis e bem, como agora estou com Daryl achei desnecessário continuar com o nome de casada. E sim, Jacob é nosso filho, tem a mesma idade do filho do Rick, exatamente, Rick teve outro filho, aquele homem não perde tempo! Assim como Carl que também tem uma menina. No hospício não haviam crianças tão novas então para mim foi um inferno aprender a lidar com aquela pequena creche, mas Rick e por incrível que pareça, Daryl, me ajudaram, sinto falta de Jacob e Jimmy, mas não posso negar que estou feliz com minha nova família.

Enfrentamos outros inimigos com o decorrer dos anos mas nenhum se comparou ao Negan, eu estava apaixonada por ele, não há como negar que estava e mesmo tendo sido torturada e quase morta não o vejo como um vilão, o vejo apenas como alguém que queria fazer algo oposto dos que achavam fazer o bem. Também não me pego pensando o que teria acontecido se eu aceitasse a proposta de me uni-se aos salvadores, eu não teria o que pretendia, não ficaria com ele afinal, ele era mal, além do mais, estou feliz com o futuro que ajudei a criar e tenho a certeza de que não poderia ser melhor.


Notas Finais


Fim. :( a não ser que eu faça uma segunda temporada contando como ela chegou a esse ponto na história. FIKDIK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...