História No way bae - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camilacabello, Camren, Dinahjane, Fifth Harmony, Laurenjauregui, Normanikordei, Norminah
Exibições 489
Palavras 1.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu quero me desculpar por não ter postado segunda, como vocês sabem, estou tendo alguns problemas de criatividade... então desculpem se não conseguir fazer aquilo que era o esperado para esses capítulos, prometo que vou melhorar. Boa leitura amores

Capítulo 17 - Não seja lerda


Fanfic / Fanfiction No way bae - Capítulo 17 - Não seja lerda

Lauren POV:

5:50Am.
Eu estava terminando de me vestir, estava mais calor que o normal, então resolvi optar por uma saia preta que ia um pouco acima dos meus joelhos, uma blusa social da cor salmão com as mangas dobradas até os cotovelos, um salto de uma nova coleção que eu recebi essa semana de uma famosa marca, meus cabelos estavam lisos e soltos, resolvi não usar muita maquiagem, apenas uma base, um rimel e um batom vermelho.

Terminei de me arrumar e sentei em minha cama, comecei a pensar como a minha vida estava tendo um rumo totalmente diferente de umas semanas atrás, oh sim, o trabalho.
Vejamos, ja fazia mais ou menos uma semana que eu tinha começado a trabalhar...
E durante esse tempo todo não pensei em sair, em beber, em dar um jeito de fugir para uma festa, eu estava exausta. Esse era o ponto, eu acordo todo dia antes do sol, vou pro trabalho, tenho que resolver milhões de coisas, ler relatórios, ler contratos, assinar coisas, resolver problemas, acertar em propostas, fico até as 7:30 quando dou sorte de terminar meus deveres no horário de saida, volto para a casa exausta, como alguma coisa, tomo banho e durmo, no outro dia tudo novamente...
Definitivamente eu não sei como estou aguentando isso, meus país estão de parabéns por aguentar isso durante anos, pelo amor de Deus que coisa mais desgastante.
E ainda tem a camila, a latina que vem tomando conta de todos meus pensamentos, eu não sei o que ela tem, mas ela me atrai tanto, droga.

Ver camila na noite passada tão íntima com aquela tal de... como era o nome mesmo? A...?? Ana? Aline? Ally? Ally. Acho que era esse o nome da mulher, não importa o nome, quando entrei na cafeteira logo meus olhos se prenderam a uma cena, camila e a tal mulher estavam abraçadas e trocando sorrisos e olhares carinhosos, depois toda aquela cena, confesso que isso me incomodou um pouco, um pouco tipo muito, um sentimento horrivel surgiu, talvez o sentimento de ciume?

"Era esse o termo para isso?" - pensei.

"Oh sim, ciumes lauren" - meu pensamento veio forte

Eu não sei o que acontecia, mas eu criei um forte apego em camila, sinto necessidade de estar perto, de cuidar, de beij..., você entendeu.
E foi impossível não criar aquele sentimento, ela parecia íntima da mulher e isso me incomodou um pouco.

"Droga, sera que elas estão ficando? Camila gosta de baixinhas?"- eu disse em voz alta para mim mesma

Ok, isso era estranho.
Nunca fui o tipo de pessoa que se apega em algo ou em alguém, nunca fui o tipo de pessoa que tem tudo planejado,  de ter o sonho de conhecer o amor da minha vida, casar, ter filhos e viver feliz para sempre, definitivamente não.
Sempre fui o tipo que gosta de aproveitar a vida da melhor forma possível, dinheiro de sobra, carros bonitos e caros, roupas de marca, festas, bebidas, drogas, mulheres, oh mulheres de sobra...

Eu nunca quis namorar, Deus me livre relacionamentos.
As únicas mulheres que eu realmente me importava eram minha mãe, vero, lucy e keana. O resto eu nunca liguei se ficou magoada por eu não ter ligado no dia seguinte, se criavam sentimentos por mim, isso realmente não me importava,  para mim nunca passou de ficadas de apenas uma noite e só.
E agora ter essa necessidade por Camila, uma mulher que eu conhecia a pouco tempo era estranho, eu não sabia muito sobre ela e o pior, ela trabalhava para mim, meu deus como fui me meter nisso?

Se a minha mãe descobre isso eu estou ferrada

Ela vai despedir a Camila

E depois vai me matar

Eu estou ferrada

Meus pensamentos não davam trégua, mas um barulho em minha porta me tirou do meu "leve" transe, era Keana.

-Esta pronta laur? - a voz da linda mulher soou em meus ouvidos e logo fui puxada para um abraço calorento.

Keana tinha chegado em miami na tarde de ontem, ela não me avisou nada, só fui descobrir quando cheguei do trabalho e a encontrei esparramada em minha cama dormindo, logo pulei em cima dela a acordando e esmagando em meus braços, logo resolvemos ir ao starbucks para por a conversa em dia e deu no que deu.

Murmúrei um breve "aham" enquanto depositava um beijo em sua testa

-Sabe laur, você esta parecendo sua mãe com essa vibe toda séria, tão sexy...- disse com um sorrisinho debochado no rosto

-Babe, sei que sou linda - pisquei o olho direito para ela

-Você se acha muito lauren - me mostrou a lingua - vamos logo, estou com fome

Resmunguei um "magra de ruim" enquanto era puxada do quarto, chegando na cozinha notei que não tinha ninguém la, estranho.

-Onde eles estão? - perguntei me referindo a meus pais

-Sua mãe estava apressada, parecia nervosa, brigou com seu pai e tudo, ela disse que teriam que ir ao texas e que voltavam sexta, você sabe... por causa do trabalho. - disse abrindo a geladeira

-ahm - um pensamento de "três dias de folga" me veio a cabeça, mas logo foi dispensado por outro que dizia "impossível, ela ficaria sabendo que não fui trabalhar assim que botasse o pé em Miami novamente", bufei.

-Sabe laur... até que a tal Camila é bonitinha, agora eu entendo seu estado - disse me zoando enquanto tomava um copo de leite e comia uns biscoitos

-Ei, não comece com isso - eu disse com um tom nervoso enquanto ia até a fruteira para pegar uma pêra.

Keana soltou uma risada e a encarei com os olhos cerrados, ela levantou os dois braços como forma de rendimento, mas logo voltou a falar

-Notei seu ciuminho também - disse em um tom brincalhão

-Ciumes? - me fiz de desentendida

-Não seja tão cínica lauren, notei seu olhar de assassina direcionado a baixinha, sua ciumenta

-Não seja idiota keana, eu não estava com ciumes - disse com um tom firme tentando inutilmente a convencer

-Aham - foi a última coisa que ela disse, estava óbvio que ela não tinha acreditado, mas de alguma forma ela resolveu que ficar calada era a melhor coisa a se fazer.

Ficamos em silêncio até eu não conseguir mais me segurar e guardar aquela dúvida que estava na minha cabeça desde ontem.

-Você acha que elas estão juntas? - perguntei, keana me lançou um olhar malicioso com um sorrisinho no labio que dizia claramente para mim
"você é tão trouxa"

-Você é tão lerda Michelle - disse enquanto levantava da cadeira e pegava sua bolsa - Nem notou o olhar de "sai daqui vadia" que a camila me lançava durante seu ataquezinho de ciumes, nem notou que a sua crushzinha também estava tendo um ataque junto ao seu, você é tão lerda, gata.

O que? Camila com ciumes? Keana estava louca, só pode ser.

-Você bebeu? - perguntei com a sobrancelha arqueada enquanto analisava a mulher a minha frente

-Não seja idiota lauren - disse em um tom sério

-Estou falando o que vi e não o que eu acho. Essa mulher esta tão na sua e você nem ao menos percebe - disse se aproximando e depositando um beijo em minha testa

Resolvi pensar nisso depois, então cortei o assunto

-Você vai comigo hoje não é? - falei me afastando da mulher

Keana suspirou enquanto focava seu olhar em mim

-Vou, mas não pretendo demorar muito, quero encontrar lucy e vero hoje mesmo

-Certo, estamos em cima da hora, vamos? - perguntei enquanto pegava minha bolsa e meu celular em cima da bancada, logo indo em direção a saida

-Vamos...- keana respondeu enquanto corria apressada atras de mim

Camila POV:

Passei a manhã com Dinah, aparentemente a Sra Clara estava viajando e por isso teriamos que ser mais atentas ou aquilo viraria uma confusão, palavras de Dinah.

Eu tinha acabado de sentar em minha cadeira quando o botãozinho que servia para lauren me chamar a sua sala ficou vermelho

"La vamos nos" pensei enquanto levantava e ia rumo a sua sala.
Parei em frente a porta e dei duas leves batidas, fiquei durante uns trinta segundos parada encarando aquela porta, até que a mesma foi aberta pela morena dona dos olhos verdes, ela esta linda como sempre, meu peito deu um leve solavanco e eu fiquei a admirando durante alguns longos segundos, até ser despertada do meu breve devaneio

-Entre camila - disse enquanto abria mais a porta e me dava passagem

Entrei, meus olhos focaram logo na mulher sentada em cima de sua mesa e logo meu sorriso foi morrendo aos poucos, a carranca foi se formando enquanto a louca da mulher me lançava um sorriso

-Bom te ver novamente Mila -  Keana disse com um tom cinico enquanto continuava com aquele sorrisinho irritante nos labios


Notas Finais


Obrigada por cada comentario do capitulo passado, eu fico tão feliz por saber que vocês estão gostando, obrigada por me apoiarem tanto.
Prometo que volto assim que der, não desistam de mim por favor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...