História No Sense - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Tags Incesto, Possessivo
Visualizações 541
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Todos iguais


Fanfic / Fanfiction No Sense - Capítulo 15 - Todos iguais

Ele apostou corrida comigo e saiu gargalhando na frente, e ganhou. Entrei com roupas e tudo porque não estava de biquíni e nem queria ficar de roupas íntimas. Assim que vinha uma onda ela me arrastava, Justin me segurava até me puxar para ficar perto de seu corpo.

 

Justin"eu gosto muito de você"falou no meu ouvido e apertou minha cintura

 

Júlia"já estou com frio"me afastei o olhando

 

Justin"não me ouviu?"

 

Júlia"ouvi, mas você não fala a verdade"me afastei mais

 

Sai do mar indo para onde estava meus calçados, fiquei esperando Justin se cansar de nadar. Até que estremeci ao ver o cara moreno bem perto e vindo em minha direção.

 

Xx"finalmente sozinha"meus lábios tremeram por causa do frio

 

Júlia"só estou esperando...."

 

Xx"seu namorado?"olhou em direção a Justin 

 

Justin percebeu e veio até nos correndo.

 

Júlia"não interessa"calcei minhas chinelas

 

Xx"meu nome é Jonas, é o seu?"

 

Justin"o que esta acontecendo aqui?"

 

Olhou para mim e depois para Jonas, ainda bem que Justin veio logo para perto de mim.

 

Jonas"estamos conversando"sorriu largamente

 

Justin"percebi que estar perseguindo minha namorada"pegou sua blusa passando no seu rosto enxugando

 

Jonas"vocês parecem ser irmãos"riu de leve

 

Justin"irmãos não se beijam"

 

Justin levou sua mão para minha nuca me puxou para um beijo molhado.

 

Justin"com licença que não vim para olhar sua cara, e sim para me divertir com a minha namorada"sorriu sem mostrar os dentes

 

Me puxou segurando minha cintura, caminhamos para o nosso quarto. Tomei um banho e lavei meu cabelo, vesti minha roupa de dormi novamente.

 

Estava sem sono, e também não iria ficar por aí. Justin tomou banho e saiu do banheiro arrumado, estranhei.

 

Júlia"vai pra onde?"

 

Justin"vou sair, mas voltou logo"

 

Júlia"estou com medo de ficar sozinha"minha voz saiu um pouco trêmula

 

Justin"quer ir comigo?"me olhou torto

 

Júlia"não, não gosto dos lugares que você frequenta"

 

Justin"enquanto eu não transo com você vou comendo umas vadias por aí"

 

Júlia"não fala assim por favor"

 

Justin"não sou perfeito como você"veio até mim me dando um cheiro no meu pescoço, senti seu cheiro que era das melhores coisas

 

Júlia"você está muito cheiroso"

 

Se afastou sorrindo, foi no espelho​ ajeitar sua roupa.

 

Júlia"isso tudo é pra transar com vadias mesmo?"debochei dele

 

Justin"não, gosto de me senti assim lindo e cheiroso"olhou pra mim sorrindo

 

Seu sorriso me faz senti bem, vejo que ele não é uma pessoa ruim, nunca pensei que seu cheiro amadeirado me fizesse querer um beijo dele.

 

Júlia"Justin por favor não para de sorri, você é muito mais lindo assim"

 

Justin"sua delicadeza e sua pureza e que faz ser a pessoa mais linda do mundo"

 

Veio em minha direção me dando vários beijos na minha bochecha.

 

Júlia"mas fingi de bonzinho"

 

Parou de me beijar me olhando bem nos meus olhos.

 

Justin" Ana não me faz...."logo o interrompi

 

Júlia"não Justin, você naquele dia fingiu ser bonzinho comigo para ganhar alguns beijos"

 

Justin"eu não fingi, porque eu não preciso fingir nada para ter algo com você Ana"

 

Passou sua mão na minha cintura, tinha certeza que ele iria aperta minha cintura para me machucar.

 

Justin"naquele dia eu não fingi, eu gostei muito e por isso eu quis viajar com você agora"olhei para seus olhos cor de mel e acabei por um deslize fitei sua boca

 

Júlia"é melhor você ir, chega cedo"sai de transe batendo em seu braço de leve

 

Justin"chego sim"me deu um selinho rápido

 

Saiu do quarto batendo a porta, apertei minhas mãos uma na outra, estava com medo de estar sozinha aqui. Liguei a TV e assisti um filme qualquer que passava.

 

(...)

 

Alguém bateu na porta com certeza é minha janta, me levantei e abri a porta, um homem com o carrinho colocou meu jantar perto de minha cama e assim ele saiu. Assim que fui fechar a porta alguém coloca o pé.

 

Jonas"estar sozinha?"neguei

 

Jonas"eu vi seu namorado sair"empurrou de leve minha porta abrindo por inteira

 

Júlia"ele já vai chegar, e ver você aqui não vai dar muito certo"

 

Jonas"feliz se ele vim hoje"riu

 

Júlia"o que você quer?"

 

Jonas"você loirinha"

 

Se aproximou de mim me abraçando.

 

Júlia"não"tentei empurrar

 

Meus braços pequenos e finos tentava empurrar sendo que era inútil.

 

Jonas"só um beijo ou até mesmo uma foda não faz mal a ninguém"desceu uma de suas mãos para minhas pernas apertando

 

Júlia"me solta, tá me assustando"me desesperei chorando

 

Justin"O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?"Apareceu dando um susto em Jonas

 

Jonas"só estávamos conversando"me soltou olhando para Justin sorrindo sínico

 

Justin"não era isso que vocês estavam fazendo"entrou no quarto nos olhando sério

 

Júlia"Justin tira ele daqui"enxuguei minhas lágrimas

 

Jonas"sua namorada abriu a porta pra mim é....''

 

Justin"SAI DAQUI"

 

Jonas tratou de sair e Justin bateu a porta com força, me olhou logo em seguida.

 

Júlia"Justin ele ....."

 

Justin"não quero saber"sua respiração estava acelerada 

 

Justin"por isso que não é bom ser bonzinho com você"veio em minha direção, me segurou pelos cabelos

 

Júlia"Justin deixa eu te explicar"gemi de dor

 

Me jogou sentada com brutalidade na cama.

 

Justin"você que finge ser legal comigo"

 

Júlia"eu juro Justin eu não deixei ele entrar"

 

Justin"é o que ele fazia aqui?"segurou meu queixo quase esmagando com uma mão só

 

Júlia"eu pedi minha janta, aí ele aproveitou para entrar assim que o cara saiu, Justin ele falou uma coisa horrível"fechei meus olhos com força quase chorando novamente

 

Justin"o que ele te falou?"soltou meu queixo acariciando meu rosto com delicadeza

 

Júlia"ele falou as mesmas coisas que você fala"

 

Justin"Ana eu..."

 

Júlia"vocês são todos iguais"me afastei de seu toque

 

Júlia"e mais, você disse que não iria me deixa mais sozinha"

 

Justin"o que você queria, que ficasse direto do seu lado"falou amargamente

 

Júlia"queria estar na minha escola onde você me abandonou"

 

Afastei a mesa de comida para longe de mim, me deitei na cama sem fome, me embrulhei toda. Depois de minutos senti alguém se deitar na cama.

 

Justin"vira pra mim"sua voz foi doce ao pedir

 

Continuei de costas para ele, senti seus braços abraçando minha cintura, roçou seu corpo no meu corpo e seus lábios tocar no meu pescoço me dando arrepios.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...