História No place like home - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakuzu, Kisame Hoshigaki, Konan, Madara Uchiha, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Tsunade Senju, Yahiko, Zetsu
Tags Deidara, Hidan, Hinata, Ino, Itachi, Jiraya, Kakuzu, Kisame, Konan, Madara, Naruto, Pain, Painkonan, Sakura, Sasori, Tobi, Tsunade, Yahiko, Zetzu
Visualizações 7
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yoooooo genteeeeee mais um capitulo pra vocês :3 espero que gostem lol

Vamos nessa lol

Capítulo 3 - Se conhecendo part 1


~~ Konan povos ~~~~

- vocês estão prontas crianças?

- estamos capitão!

- eu não ouvi direito

- estamos capitão!!!

Era a TV ligada, eles já acordaram? Bob esponja serio? Levanto e o primeiro que faço e ver meu celular tinha uma mensagem, Tsunade

“Só pra lembra que você não precisar vir aqui enquanto esta com as crianças, bjs”

Nem ela quer eles por perto, vou ate o banheiro e faço minha Higiene, ainda to morrendo de sono me jogo na cama que estava me seduzindo a todo momento *ela sabe como é gostosa* mais sei que não posso fica aqui, pego meu coberto e me enrolo e vou ate a sala, chegando lá eles se viram pra me ver e logo fazem uma de “a é você” e voltam a atenção na TV e eu me sento no sofá pra assistir com eles, o mascarado vem ate mim e da umas puxadinhas no cobertor e eu entendo o que ele queria abro a coberta e ergo ele junto comigo, depois me veio uma dúvida – o que vocês comem? – eles olham para mim e depois voltam pra TV *ignorada com sucesso* - levanta mascarado vou fazer uns pães – ergo ele é o coloco no chão

- não gostamos de pães – fala o albino

- ah agora vocês falam? pois é isso vão comer! – tão achando que aqui é um restaurante? Eles nada dizem só viram a cara, vou e preparo um café delicia pra mim e faço leite pra eles o que me faz colocar leite na lista de compras – aqui leite pra vocês – entrego pra cada um e vou tomar meu café que estava uma delicia claro, passei a manhã toda assistindo TV com eles quando bateram na porta, eles se assustaram e correram atrás do moreno – relaxa gente deve ser algum amigo meu – abro a porta e vejo os olhos perolados a minha frente e um alivio completo – Hinata!

- Hi Konan – dou espaço pra ela passar e logo ela a vista as crianças – Hola meninos? – fala com um aceno simples e os meninos se enchem de alegria gritando o nome dela, o que não me surpreendeu já que Hinata leva o maior jeito com crianças, eles correram ate ela e deram um abraço em grupo nela

- vai nos levar daqui?

- em um outro lugar? – começaram encher ela desse tipo de pergunta qual é não sou tão ruim assim sou?

- hm não meninos, eu só vim falar com a Konan – responde confusa e eles abaixam a cabeça tristes

- pra tristeza de vocês – provoco eles e Hinata me olha com cara de “qual é seu problema?” e eu tava olhei pra ela com cara de “o que foi?” – vem vamos pro meu escritório – que é meu quarto – já sabem a regra ne? – falo sem esperar a resposta – entre – falo assim que abro – cintasse a vontade

- já sou de casa – fala sentando na cama – regras? O que esta acontecendo aqui?

- oras são crianças não vou deixar elas fazerem o que bem quiserem – me em uma cadeira enfrente dela e cruzo os braços

- são crianças Konan

- eu sei

- que precisam da nossa ajuda

- eu sei também

- que podem ter um passado difícil

- provavelmente sim – ela inspira como se estivesse fazendo outra carga de paciência e se levanta e diz

- sabe Konan as vezes acho que os meninos são mais maduros que você – fala num to firme apontando pra mim

- ah por favor Hinata, não... – fui interrompida

- é o que eu acho! – fala firme e se senta de novo – Yahiko também acha isso – fala baixo olhando pra outro lado

- vocês andam falando de mim pelas costas? – to indignada

- Yahiko fala de você todo tempo – fala de repente e logo arregala os olhos e tampa a boca, aquele idiota fala de mim pelas costas todo tempo? Eu fico com cara de “O QUE?!” cheia de raiva – ma mais não desse jeito, ele ele sempre – ela começa a ficar vermelha mais logo se recompõe – não é sobre isso que eu vim conversa! É sobre os meninos – resolvo deixa aquela conversa pra lá e escutar ela – Tsunade estava contando sobre eles ontem mais pela noticia parecia que você estava nas nuvens então ela me mandou aqui para te explicar, como você deve saber, fui eu que fui buscar eles e quando cheguei lá vi aqueles olhos assustados, não sabemos ainda o que aconteceu eles foram encontrados na rua saindo de um subterrâneo, estavam sob proteção de Kurotsuchi, ela esta desaparecida, bom o corpo dela podemos dizer, pelos vestígios dificilmente ela esteja viva – ela fala com um semblante triste, conheci a Kuro uma vez, ela controlava a terra um grande poder - a certeza é que Orochimaru quer essas crianças, custe que custar

- por que ele ia quere tantos eles?

- os poderes deles são únicos, em mãos erradas pode devastar um país inteiro – tanto assim, começo a perceber o tão importante essa missão e o por que de estar em minhas mãos, não pelo fato de eu ser forte, mais pela confiança que Tsunade tem em mim – eles foram abandonados pelos pais quando bebes, perderam muitas pessoas queridas por eles, tão pequenos carregando um passados desses, vários tentaram arrancar informações de quem estava por trás disso tudo, mas nem um falam com nos, Kuro ate agora era a mais próxima deles e na casa onde eles estavam não era Orochimaru era outro alguém, mais sempre que tenta tocar nesse assunto eles se apavoram e assim evitamos falar com eles, Tsunade quer que você consiga essa informação da melhor forma possível ela sabe que isso pode demorar e então tome o tempo que precisar – diz levantando para ir embora – e Konan por favor, eles já sofreram muito, de um pouco de amor a eles – ela da um toque no meu ombro e sai do quarto, escuto ela se despedindo das crianças e logo a porta se fechando, é Konan você sabe também como é passar por isso, hora de deixa sua dor de lado e cuidar da deles, eles ainda tem “esperança”

Continua...


Notas Finais


E então o que acharam? Continua? Vou continua

Comentem e deixem seus favoritos se quiserem claro :3

Qualquer bug ou erro me avisem OK?

Um abraço de ursu <3 e tchau tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...