História No One Heard Our Crying - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki
Exibições 10
Palavras 599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, amores do meu coraçãozinho!~
Nesse capítulo, uma personagem nova feita pela @Trev-chan aparecerá! <3

Espero que gostem ^^

Capítulo 8 - O Que Aconteceu?!


Fanfic / Fanfiction No One Heard Our Crying - Capítulo 8 - O Que Aconteceu?!

O sinal bateu e todos os alunos retornaram as suas devidas salas. 
Por um momento, Maya não havia notado nada de estranho, porém um tempo depois, reparou que a pequena Yuzuki não estava lá, isso a preocupou bastante. Também, ela sentia a horrível sensação de estar sendo observado ou até mesmo, perseguida por alguém.
Um pouco antes da aula começar, a moreninha apareceu, porém, ela estava aparentemente horrorizada, traumatizada e assustada com algo que havia acontecido.
-Você tá bem, "nee-chan"?-Perguntou a calma kuudere, que ficou apavorada ao ver o estado da amiga.
A dandere encarou Maya com um olhar triste, como se estivesse pedindo ajuda, e disse:-Depois da aula, eu te conto tudo... Mas prometa que o assunto vai morrer quando a nossa conversa acabar, por favor...
Maya fez um sinal de sim com a cabeça e ajudou a pequenina a chegar até a sua carteira.
-Ei, tá tudo bem? Você precisa de ajuda?-Perguntou uma garota, que tinha cabelos e olhos castanhos. A menina tinha ar de ser bastante confiante.
-Estou bem sim... Obrigada pela preocupação...-Disse Yuzuki, esboçando um suave sorriso em seu rosto.
-Ah, ok então. Me chamo Mariane Blackrose, e você?
-Me chamo Yuzuki Hayuno. Prazer em conhecê-la!
-Haha, o prazer é todo meu. Um, não que eu tenha algo contra você, mas tem certeza que você tá mesmo na sala certa? É que você é um pouco, vamos dizer... Pequena.
-Hehe, sim... Eu sou pequenininha mesmo...
-Tá, conversamos depois! Até mais!
-Até...
A aula se passou e logo depois do sinal de saída, Yuzuki e Maya foram até um lugar vazio para conversar a respeito do que havia acontecido.
-Então... Tenho certeza de que se eu só contar, você não vai acreditar em mim, por tanto, olhe...-Disse a pequena  enquanto afastava um pouco o cabelo da área do pescoço e do ombro.
Maya ficou extremamente assustada com o que viu:dois furos profundos tanto no pescoço quanto no ombro da amiga.
-Oh meu Deus!!! O que aconteceu?! O que é isso?!-Exclamou a kuudere, dando um olhar assustado para a dandere.
-Maya... Eles não são normais...-Disse Yuzuki, enquanto lágrimas de nervoso escorriam de seus olhos verdes-... Eles querem nosso sangue... Eles querem que sejamos posse deles...-Continuou a morena, enxugando os olhos.
-O quê você quer dizer com isso?...-Disse Maya, fixando seus olhos azuis nas marcas em sua "amiga irmã ".
-É difícil explicar...
Depois dessa frase da pequena dandere, foi possível ouvir três pessoas conversando.
-Mano, cadê o bom senso nessa sua cabeça oca?! Pô, me deixa em paz, babaca!
-Acho que ninguém te perguntou nada, chichinasi.
-ME CHAMA DISSO OUTRA VEZ QUE EU TE DOU UM SOCO, SUA SALAMANDRA DE ENCHARPE DO CARAMBA!!
-Hahaha! Salamandra de encharpe, essa foi boa, Bitch-Chan~ 
-Obrigada <3
Eram Mariane, Ayato e Laito conversando. Maya não evitou e riu um pouquinho da cena, aliás, aquilo estava meio bizarro e engraçado ao mesmo tempo.
Todos voltaram para as suas devidas casas, menos Maya e Yuzuki, que estavam abrigadas na casa dos Sakamakis. Como na ida, todos na limusine estavam em silêncio absoluto, cada um fazendo suas coisas. Isso era um pouco estranho, pois geralmente, irmãos se comunicam bastante, e eles quase nunca olhavam um para a cara do outro.
Chegando na mansão, Yuzuki saiu correndo como um raio em direção ao seu quarto, enquanto Maya andava com calma para ver se algo de estranho acontecia. De repente, Maya sentiu alguém colocar a mão em seu ombro, fazendo com que ela congelasse completamente. Ela se virou lentamente para ver quem era, com dificuldade para respirar por conta do medo, e era...

~-—•CONTINUA•—-~



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...