História No Pressure - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Obsessão, Possessivo, Violencia
Visualizações 515
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 69 - Sem desculpas


Fanfic / Fanfiction No Pressure - Capítulo 69 - Sem desculpas

Narração Por Nina

 

Minhas pernas ficaram bambas, novamente aqui Nina. Ah garota o que adiantou fugir?

 

Entrei no quarto meu quarto antigo, Jazzy estava nos meu braços quieta, com certeza ela estava achando tudo esquisito. Não sei como ela não estranhou Kendall. Abri minha boca um pouco assustada, tinha um berço bem do lado da minha cama. É algo me deixava melancólica, tudo estava igual, e eu não queria ver as tal cenas que aconteceram aqui.

 

Nina"você dormiu por aqui, foi?"perguntei a Jazzy mesmo sabendo que ela não vai responder

 

Coloquei ela dentro do berço, sua animação foi tão grande ao ver ursinhos de pelúcias. Arregalei os olhos ao ver a porta aberta, mas meu coração se acalmou ao ver só o Chris.

 

Chris"vejo que a Jazzy está desfrutando dos brinquedos"assenti

 

Chris entrou no meu quarto, caminhou em direção ao berço onde Jazzy o olhou.

 

Chris"comprei algumas coisas para Jazzy não sentir tanta sua falta, e roupas para ela"

 

Nina"obrigada, você alimentou bem ela?"

 

Chris"a Kendall e Gigi me ajudaram nisso"respirei fundo mais calma, mas não esperaria algo da Gigi

 

Nina"quanto tempo eu fiquei presa no porão?"

 

Chris"dois dias"parecia uma eternidade

 

O mesmo se curvou beijando o topo da cabeça de Jazzy, e me deu as costas saindo do meu quarto. Peguei alguns ursinhos brincando com Jazzy recebendo suas gargalhadas gostosa. Ela estava feliz e o que importa.

 

 

 

 

No outro dia

 

Me levantei da cama sonolenta ao ouvir os gritos de Jazzy, peguei em meus braços que logo seu choro cessou. Ela ainda estranhava o quarto, e sem minha companhia ela estaria deslocada.

 

Caminhei com a mesma até o banheiro onde lhe dei um banho quente e refrescante, vesti suas roupas que o Chris comprou, mas acho que ele deveria saber o sexo da minha filha. Minha menina parecia um homenzinho, coloquei no berço onde fui trocar de roupa.

 

 

(...)

 

 

Desci as escadas com Jazzy agarrada ao meu pescoço, levei um breve susto ao ver todos na sala de jantar. As coisas estavam voltando, e eu não poderia deixar isso acontecer.

 

Chaz"o que você está fazendo aqui?"engoli em seco ao vê-lo

 

Justin"esta é a surpresa fiel amigo, gostou?"falou debochado

 

Chaz"claro que não"

 

Olhei todos na mesa, Chris sorriu para Jazzy fazendo ficar inquieta nos meus braços. Kendall se levantou beijando as bochechas da minha pequena.

 

Justin"você e sua filha vão comer na cozinha, não quero você se sentando aqui com a gente"desviou seus olhares para o seu café

 

Chris"o que tem ela comer com a gente?"

 

Justin"que mudou, não vai ter mais mordomias aqui, Nina vai trabalhar para poder comer algo"

 

Nina"acho justo, agora me der licença"

 

Passei direto para cozinha onde me encontrei com Anna, a mesma me olhou assustada ou querendo me reconhecer de algum lugar.

 

Anna"e você Nina?"assenti

 

Nina"tudo bem?"sorri

 

Anna"então essa bebê é sua filha mesmo?"veio até mim fazendo um carinho no rosto de Jazzy

 

Nina"minha filha, não repara nas roupas"falei fazendo ela rir

 

Anna"uma cópia sua, muito linda sua menina"

 

Nina"obrigada, mas agora vou me alimentar mas tenho que fazer o mingal da Jazzy"

 

Anna"eu faço"neguei

 

Nina"eu mesmo faço"falei olhando o leite em pó em cima do balcão

 

Chris comprou até o leite da minha filha, estou enganada as coisas mudaram por aqui. Fiz o mingal de Jazzy com ela ainda em meus braços, a mesma não queria desgrudar de mim.

 

Anna"quantos meses?"

 

Nina"se... três"neguei várias vezes tentando colocar na cabeça essas palavras

 

Anna"parece um bebê de sete ou oito meses"engoli em seco

 

Peguei a mamadeira e em seguida coloquei o mingal dentro, Jazzy já estava resmungando e quase comendo suas próprias mãos com fome.

 

Chaz"Nina"olhei para porta da cozinha onde Chaz estava

 

Nina"oi"sorri amarelo

 

Chaz"como você voltou?"me olhou com certa decepção da nossa missão de fuga

 

Nina"Justin conseguiu entrar no México"

 

Chaz"e esse bebê?"caminhou até mim olhando para Jazzy

 

Nina"minha filha, nome dela é Jazzy"beijei sua bochecha gorda

 

Chaz"sua filha e do Justin?"

 

Não queria negar, não queira mentir mas só por enquanto. Jazzy futuramente teria que saber que o pai dela era o Justin.

 

Nina"não"

 

E assim apareceu Justin com uma cara nada boa, Chaz parecia assustado com minhas palavras. Ou até mesmo não acreditava.

 

Justin"Chaz para sala, quero falar com a Nina"

 

Chaz"vou ficar para uma reunião, espero te ver depois"assenti

 

O mesmo saiu, e Justin se aproximou olhando para Jazzy. Oh Deus ele desconfiava.

 

Justin"vejo que já está se sentindo em casa"seus olhares subiram para mim

 

Nina"você mandou eu vim para cá, e não estou me sentindo em casa, aqui nunca será minha casa"

 

Justin"se retire Anna"a mesma obedeceu, em todo esse momento com Chaz nem notei sua presença

 

Sua mão grossa segurou meu braço com força fazendo me resmungar, tentei me soltar mas ele apertava ainda mais.

 

Nina"me solte"

 

Justin"não venha ser rebelde agora Nina, se esqueceu o que eu posso fazer com você"neguei

 

Nina"tudo que me fez nada vai ser esquecido"falei entre dentes ressentida com tudo que já passei

 

Justin"que bom, então não se esqueceu de mim entre suas pernas"debochou se aproximando de mim

 

Nina"me estuprando?"negou

 

Justin"não foi estupro quando eu ouvi você gemer meu nome"sorriu pervesso

 

Nina"uma ano se passou, e quem não se esqueceu foi você de quando ficava louco em cima de mim, acho que a Lindsey não vai gostar nenhum um pouco"

 

Justin"cala a boca"

 

Nina"que foi Justin, está ficando excitado?"falei gemendo por final 

 

Jazzy deu um gritinho fazendo Justin sair do transe, seus olhares estava na minha boca, se ele estava se controlando imagina eu, puxei meu braço me soltando de suas mãos.

 

Justin"não me faça abrir suas pernas agora é fazer você delirar com essa menina ainda em seus braços"dei de ombros fazendo seus olhares ficarem perdidos em mim

 

Nina"coitado, pra mim esse pau nem vai fazer cosquinhas"sorri 

 

Me arrependi de ter lhe falado tal palavras quando sua mão pesada bateu em minha cara, com o impacto me desiquilibrei caindo no chão junto com Jazzy. Não consegui segurar Jazzy fazendo a mesma bater sua cabeça no chão, depois de alguns segundos ouvindo seu choro e passos até a cozinha.

 

Minha visão estava embassada quando percebi Jazzy nos braços de Chris. Levei minhas mãos na cabeça tentando recobrar a consciência.

 

Justin"levanta daí"

 

Chris"o que você fez dessa vez?"  

 

Me lavantei devagar, Chris balançava devagar Jazzy que parava de chorar aos poucos. Fui em direção a geladeira tirando bloquinhos de gelo, enrolei em um pano de prato.

 

Chris"para quer isso?"me olhou confuso 

 

Peguei Jazzy dos seus braços, coloquei gelo na sua testa onde estava vermelho da pancada. Meus olhos se encheram de lágrimas ao ver minha filha sofrendo, não poderia ter debochado do Justin com Jazzy em meus braços. Não posso colocar minha filha em risco.

 

Justin"não foi minha intenção de machucar a Jazzy"

 

Nina"sem desculpas"
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...