História No One Colors - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Capítulo Único, Cores, Drama, One-shot
Exibições 16
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi pessoinhas! Essa é minha primeira fic, e espero que gostem do temo dela e da maneira como eu escrevi.
Bjs de morango, boa leitura e até lá nas NFs

Capítulo 1 - One Shot


Fanfic / Fanfiction No One Colors - Capítulo 1 - One Shot

"Estenda sua mão para mim

Me salve

Eu preciso do seu amor

Antes que eu caia"

Save Me, BTS

Sabe, eu costumava enxergar tudo perfeito, tudo da melhor forma possível, até a desgraça começar, no momento que ela finalmente acabará. Querem que eu explique? Tudo bem, eu explico.

Eu me chamo Verônica Moura e tenho 15 anos, mas tudo começou quando eu tinha 12. Eu era cheia de amigos a minha volta, todos que me conheciam eram meus amigos. Eu tinha na época sete melhores amigos: Maria Júlia, Alice, Elisa, Mariah, Thomas, Nicolas e Pedro. Éramos literalmente grudados uns nos outros. Tudo ia bem na nossa amizade, e então minha vida teve seu destino horrível . De uma hora para outra, todos se afastaram de mim, além de terem começado aquela típica zoação que rola nos filmes. Thomas e Nicolas começaram com tudo, e depois Elisa e Maria Júlia continuaram. Eu não sabia o que estava acontecendo naquele tempo, e até hoje não sei ao certo. Os que ficaram ao meu lado foram Pedro, Alice e Mariah, e até hoje, agradeço por ter escolhido eles. As duas se mudaram, mas continuamos mantendo contato.

Conforme os anos se passavam, tudo piorava, e as cores sumiam aos poucos da minha vida. Quando eu completei meus 13 anos, tudo foi de mal a pior. Eu tinha ficado com Pedro, mas mesmo assim não afetou na nossa amizade. Pedro era meu melhor amigo, além de ser o mais próximo. No dia que mais marcou minha vida, 04/02/2014, Pedro se mudou para longe, Alaska. Antes disso, ele me enviou uma mensagem, dizendo que ficaria tudo bem se eu ficasse sozinha, e mesmo depois de se mudar, ele estaria ao meu lado, me protegendo de tudo. Ele me disse seus motivos, que eram problemas familiares e escolares também. Eu chorei por um bom tempo, já que ele se mudou na sexta à noite. Na segunda feira, eu cheguei aquele inferno e todos me olhavam com cara de desprezo, mas eu nem liguei, já que isso sempre acontecia. Estava andando pelos corredores e ao longo do caminho ouvia sussurros cortados, que se ligavam uns aos outros. Um boato ridículo tinha se formado naquele colégio de merda, e ele dizia que Pedro se mudou por minha causa. As implicâncias só pioraram a partir daí. Dessa vez as garotas me batiam e me jogavam coisas, os garotos me xingavam, enquanto Elisa e Maria só observavam rindo do que acontecia. Isso seguiu até um momento incrível da minha vida.

Eu fiz meus 15 anos no dia 14/06/2016 e a reviravolta chegou em 17/07/2016. Tudo estava como sempre foi, e então três mensagens chegam ao meu celular.

1:Alice- Veh, estamos voltando, e se prepara, porque tudo vai mudar!

2: Nicole (amiga virtual)- Veh, eu to indo com a Wendy pra sua cidade e nós vamos ajudar você quando chegarmos ok?!

3: Thomas- Verônica, sei que isso é impossível, mas me perdoa. Sei que fiz muita merda com você, mas eu sempre fui seu amigo. Nicolas e eu não somos mais amigos, por causa das coisas que ele fazia com você. Sei também que não vai acreditar em uma palavra, mas que eu sempre gostei muito de você. Espero que possamos ter nossa antiga amizade de volta.

Eu tinha ganhado meu dia com aquilo. Responde todas as mensagens, e esperava que tudo aquilo fosse verdade.

As férias finalmente acabam, e então vou para a escola, tendo minha rotina normal de sempre, até que chego à sala e tenho uma surpresa: Thomas estava em minha sala e guardava 6 lugares a sua volta. Imaginei ser para as garotas que ele ficava, mas foi ouvindo sua voz que tive a certeza de que aquela mensagem dizia verdades.

- Verônica, aqui! – Thomas grita, apontando para a cadeira ao seu lado.

Sento-me lá com receio, mas então ele me diz várias coisas e me faz lhe perdoar. Estava cedo, e eu estava finalmente feliz, depois de tanto tempo. Vemos cinco pessoas conhecidas se aproximando, e então corro até elas, abraçando-as fortemente. Eram Nicole, Alice, Wendy, Mariah e Pedro.

- Por que demoraram tanto? E Pedro, por que não me avisou que voltaria idiota? – falei chorando enquanto eles me acalmavam.

Sentamos nos lugares guardados por Thomas e ficamos conversando e atualizando as coisas perdidas. Finalmente, as cores vibrantes que eu não via e as alegrias que eu não tinha há tanto tempo voltaram a aparecer.


Notas Finais


Bom, obrigada por ter lido e se tiver algum erro, me avisem.
Queria dizer que essa fic é uma parte inventada e outra real, então se expressem como quiserem.
Espero que tenham gostado, amo vcs <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...