História No ritmo de Hoseok - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 43
Palavras 761
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 22 - Capitulo 22


 Eu estava zonza, vistas totalmente embaralhadas e uma dor de cabeça extrondante! Olho para o lado mas não reconheço o quarto e nada que tinha nele. 

_ Clara, ainda bem que você acordou. - Ouço uma voz, e ao tentar me movimentar para ver quem era sinto dores por todo o corpo. 

 _ Jungkook? O que aconteceu? Onde eu estou? - Estava dificil sentar com a dor que sentia. 

 _ Não se mexa Clara. Você esta machucada. - Ele se senta ao meu lado. 

_ Você se embebedou e em um minuto de bobeira meu você vai para a rua e é atropelada. Graças a Deus os ferimentos foram leves. 

 _ Eu não me lembro de nada, onde estamos? - Pergunto colocando a mão sobre a cabeça. 

 _ No meu quarto, e agora ja são 13hrs da tarde. 

 _ Eu dormi tudo isso? 

 _ Sim, e os meninos também. Eu estava esperando você acordar para chama-los e contar o que aconteceu, o mais sobrio é o Jimin e o Suga. 

 _ Seria muito pedir pra que não conte pra ninguem? 

 _ Sim! Você precisa ir ao medico. Esta machucada. 

_ Eu me sinto bem. - Tento não gemer de dor.

 Ouvimos alguem bater na porta, e nos entreolhamos por um instante. Ele sussurrou por desculpa e rumou até ela para abrir e foi para fora a fechando, sem nem eu ver quem estava do outro lado, mas pude ouvir a conversa. 

 _ A Clara ta aqui. - JungKook disse. 

 _ O que? O que aconteceu na noite passada? 

 _ Graças a você ela foi correnso encher a cara e por fim sofreu um acidente! 

 _ Ela o que? Ela foi beber? Me deixa falar com ela a sós. 

 _ Não sei se seria uma boa ideia Jimin. - Tinha que ser o Jimin! 

 _ Agora! - Ele empurrou Jungkook entrando no quarto e fechando a porta. O que ele queria comigo? Jimin era a ultima pessoa que eu queria ver depois de Hoseok. 

 _ O que você tem na cabeça Clara? - Ele se senta ao meu lado furioso. 

 _ O que foi Jimin? - Digo sem muita paciencia sentindo minha cabeça latejar. 

 _ Você me chama de irresponsavel mas não pensa duas vezes pra enxer a cara e querer se matar né? - Ele retruca. 

 _ Do que você ta falando Jimin? - Eu ja não estava entendendo mais nada. 

 _ E se você tiver gravida Clara? Você não pensa? - Ele estaca indignado com minhas atitudes. 

 _ O que? Para Jimin. Me assusta você pensar nessa possibilidade. - Tropeço nas palavras. 

 _ Me assusta você não pensar! Pra quem me deu um sermão me chamando de irresponsavel. 

 _ Jimin me deixe sozinha. Eu não estou bem. 

 _ Me de um bom motivo para isso. 

 _ Hoseok me traiu, mentiu para mim. - Digo ja chorando. 

 _ Vocês não tem nada! Coloca isso na sua cabeça. 

_ Ele disse que me amava. - Gritei. 

_ E eu digo que te odeio mas não é por isso que seja verdade. - Ele grita mais alto segurando meus braços. 

Apos segundos um encarando o outro ele sai, me deixando sozinha no quarto de Jungkook, enfim eu podia chorar até não aguentar mais. Em meio aos choros pego no sono e acordo com uma discussão. Parecia Jimin e Hoseok

_ Eu quero ver ela! - Hoseok disse tentando entrar no quarto. 

 _ Você não vai. Ja não basta tudo o que você fez. Tudo é culpa sua. - Jimin respondeu 


 Sem aguentar ficar em pé direiro arrumo forças e abro a porta. 

 _ Me deixem em paz, os dois ferraram a minha vida. Eu odeio vocês - Digo e saio choranso descendo as escadas com dor para ir embora. 

 No caminho entre a sala e a saida vejo Hoseok vir atras de mim e quase caio, mas Suga me segura então peço sua ajuda para sair lá. Ele assentiu e me ajudou. 

 Yoongi me levou para casa e parece que Hoseok desistiu de conversar comigo. 

 _ Você vai ficar bem aqui sozinha? - Ele pergunta. 

 _ A verdade é que não. Mas eu não podia continuar lá. - Digo chorando.   

_ Tudo bem, eu fico aqui com você. - Ele disse se sentando do meu lado e entrelaçando seus braços em meus ombros.

 A presença dele era boa, eu me sentia bem e com isso contei a ele tudo que estava acontecendo. Ele ficou boquiaberto mas entendeu o meu lado. 

_ Clara, pode contar comigo pra o que precisar. - Ele beija minha testa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...