História No Promises - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kendall Jenner, Khloé Kardashian, Kylie Jenner
Personagens Justin Bieber, Kendall Jenner, Khloé Kardashian, Kylie Jenner, Personagens Originais
Tags Amor, Casamento, Justin, Kylie, Romance, Sexo, Uranojb
Visualizações 37
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey hey ♡

Eu estou aqui para avisa-las de que estou "recomeçando". Sim, digo, eu estou amadurecendo as idéias antes de postar qualquer coisa. Eu estou pronta para "novas" histórias em minhas cabeça, e eu quero vocês nessa jornada junto à mim. Então espero que me acompanhe aqui :)

》》Fanfic de minha autoria, plágio é crime!
》》Os personagens não me pertencem mais suas respetivas personalidades sim!
》》Fanfic terá (NO MÁXIMO) 25 capítulo
》》Capítulos com números de caracteres de 2000 à 3000
》》Não se inspire ao copie qualquer frase que estiver no início e no fim da fanfic, pois todas são de minha autoria.
》》Personagens principais: Justin Bieber e Kylie Jenner
》》Perdoem qualquer erro
》》Espaço e centralização do texto será resolvido amanhã, pois estou postando pelo celular.
》》Fanfic não será baseada em comentários, mas gostaria de saber o que estão achando ♥
》》Boa leitura! ♥

Capítulo 1 - Black Day


Fanfic / Fanfiction No Promises - Capítulo 1 - Black Day

"Todo o amor que foi me dado, decidiu partir sem ao menos dizer adeus..."



Katherine Palmer

22:39hrs P.m.

E.U.A





          Minhas mãos estavam doloridas, mas eu continuava a escrever sem parar um segundo. Eu queria terminar o trabalho da faculdade o mais rápido possível, e então, eu poderia sair com a Kendall hoje à noite sem me importar muito com os afazeres da faculdade.


      Já estava no último parágrafo, e eu queria terminar o mais rápido possível. Um suspiro ao meu lado me fez direcionar os olhos para a pessoa que estava sentada ali. Seus olhos azuis e sua boca perfeitamente desenhada, carregando um sorriso de me tirar o fôlego. Devolvo o sorriso e descanso as mãos ao parar de escrever. Era tão bom essa sensação. 

 

 - Kath, me diga que vai sair comigo hoje à noite!? - a dúvida estampada em seus olhos e sua ansiedade, me faziam sorrir internamente por saber que eu proporcionava aquilo a seu sistema.


 - Sinto muito, Matt, mas eu não posso! - disse me virando e continuando de onde eu havia parado. Eu sentia seus olhos sobre os meus movimentos e eu só queria um buraco para me esconder. 


    Matt me perseguia desde quando eu entrei na faculdade, ou seja, a dois anos. Eu gosto de saber que ele sente atração por mim, afinal, Matt era um deus grego. Sua beleza era tamanha que me fazia sonhar com ele nos melhores momentos. Mas, eu era tapada demais, tímida demais e "santa" demais. Kendall sempre me enchia o saco em relação a minha postura diante dos homens, mas eu era assim. Lerda demais para tentar algo com alguém. 


 - Qual é, gata! - ele disse frustrado. - Vamos lá, vai ser legal. - sua persistência só me fazia ter raiva. Eu não queria ficar em um lugar sozinha com ele. Ele era legal e tudo mais, mas eu não estava pronta. Eu sabia o que ele queria, e qual era a fama dele por esses extensos corredores. 


 - Matt, eu sinto muito, mas não vai dar! - me levantei do banco da grande biblioteca da faculdade, juntei minhas coisas e as coloquei em minha bolsa, logo a jogando sobre os meus ombros e saindo daquele lugar, deixando para trás um Matt extremamente frustrado e raivoso. 


     Superei aliviada quando já estava longe o bastante daquele lugar. Meu horária na faculdade já havia terminado, mas eu gostava de ir até a biblioteca e rever algumas coisas sobre publicidade e os demais objetivos que um publicitário precisa alcançar. 


    Peguei meu celular e disque o número de Kendall, segundos depois ela atendeu com seu típico entusiasmo. 


  - Hey, baby Ky! - ri com o apelido que ela faz questão de me chamar. 


 - Hey, Big Kendy! - devolvi quando a escutei gargalhar. 


 - Aconteceu alguma coisa? - questionou-me quando nos acalmamos. 


 - Não, só que o Bryce não chegou aqui ainda, queria saber se ele vai demorar muito!? - Bryce era o namorado da Kendall, eu morava com ela aqui nos Estados Unidos, enquanto que meus pais moravam no Canadá. Vim parar aqui quando decidi fazer publicidade, e Kendall me apoiou cem por cento. Me acolheu em sua casa de braços abertos. Meus pais eram um típico casal de empresários, mas eles focavam muito no trabalho e acabava que esquecendo de mim e Kendall.


 - Ihhh, Ky, o Bryce não vai poder te pegar hoje, ele está indo na casa da mãe dele agora! - disse e eu suspirei. - Mas, não tem problema, chego aí em dez minutos. - sorri, sabendo que ela faria tudo por mim. 


 - Eu te amo! - disse e a mesma repetiu, enquanto eu escutava ela sorrir. 


      Nos despedimos e ela logo desligou o celular, me fazendo seguir para um dos bancos da faculdade e sentar-me ali. Me aconcheguei e comecei a mexer em meu celular. 


     Fucei todo os aplicativos e redes socias do mesmo e longos minutos depois, Kendall apareceu com um sorriso nos lábios e sua Mercedes Benz. Vamos dizer que ela era uma Designer bastante conhecida. 


 - Vamos lá, baby! - disse enquanto retirava os óculos de sol do rosto. Me levantei rindo e segui em direção ao carro.


      Adentrei no mesmo e me ajeitei no banco do passageiro, logo colocando o sinto de segurança e colocando a bolsa em meu colo. A olhei e sorri em agradecimento. 


 - Valeu, Kendy! - disse enquanto tocava em seu braço. Ela sorriu e assentiu. 


 - Sabe que eu sempre vou ajudar você! E a propósito, vou te dar um carro. - eu arregalei os olhos e a encarei esbabacada.


 - C-Como assim? - questionei enquanto me virava em sua direção. 


 - Sim! Vamos te colocar em uma auto escola e você vai ganhar um carro. - sorriu enquanto mexia em meus cabelos.


 - Kendall, eu nem sei o que te dizer! - ela deu de ombros e sorriu.


 - Apenas vamos a festa! - gritou animada enquanto aumentava o volume do rádio, onde tocava Sorry Not Sorry da Demi Lovato. Eu simplesmente amo essa mulher.



[...]



  - Está pronta? - Kendall me questionou enquanto entrava em meu quarto. Seus cabelos estavam soltos, um vestido vermelho colado ao corpo e saltos nud nos pés, sua maquiagem era meio termo, nem tão forte, nem muito escura. Na medida. 


 - Está gata! - disse rindo enquanto colocava meus brincos. Ela piscou e pegou um pouco do meu batom. 


 - Você também! - olhei-me e gostei do que vi. Um vestido preto justo no busto e levemente solto da cintura até a metade das coxas. Um salto vermelho, cabelos em um rabo-de-cavalo alto, maquiagem fraca e só. Me sentia bonita, e era o que mais importava. 


 - Vamos? - Kendall questionou-me e eu assenti. 


      Saímos rumo à garagem, Bryce vinha logo atrás de nós com sua típica pose de homem poderoso. Ele era extremamente bonito, e um amor de pessoa. Kendall tinha sorte por tê-lo em sua vida, e eu só desejava o melhor. 


    

      Entramos no carro e logo partimos rumo à boate mais badalada. Meu coração estava frenético. Eu não saia muito e quando eu saia, ficava ansiosa demais. 



    Ao chegarmos na boate, Bryce estacionou o carro em uma das vagas e logo descemos, seguindo em direção à entrada do local. 


      As cores piscando rapidamente, dando um ar mais elétrico ao local, juntamente com cores vivas e fortes. Um sorriso pequeno surgiu em meus lábios e eu me deixei levar pelo momento. 


 - Vamos ao bar! - Kendall nos puxou até lá e pediu uma rodada de vodka para nós três. 

   

      Tomamos rapidamente de uma só vez. Senti o líquido escorrer pela minha garganta, enquanto eu ria largo. 


 - Vamos dançar! - gritou e me puxou, juntamente ao Bryce, para o meio da multidão aglomerada ao centro do espaço psicodélico.  


      Meu corpo movendo-se ao som da música não me fazia lembrar dos problemas. Eu queria viver uma ótima noite, uma bela noite. 




[...]





        Já se passavam das três da manhã quando recebi um telefonema. Caminhei até a saída do lugar e atenti o celular.


 - Katherine? - a voz de tia Margareth soou, me fazendo ficar em alerta. 


 - T-Tia? - questionei, tentando raciocinar. 


 - Seus p-pais, eles... e-eles... - meu coração parou um segundo. Eu tentei respirar forte e me manter sã. - Eles morreram! - eu vi tudo rodar, meu corpo paralisou e eu me tive vendo um filme a minha frente. Como se tudo estivesse esfriando.  


 - C-Como? - minhas voz saiu em um fio. Eu queria chorar, mas eu não consegui. Eu estava em choque. 


 - Ky? Aí está você! - escutei a voz de Kendall e eu me virei, vendo seu corpo chegar mais perto e então, eu despenquei em seus braços.

   

     Não avistei mais nada. Tudo escuro. Tudo foi embora, assim como os meus pais.


 


"Não deixe que te derrubem, faça das suas lágrimas o seu recomeço..."

(Fanfic No Promises)



Notas Finais


Espero que tenham gostado ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...