História No regrets, just love - 2 Temporada. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Katy Perry, Orlando Bloom, Rihanna
Personagens Katy Perry, Orlando Bloom, Rihanna
Tags Amizade, Amor, Brigas, Fenty, Katyanna, Katycat, Katyperry, Navy, Rihanna, Rihannafenty, Rihkaty, Romance, Suspense
Exibições 60
Palavras 2.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi mais uma vez..
Boa leitura :)

Capítulo 9 - Sera a hora de desistir?


POV RIHANNA.

 

Uma semana já havia se passado, eu já estava perdendo as esperanças de que Suzy falasse a verdade. Eu não tinha qualquer notícia de Katy ou Alice, exceto as poucas publicações que eu via em suas redes sociais onde a grande parte eram indiretas para mim, mas eu até que gostava, enquanto tivesse indireta era sinal que ela anda pensando em mim, assim como eu penso nela.

 

Flashback.

 

— Eu vou te amar até o fim da minha vida. - Exclamei olhando nos olhos de Katy.

— Eu vou te amar além dela. - Sorriu selando nossos lábios.

A imagem da torre Eiffel a nossa frente deixava o momento ainda mais cheio de magia, eu estava casada com a mulher da minha vida, na cidade mais linda do mundo, não podia querer nada além disso, minha lua de mel estava perfeita.

— Eu sempre imaginei nos duas aqui colocando nossos nomes em cadeados e os prendendo na ponte. - Katy sorria como uma boba olhando para mim.

— Bom, isso não pode mais, mas não significa que não podemos fazer isso de uma maneira diferente - Sorri erguendo a sobrancelha. — Vem. - A puxei. Pegamos um táxi e fomos em direção ao local. — Bem-vinda a Pont des Arts, ou melhor dizendo a ponte do amor. - Sorri levando ela para mais perto da ponte

— Você não existe. - Me deu um beijo.

— Ali deve vender cadeados. - Exclamei olhando para uma lojinha próxima de onde estávamos. — Já venho. - Fui em direção a mesma, voltei com o cadeado e um pincel de escrever em mãos.

— Katy e Riri. - Falava enquanto escrevia as palavras no cadeado, colocando também o desenho de um coração, fechando-o em seguida. A abracei por trás no momento em que ela jogou o cadeado no rio joguei junto a chave.

— Nosso amor vai durar a eternidade. - Beijei sua bochecha.

— Eu te amo tanto Rihanna Fenty. - Virou de frente para mim me beijando lentamente.

 

POV KATY.

 

Estava tirando a mesa do almoço enquanto Alice brincava sentada no balcão da coxinha com suas bonecas.

— Mamãe, quero a mamãe Rih. - Alice chamava por Rihanna todos os dias, ela estava sofrendo com a ausência de Rihanna e eu não podia negar que eu também estava.

— Amor, vamos no shopping hoje? A gente pode comprar o que você quiser e tomar muito, muito sorvete. - Mudei de assunto me aproximando do balcão dando um beijo em sua testa.

—Tudo bem- Concordou sem muita animação. Eu odiava ser Alice, e o pior era que eu sabia exatamente do que ela precisava.

— Então vem, vamos nos arrumar. - Desci ela do balcão dando batidinhas de leve em seu bumbum fazendo-a correr em direção ao quarto. Arrumei Alice e a deixei brincando em minha cama enquanto tomava banho e me arrumava também, peguei minhas chaves logo que terminei e descemos.

— A última vez que vim no shopping mamãe Rih me deixou comer um montão de sorvete. - Sorriu.

— Sua mamãe R... Ela era exagerada. - Falei corrigindo minhas palavras. Eu ainda não tinha me acostumado com essa novidade e não sabia se um dia iria. Estacionei e Alice correu para dentro do shopping, como estava praticamente vazio deixei ela ir.

— Mamãe, mamãe, tem uma piscina de bolas ali. - Correu em minha direção rindo atoa

— Vai para lá meu amor. - Falei. Alice assentiu com a cabeça e correu para lá. Sentei em um banco próximo e fiquei a observando brincar, era bom ver o sorriso em seu rosto novamente, vê-la sorrir me fazia sorrir.

— Parece que o shopping virou nosso ponto de encontro casual. - Orlando sentou ao meu lado sorrindo.

— Oi Orlando, tudo bom? - Perguntei ignorando a gracinha que ele havia feito.

— Sim e você, parece triste. - Exclamou tocando em minha mão. — Aconteceu alguma coisa.

— Não estou nos meus melhores dias, ou melhor, não estou no melhor momento da minha vida. - Puxei minha mão da dele, em seguida ajeitando uma mecha de cabelo que caia sobre meu rosto.

— Como vai a Rihanna? - Perguntou

— Hm, eu não sei. - Suspirei forte. — Estamos separadas. - Mostrei minha mão sem aliança.

— Nossa Katy, sinto muito. - Exclamou. — Vocês pareciam tão bem.

— Nem tudo que parece é. - Falei forçando um sorriso.

— Mamãe, mamãe, quero água. - Alice vinha correndo ofegante de tanto brincar.

— Meu Deus filha, você está suada. - Exclamei rindo.

— Que tal um sorvete? - Orlando perguntou sorrindo para Alice.

— Eu não quero. - Alice respondeu fazendo cara de nojo para ela

— Adoraríamos Orlando. - Sorri tentando ignorar o que Alice havia feito. Segui com Orlando e Alice até a sorveteria, Alice pela primeira vez escolheu apenas um sabor e sentou no meu colo enquanto eu e Orlando conversamos.

— Mamãe Rih. - Alice gritou pulando do meu colo correndo em velocidade. Me virei e vi que Rihanna estava passando por ali.

— Alice. - Gritei mais foi em vão, as duas já estavam abraçadas. Não pude deixar de sorrir com aquela cena, elas eram lindas juntas. Meus olhos se encontram com os Rihanna e nos encaramos por alguns minutos até eu desviar e voltar a tenção para Orlando.

— Você não vai falar com ela? - Perguntou. Que diabos de pergunta é essa, obvio que não vou falar com ela.

— Não, não vou - Falei apenas.

— Mamãe, eu posso passear com a mamãe Rih, por favor. - Alice pulava na minha frente olhei para trás e Rihanna estava parada encarando Orlando.

— Meu amor, a gente vai embora daqui a pouco. - Falei.

— Por favor mamãe, por favor, eu não quero ficar com você e esse chato. - Deu língua para Orlando. — Vem comigo e com a mamãe. - Pediu.

— Alice. - Repreendi. — Peça desculpa ao Orlando.

— Desculpa. - Falou sem muita vontade.

— Está tudo bem Katy é só uma criança, deixa ela ir, ela parece com saudade Rihanna e Rihanna também parece estar. - Exclamou Orlando ainda sem jeito com o modo de Alice.

— Tudo bem Alice, mas avise a Rihanna que não é para demorar, ok? - A olhei nos olhos fazendo-a a entender eu era realmente para falar. — Vou estar esperando aqui, ok? - Perguntei.

— Está bem, está bem. - Correu de volta para os braços de Rihanna que ainda a esperava.

 

POV RIHANNA.

 

Eu não podia acreditar que a Katy já estava de papo com Orlando, chegava a ser engraçado o modo de como ela conseguia agir como se estivesse tudo bem, ver os dois ali conversando sem poder fazer nada era como uma facada, talvez tivesse chegado a hora de desistir de vez dela, pelo que parecia ela já tinha seguido em frente.

— Ela deixou mamãe Rih, ela deixou. - Alice voltou sorrindo de orelha a orelha. — Mas não podemos demorar. - Fez bico.

—Que bom meu amor, podemos passear um pouco então. - Sorri tirando a atenção dos dois. Sorri por Katy ter deixado Alice ficar comigo mesmo que fosse por uns minutinhos que fossem. — Onde você quer ir? - Perguntei.

— Brinquedos. - Gritou levantando os braços. Sorri, que saudade eu estava dessa pequena. A peguei no colo e rodamos por várias lojas de brinquedo. — Você não vai voltar para casa? - Alice perguntou mordendo o canto de sua boca.

— Não amor, eu não vou. - Respondi. Falar isso ainda doía. — Mas não fica triste, estou aqui com você não estou? - Sorri dando um beijo em sua bochecha. Comprei alguns brinquedos para Alice e como havia sido avisado, não podíamos demorar então logo fui deixa-la com sua mãe.

— Pronto, você está entregue. - Sorri beijando sua testa a colocando sentada na mesa em que Katy e Orlando estavam, sem seguida colocando os brinquedos sobre a mesa.

— Olha mamãe, a mamãe Rih me deu tudo isso. - Sorriu.

— Que legal filha. - Katy continuou seria.

— Oi Rihanna. - Exclamou Orlando.

— Olá. - Sorri amarelo o olhando desviando em seguida meu olhar para os de Katy dando de encontro com seus olhos, passei minha vista pelo seu corpo a analisando e pude perceber que ela estava sem aliança.

— Tchau. Fui seca. — Tchau Alice, amo você. - Falei dando um último sorriso para Alice. Fui em direção a saída, entrei em meu carro e lembrei da cena de Katy sorrindo conversando com Orlando, olhei para minha mãe que ainda estava com a aliança e lembrei que Katy não usava mais a dela, pensei em tirar, mas eu não consegui, não estava pronta para colocar um ponto final em tudo. Liguei o carro e fui para casa, apesar de tudo estava feliz por ter passado um tempo com Alice.

 

POV KATY.

 

Ver Rihanna não estava nos meus planos, ela ainda mexe muito comigo, eu não estava pronta para vê-la, tive que buscar forças para não dirigir a palavra a ela, eu amo tanto essa mulher, tanto que chega a doer, eu queria ser capaz de passar por cima de tudo que aconteceu e voltar para os braços dela, mas eu não conseguia, aquilo me machucou muito, eu não sou capaz de esquecer.

— Podemos ir embora agora né Alice, você já brincou, tomou sorvete, comprou seus brinquedos, não falta mais nada. - Falei sorrindo.

— Sim mamãe, podemos. - Respondeu.

— Bom Orlando, foi um prazer ver você, mas agora eu vou indo, tenho que colocar essa pestinha para dormir. - Sorri educadamente.

— Se quiser uma carona eu posso levar vocês. - Falou abrindo um sorriso.

— Não será preciso, eu estou de carro. - Falei sorrindo amarelo. — Deixa para uma próxima vez.

— De qualquer forma gostaria de um dia fazer uma visita a vocês, conhecer sua casa. - Sorriu tímido.

— Claro, pode ir quando quiser. - Sorri. Dei para Orlando meu endereço, peguei as sacolas de brinquedo de Alice e segui com ela para o carro.

— Eu estou feliz, gostei de ver a mamãe Rih. - Alice Sorria no banco de trás do carro.

— Que bom meu amor, fico feliz por você, tenho certeza que ela também ficou muito feliz em ver você. - Falei sorrindo. - Dei partida no carro e fomos embora. Dei um banho em Alice e a coloquei Alice para dormir e deitei em minha cama.

— Alo? - Falei ao atender o celular que tocava sobre o criado mudo.

— Oi Katy. - Ouvia voz de Ângela.

— Oi. - Falei.

— Tudo bem? Como está a Alice e Rihanna? - Perguntou.

— Alice está bem. - Falei.  — Eu estou levando e a Rihanna bom, a Rihanna me parece bem, não tenho certeza.

— Como assim? - Perguntou confusa.

— Nos separamos. - Falei.

— Que como assim? - Praticamente gritou ao telefone.

— Ela me traiu. - Falei apenas.

— Que? A Rihanna? Eu não acredito nisso. - Falou incrédula.

— Pois é, eu também não acreditei, mas é a verdade. - Sorri ironicamente.

— Mas como? - Perguntou curiosa.

— Lembra do coquetel que nós íamos? Então, eu não fui Alice ficou doente, ela foi sozinha e acabou indo parar em um hotel com uma garota que trabalha com ela e pronto, foi isso, e ainda tem a cara de pau de falar que não lembra. - Falei lembrando de tudo engolindo a vontade de chorar.

— A garota é aquela tal de Suzy que você já me falou sobre ela? - Perguntou.

— Exatamente. - Concordei.

— Katy, já parou para pensar que a Rihanna pode estar falando a verdade? - Perguntou com receio.

— Faça-me o favor né Ângela, ela não é nenhum bebe. - Falei rindo. — Isso é história dela, podia assumir seus erros. - Falei.

— Ok Katy, você quem sabe, mas eu realmente não acredito que a Rihanna faria isso com você. - Falou.

— Não quero falar disso. - Falei.

— Tudo bem, me desculpa, só queria saber como vocês estavam, estou com saudades. - Falou.

— Também estou! - Exclamei. — Irei aí em breve.

— Vem memso. - Falou.

— Ângela eu vou desligar agora vou descansar. - Falei tentando não parecer chata, mas a conversa sobre Rihanna tinha me deixado mais para baixo do que eu já estava.

— Tudo bem, eu te amo. - Falou.

— Também te amo. - Falei desligando o telefone, virando para o lado tentando relaxar. Levantei logo em seguida indo em direção ao banheiro pensando nas palavras de Ângela, será que teria mesmo alguma possiblidade da Rihanna está falando a verdade.

— Não, claro que não, se fosse uma armação de Suzy ela já teria me provado isso e até agora tudo o que ela fez foi nada. - Falei para mim mesma debaixo do chuveiro. 


Notas Finais


Beijos e até breve.. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...