História No ritmo de Hoseok - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 86
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal, os primeiros capitulos não estão tão legais mas com o passar da historia vai ficando interessante ♡
Boa leitura.

Capítulo 1 - Capitulo 1


Me chamo Clara, tenho 19 anos, sou army e moro em Seul na Coréia do Sul faz 1 ano, vim para fazer faculdade de dança e também porque meu sonho sempre foi viver aqui. Aproveito também para ir em shows, sessões de autógrafo, encontrinhos e tudo mais de grupos e idolos que moram aqui. Ontem teve um show magnifico de bts no qual não pude comparecer, mas pra compensar estou me produzindo toda para uma sessão de autografo deles daqui uma hora.   Tomei um banho rapido, sequei os meus longos cabelos e fiz uma trança de lado, coloquei no meu pé um all star preto, vesti uma calça jeans azul desfiada nos joelhos e uma regata branca. Estava em fim me sentindo bela, limpa e confortavel. Peguei minha mochila com alguns posters, cadernos, e blusas do grupo e rumei para o local da sessão. Lá estava realmente lotado de belissimas coreanas, e claro fanáticas tbm, eu ouvia gritos, palavroes, via meninas desmaiando e passando mal e me pergunto: será que eu sou a unica army normal daqui? Digo, a unica que não pira com a presença dos meninos? 

Minha vez na fila se aproximava e eu podia ver em sequencia, jungkook, taehyung, jimin, hoseok, namjoon, jin e yoongi. Meu coraçao palpitava cada vez mais rapido e logo senti um perfume agradavel no ar, era minha vez. Ainda timida tirei minha mochila das costas e dei um caderno para cada um deles assinar, um em cada folha, pude ver que cada um deles escrevia algo para mim, por fim quando ia me retirar yoongi me para: 

_ É só isso? -Ele diz num tom calmo. 

_ Ham... sim, na verdade tem bastante coisas na mochila, mas fica pra uma proxima. - Dou um sorriso de canto sem graça e me retiro do local, faltando infartar.

 Após alguns minutos caminhando chego em casa, o sol ja estava fritando meus neuronios, então resolvo tomar um banho para ler o que cada um deles escreveu para mim. O banho foi um pouco mais demorado, e assim que sai ainda com a toalha no corpo pego em mãos o caderno e começo a ler com um sorriso nos lábios.

 *Se sentir vontade de chorar, chore, mas nunca se humilhe* ass, Jeon Jungkook.

 *Seja, porque ser é melhor do que ter* ass, Kim Taehyung. 

 *Dance sempre que sentir vontade* ass, Park Jimin.

 *Se eu disser que ja te vi aqui em Seul você acredita? Inclusive... agende amanhã* ass, Jung Hoseok.

 *Persista, nunca desista e lute sempre por aquilo que quer ter. Tenha garra* ass, Kim Namjoon. 

 *Siga sempre os seus sonhos, com dedicação você sempre conseguirá o que quer* ass, Kim Seokjin  

*Nunca deixe de ser quem você é* ass, Min Yoongi. 

 O que será que Hoseok quis dizer? Após uma longa noite tentando domir pensando no que J-Hope me escreveu, logo o despertador toca interrompendo meus pensamentos e me fazendo levantar ainda sonolenta em direçao ao banheiro para fazer minha higiene matinal, apos me trocar e pegar a mochila rumei para a cozinha onde tomei um café sem açucar para despertar e sai em diração a faculdade que ficava ha 4 quadras de casa, o clima estava otimo, diferente do de ontem. Horas mais tarde toda suada de tanto dançar (algo que sempre amei fazer) rumei até a cafeteria que ia todos os dias depois da faculdade, onde me sentei e logo fiz meu pedido. Os minutos se passavam e eu cada vez mais me perdia nos pensamentos, confesso que sentia falta dos meus pais, do Brasil, mas hoje mais que nunca estava realizada. Outra coisa que também me tirava o sossego foi o que Hoseok havia escrito para mim, como era possivel? Ele me conhecer? Só se eu estiver sonhando.

 _ Com licença. - Ouço uma voz feminina me chamar. _ Ah, oi? 

_ Desculpa incodar, me mandaram te dar isso. - Ela estendeu as mãos com um papel sobre elas.

 _ Quem? - Quis saber sem hesitar

 _ Ham, ele acabou de sair. 


 Sem esperar muito peguei minha mochila, deixei tudo pago e corri em direçao a saida, onde de longe avistei um rapaz alto com boné, calças jeans rasgadas e uma camiseta. Após tentar alcança-lo logo perdi o folego e desisti da corrida, rumando para casa. O dia foi exaltivo e depois de um longo banho me lembro do papel que aquela moça havia me dado, ele estava no bolso da minha calça, e ao pegar, nele havia um numero. Agendei como desconhecido e enviei um torpedo.                        

                 ------- 

Para: desconhecido 

 Olá? Quem é você?                       

                 -------


Notas Finais


Espero que tenham se entusiasmado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...