História No promises - Capítulo 11


Escrita por: ~

Exibições 75
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello

Capítulo 11 - Oh God!


Fanfic / Fanfiction No promises - Capítulo 11 - Oh God!

Cheguei da Escola e fui logo tomar um banho pois Minha Cabeça estava a Mil. Eu estava me sentindo uma idiota e me odiando por não ter feito nada. E o pior eu gostei daquilo.


Oh deus!


Sai do Banheiro e fui colocar uma roupa confortável. Estava pensando de como seria essa tarde. Ele disse que iria vim aqui em casa, e eu me encontrava mais nervosa que nunca. Oque iria acontecer?
Um dos fatos por eu está me odiando é pelo simples motivo por eu ser tão fraca quando estou perto dele. Fiz tantas barreiras para aquelas cessações não volta, E olha onde estou... Doída que essa campainha toque logo. Eu não o Amo, mas isso não significa que ele ainda não me excita.

Eu me encontrava na sala em um situação crítica, está tentando me distrair no celular para deixar em pensar nele. A cada dez segundos eu olhava para porta e nada... Até a campainha tocar, levantei e nem um doída e respirei fundo.


Narrador's ON

 

A menina sentiu seu coração parar por um milésimo de segundo, sua respirou arfar imediatamente e seu mundo desabar depois de ficar fazendo tantas barreiras para não sentir mais aquilo, o dono daqueles olhos malditos estava ali. Tentando não se perder em seus pensamentos, ela engoliu em seco e abriu a porta e deu espaço para ele entrar. Assim que o viu exatamente de frente para ela, a pouca sanidade que lhe faltava havia sumido num passe de mágica.


 — E então? Tá fazendo  oque aqui mesm… — Ally logo se surpreendeu com o ato do Nash, ele a beijou.

Ela envolveu os braços ao redor do pescoço dele e pulou para o colo do garoto, envolvendo suas pernas ao redor da cintura dele. O garoto logo ficou sem reação, mas rapidamente segurou a cintura de Ally e a carregou até o sofá de sua sala.
Fora tudo muito rápido: Ally retirou toda a roupa que usava, assim como Nash. Logo, ambos usavam apenas suas roupas íntimas.

— Que merda estamos fazendo, Baby? — Nash questionou-a com dificuldade, vendo a menina se entregando ao prazer enquanto o menino distribuía uma trilha de beijos e chupadas pelo pescoço dela.

 

Cala a boca e somente me foda, Nash.

 

Levado pelas palavras da menina, Nash não hesitou.

Ele deitou-a violentamente no sofá, fazendo a menina soltar um gritinho assustado. Nash abaixou a cueca, fazendo seu pau saltar para fora. Ally arregalou os olhos e observou com desejo enquanto o garoto retirava a calcinha dela. Nash segurou seu próprio membro e enfiou com força dentro da vagina da menina, fazendo-a soltar um gemido tão alto que poderia ser confundido com um grito.

O garoto segurou os dois lados da cintura da menina com força, deixando as estocadas cada vez mais fortes. Ally se levantou lentamente, ficando com a postura ereta, sentada no colo de Nash com uma perna de cada lado da cintura do garoto. Ela começou a saltitar no pênis do menino, deixando suas mãos prensadas ao peitoral dele , arranhando a região com suas unhas que já estavam grandes.

 

— Puta merda, Ally… Eu estou chegando.

 

Surpreendendo-o, a menina rapidamente segurou a mão direita dele, entrelaçando os dedos dos dois. Ela parou de cavalgar no membro de Nash e o encarou seriamente, fazendo com que ele também a encarasse confusamente.

 

— Então se prepara gatinho! — atordoado, ele apenas assentiu.

 

Logo a menina voltou a pular no membro do garoto, percebendo quando Nash envolveu seu braço musculoso ao redor da cintura dela, tendo mais firmeza em segurá-la no seu colo. Rapidamente, os dois chegavam ao seu ponto de maior prazer… Juntos.


Depois de alguns minutos, os dois se encontravam no sofá da casa da Ally. A menina estava deitada por cima do corpo dele, com a mão direita em cima do peitoral do garoto. Ela logo percebeu que o peito dele subia e descia tranquilamente. Ela olhou pra cima e viu que ele encarava o teto. Aquela silêncio estava matando ambos... Mas nenhum tinha coragem de falar nada. Só estavam refrescando a memória do que acabou de acontecer.

 

- Oque vai ser agora? Vamos fingir que isso nunca aconteceu ou... Você quer continuar? - Nash quebrou o silêncio fazendo a menina gelar

 

- Continuar? Isso nem devia ter acontecido- ally falou no seu tom de voz mais rude

 

- Então é isso agora?


Notas Finais


MUDEI A CAPA DA FANFIC 🎉 OQUE ACHARAM?
PEGUEI VOCÊS DESPREVENIDAS DE NOVO, MOTIVO: TENHO PROVA AMANHÃ E NÃO VOU TER TEMPO DE PUBLICAR, ENTÃO DECIDIR PUBLICAR LOGO HJ.
NASH E ALLY PARARAM DE FAZER CÚ DOCE E TREPARAM 😂❤ ALLY FOI UM POUCO BESTA, MAS SE EU TIVESSE NO LUGAR DELA SERIA BEM PIOR.
OQUE ACHARAM DO ATO DA ALLY? ACHARAM CERTO ELA ABRIR AS PERNAS PRO NASH? ( olha os modos Deise).
O CAPÍTULO FOI MEIO POMBO MAS VOU TENTAR MELHORAR COM O TEMPO.
E GENTE DECIDIR QUE NÃO VOU FAZER O TRAILER AGORA, VOU FAZER SÓ QUANDO A FIC CHEGAR A 100 fav.
E A MINHA OUTRA FANFIC... VOU PARAR DE POSTAR ELA, PELO SIMPLES MOTIVO DE FALTA DE COMENTÁRIOS E FAVORITOS, E EU TO FICANDO TRISTE POIS ADORO ESCREVER ELA, MAS NÃO TENHO NENHUM " PÚBLICO " ME ENTENDEM?
ENTÃO É ISSO BJS!
link da minha outra fic 👉 https://spiritfanfics.com/historia/irresistible-6640121


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...