História No ritmo de Hoseok - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 51
Palavras 725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 14 - Capitulo 14


Dias se passaram e a turne pelo Japão foi incrivel, durou 7 dias apenas, 7 dias dormindo com Namjoon, 7 dias tendo Hoseok me perseguindo, 7 dias tendo que olhar para cara do Jimin sem intervalo e 7 dias pra variar tendo mais um deles no meu pé. Jin. Esses dias no Japao me aproximou muito dele, sua conversa é boa, ele é responsavel, engraçado e muito galanteador. As vezes da a impressão de que esta dando em cima de mim, mas eu deixo essa impressão de lado. Eu ja estou em casa, e recebo uma ligação desconhecida, por que Diabos alguem estaria me ligando a esta hora da noite? O relogio marcava 23h13m. 

 _ Alo, quem é? - Atendo o celular curiosa com a resposta. 

_ É o Jimin, eu preciso falar com você. - Como ele conseguiu meu numero? 

_ O que você quer? Como conseguiu meu contato? 

 _ É urgente! Posso ir ai? - Ele parecia serio. 

_ Não to afim de ver sua cara hoje. Ja não basta os 7 dias que tive que olhar pra ela sem nem poder vomitar. 

_ Clara... 

_ Ok, desde que seja algo muito serio. - Aceitei 

_ Me passa seu endereço, eu não me lembro muito bem.

 Passei meu endereço não muito contente e desliguei o celular. Até onde sabia nos odiavamos e eu estava interessada em saber o que esse ser queria comigo. Em meia hora ouço a campanhia e abro a porta. 

 _ O que você quer? - Sou  direta. 

_ Posso entrar? 

_ Sem enrolaçao Jimin. Eu to com sono. Ele entra e senta no meu sofá, em silencio. 

 _ Caralho Jimin, da pra falar logo? Aconteceu algo? 

Ele permanecia calado. 

_ Jimin??! - Grito. 

_ Clara... você tem alguma bebida? Eu preciso me estabilizar para te dizer o que preciso dizer. 

_ Ok, ja volto. - Vou ate a cozinha e pego uma taça de vinho. 

_ Pode soltar o verbo agora? 

_ Ok, se prepara... - Ele se levanta ficando de frente para mim e... 

_ Filho da puta!!!!! - Ele joga o copo de vinho sobre meu vestido bege que usava. 

_ Qual é Clara, não existe hora pra vingança. - Ele diz piscando um de seus olhos e virando o resto do vinho da taça na boca. 

_ Jimin seu desgraçado! Eu não acredito que você fez isso, qual sua intimidado comigo pra fazer isso? 

_ É só um vestido! - Ele disse revirando os olhos. 

_ Não é questao do vestido. Você me fez passar meu endereço, me fez ficar preocupada, me fez te atender. Porra! - Disse indignada. 

_ Eu faço questão de lavar o seu vestido, se... você tirar ele agora. 

_ Perai, deixa eu ver se eu entendi. Se eu tirar ele agora vou ter a honra de ver você lavando ele? Essa eu preciso filmar. 

_ Isso! É isso mesmo. 

Provavelmente ele duvidaria que eu fizesse aquilo mas, eu fiz. Tirei o vestido, ficando apenas de calcinha e sutiã e o arremecei para Jimin, pegando o celular nas maos. 

 _ Agora basta você lavar, querido.  

Ele olhava fixamente o meu corpo e mordia os labios, e se tem algo que tenho certeza era o que Jimin estava pensando naquele momento. Ele se aproximou de mim e disse:

 _ E se agora eu não quiser?

_ Eu quebro tua cara!  

_ Eu duvido! 

 Ergui minha mão direita para socar sua cara mas ele segurou firme meus pulsos e me colocou sobre a parede. O silencio tomou conta da sala por um instante. 

 _ O que pensa que esta fazendo? - Digo, meio boba sem entender muito o que tava acontecendo. 

_ Depois que você entrou na vida do bts fez um inimigo. Eu não te suportei desde o primeiro instante. - Ele dizia na maior calma, me analisando de cima a baixo. 

_ Eu tambem te odeio! - Retruquei no mesmo tom. 

_ Mas assim.. perto de você, eu perco a cabeça. 

 Jimin me roubou um beijo. Era um beijo intenso, com pegada, com ódio e desejo. Diferente do beijo de Hoseok, nem melhor, nem pior, mas em um outro nivel. Me deixei levar pelo ódio que sentia e ao contrário do que pensei minha vontade não era de bater nele, era de deixar acontecer, e descontar toda raiva que estava sentindo, naquele momento!  


Notas Finais


Ha ha, o que sera que vai rolar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...