História No Ritmo Do Silêncio (Imagine Park Jimin) - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~jansakura

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Imagine, Imagine Jimin, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga
Exibições 131
Palavras 1.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie, desculpem a demora pra postar, mas ai está um capítulo novinho.

“Eu dou gargalhada das suas mentiras, e te humilho com as minhas verdades!"

Boa Leitura!

Capítulo 16 - As desculpas da Cláudia?!


Fanfic / Fanfiction No Ritmo Do Silêncio (Imagine Park Jimin) - Capítulo 16 - As desculpas da Cláudia?!

P.O.V Jimin

Ainda era cedo, não fazia sentido ir ao colégio aquela hora, a não ser que eu quisesse ficar plantado na frente do portão esperando abrir. (s/n) e eu decidimos dar uma volta pela vizinhança para o tempo passar um pouco mais rápido.

P.O.V (s/n)

Estavamos dando voltas pelo bairro, literalmente, porém o tempo parecia não passar, apesar disso eu gostava bastante de ficar na presença de Jimin, mesmo sem conseguir tirar a noite passada da minha cabeça... Ainda não tinha descoberto o porquê, e tinha medo de pergunta-lo mesmo sabendo que o próprio prometeu me explicar.

“...Conversamos amanhã..."

Eu precisava de sua justificativa, se ele estivesse com problemas eu queria poder ajudar! Tirando todas as dúvidas, até que foi uma boa noite, consegui adormecer logo depois de Jiminnie, ainda não sei como dormi tão tranguila, sério... Eu dormi com Park Jimin, mesmo que não tenha ocorrido nada de mais, porém... Eu dormi junto de Park Jimin meu deus!! A reação de uma garota quando acorda e está deitada nos braços do Oppa… { Respondam ai nos comentários qual seria sua reação, acordar nos braços do oppa/bias... Eu não largava mais! }.

Meus devaneios foram embora quando Jimin segurou minha mão, e sorrindo começou às balançar no ar. Infantil, mas fofo! Os minutos passaram...
- Jimin, pode me contar agora por que você me agarrou ontem? - Perguntei de uma vez, ele me olhou incrédulo e pensativo.
- Vamos esquecer esse maldito assunto, já disse que não sei, eu perdi a noção e simplesmente quis te beijar até não poder mais! - Respondeu meio zangado, mais a tonalidade envergonhada de sua voz fazia aquilo parecer engraçado.
- Tudo bem, desculpe perguntar muito, sou curiosa e você sabe! - Dou um sorriso para afastar a tensão.
- Eu sei bem, curiosa! - Ele desarruma meus cabelos.
- Ei, não faça isso, cabelo de menino se ficar desarrumado é estiloso, de garota não! - Tento arrumar novamente, passando a mão.
- Acho que já podemos ir pra escola! - Disse rindo um pouco, caminhamos até o colégio, assim que entramos, os amigos de Jimin ‘roubaram' ele de mim, então fui procurar as meninas, a única que achei foi Anny, que escrevia sentada em uma das mesas da cantina.
- Bom Dia (s/n)! - Sorriu.
- Bom Dia, o que você tá escrevendo? - Perguntei.
- Na verdade, estou desenhando, minha camêra deu defeito, não vou comprar outra tão cedo! - Explicou sem tirar os olhos do papel.
- Posso ver? - Perguntei.
- Claro! - Ela me mostrou a folha, havia um desenho meio estranho.
- O que é isso?
- Sei lá, só comecei a rabiscar algumas coisas! - Ela deu uma risada.
- Okay então, você viu a Milly ou a Lala? - Perguntei.
- Sim, elas estavam indo pra sala de infórmatica! - Respondeu, eu agradeci e fui em busca das encrenqueiras, o que foram fazer na sala de informática a essa hora? Não era permitido entrar lá, a não ser no intervalo! Chegando a sala dos computadores, avistei as duas.
- Estão aprontando o quê? - Perguntei, as duas estavam com uma pilha de papéis nas mãos.
- A falsiane da Cláudia inventou uma das putas mentiras dela, dizendo que a gente tinha roubado as provas bimestrais! - Milly respondeu com uma cara horrível.
- A gente? Essa mentira incluiu à mim também? - Perguntei.
- Sim, a diretora encontrou as provas, uma quantidade no armário de cada uma de nós, e temos que organizar essas listas como castigo, pode começar! - Lala jogou várias folhas em cima de mim.
- Mas e a aula? - Perguntei.
- Essa é a única parte boa, somos obrigadas a ficar aqui e terminar, a diretora até já conversou com o professor! - Larissa respondeu se sentando em frente a um dos computadores.
- Que droga, a Cláudia vai se ver comigo!! - Xingo aquela vadia mentalmente de todos os palavrões existentes. Dei uma olhada naqueles documentos, passar aqueles textos enormes pro computador? Senhor tenha piedade.

Já era intervalo e não tinhamos terminado nem a metade ainda, Jimin apareceu me procurando e logo expliquei a situação.
- Aquela mentirosa, não acredito que ela teve coragem de se meter com a minha boneca de porcelana! - Jimin estava explodindo em raiva.
- Não vale a pena fazer algo contra! - Respondo ainda digitando no computador.
- Não se preocupe princess, eu vou resolver isso! - Ele se levanta e sai da sala rapidamente, que loucura ele estava pensando em fazer?

P.O.V Jimin

Vadia, ela não sabe com quem se meteu. Entrei na sala de aula e a vi no grupinho dela, à puxei pelo braço sem dar explicações para fora.
- Ai oppa, se quer falar comigo só precisa chamar! - Diz e eu aperto seu braço com ainda mais força. No corredor, a solto.
- Você vai pedir desculpas a ela! - Digo.
- Do que está falando oppa? - Perguntou fazendo uma carinha inocênte.
- Não se faça de mais retardada do que já é Cláudia, você mentiu para a diretora respeito da (s/n), você vai pedir desculpas e contar a verdade para diretora!! - Brigo já perdendo a paciência, só olhar pra cara daquela piranha me sentia enjoado.
- Não foi minha culpa oppa, ela começou a implicar com a minha pessoa!
- PARA COM ESSE OPPA CARALHO!! - Gritei.
- Mas...
- A (s/n) não é como você, ela nunca começaria uma briga desnecessária, e nunca perderia o tempo dela contigo, ela não tem coragem de encostar um dedo em ninguém, entretanto... - Seguro seus braços fortemente - ... eu não sou nada igual a (s/n), se você não fazer o que eu disse, podem me chamar de covarde ou do que for, mais você vai pagar bem caro! - Digo a encarando furioso.
- Vai me bater Jimin?
- Se for possível, até esse seu orgulho miserável vai se reduzir a um grão de areia! - Ameaço.
- Tudo bem, está bem, eu peço desculpas! - Ela estava assustada, e era mesmo para estar.

P.O.V (s/n)

- Sinto muito por tudo que causei (s/n), e desculpa por ter mentido diretora! - Cláudia me surpreendia com suas lamentações para mim e para a diretora, olhei para Jimin que sorria vitorioso.
- Valeu ai Jimin, salvou a gente! - Milly dizia contente.
- Eu só fiz o certo okay! - Jimin ria da situação de Cláudia, que aoesar de ter tido seu momento de lamentações ameaça acabar com a vida de nós dois. Quando tudo aquilo terminou, caminhei junto com Jimin aproveitando o tempo de intervalo que ainda tinhamos.
- O que você disse pra ela? - Perguntei.
- Nada de mais... - Respondeu puxando minha cintura - ... vamos nos concentrar apenas no tempo que nos resta livres de uma aula chata! - Ele me puxa para um beijo intenso, a falta de ar como sempre atrapalhou.
- Mesmo assim, ela teve o que merecia mesmo! - Digo sem me soltar de seus braços.
- Esquece essa vadia, seu problema agora é comigo! - Sua mão desliza para minha coxa esquerda, colando mais nossos corpos, seu sorriso safado me fez estremecer.
- Jimin, ainda estamos no colégio, no corredor além de tudo! - Sussurro para o mesmo, ouvimos o sinal e ele me solta.
- Dá próxima vez você não me escapa! - Eu coro violentamente, seu hábito pegador estava voltando com tudo à ativa.

No caminho de casa, Jimin conversava sobre futebol, eu deveria fazer aula de teatro, minha atuação de total interesse merecia um oscar.
- ... Você entende os meus motivos não é?!
- Aham, estou entendo tudo! - Sorrio.
- Se entendeu, repeti o que eu falei desde o começo! - Mandou.
- Você ficou meia hora falando de futebol, quer mesmo que eu repita exatamente o que você disse?! - Pergunto com um sorriso vitórioso.
- Okay, você não quer sair hoje? - Perguntou, já preparando a carinha de pidão.
- Tenho coisas pra fazer em casa, desculpe Jiminnie, talvez amanhã! - Respondo.
- Uma pergunta, já contou para o seu pai que estamos namorando?
- Ainda não... Ele vai pirar se eu contar uma coisa dessas! - Respondo, meu appa era o tipo de pai que só queria que os filhos namorassem com trinta anos ou mais.
- Pois acho melhor contar logo, pior se ele descobrir por conta própria! - Aconselhou.
- Vou tentar! - Dou um beijo de despedida e entro em casa, meu appa estava assistindo jornal, passo sem ele perceber para o meu quarto, não vou querer perturba-lo. Lembrei que eu tinha que dar uma geral naquele quarto, talvez sábado. Me jogo na cama pegando meu celular, mas sem uma internet muito boa não servia de muita ajuda. Ouço meu pai bater na porta...
- Posso entrar? - Perguntou.
- Claro! - Respondi e ele adentra o comôdo com uma expressão animada.
- Tenho algo para contar a você... - Meu telefone toca antes que ele termine.
- Espera appa, eu preciso atender! - Digo e atendo a chamada de Stephane.
- Aló? Priminha do coração... - Stephane contou seu dia maravilhoso, ela explicou que tinha achado o cara dos sonhos e blá blá blá. Meu pai não tinha paciência e saiu do quarto, apenas me lembrando de descer para a refeição.

Assim que desci, meu pai estava sentado na mesa com uma... mulher?! Ela tinha longos cabelos ruivos lisos, magra de mais e meio séria.
- Pai, Quem é essa? - Perguntei.
- (s/n) essa é Alexa, sua madrasta!
- QUÊÊ????

Continua...


Notas Finais


Perdoem qualquer errinho okay, agradeço os favoritos e comentários!

Como a maioria dos pedidos foi para a fanfic do Yoongi, ai está o link:

https://spiritfanfics.com/historia/nas-teclas-do-piano--imagine-min-yoongi-7119532

Até o próximo capítulo!

Bjus do Jiminnie!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...