História No way ( Camila Gp) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila G!p, Camren
Exibições 738
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Burrada


Fanfic / Fanfiction No way ( Camila Gp) - Capítulo 1 - Burrada

Olá. Me chamo Lauren jauregui e tenho 18 anos estou no último ano do ensino médio. Meus pais são Michel e clara jauregui, sou filha única e por esse motivo meus pais são super protetores comigo. Namoro o Louis, ele está no último ano da faculdade de administração, meus pais apoiam muito meu namorado com ele namoramos desde meus 16 anos e ele me respeita muito, quando falei pra ele que meus pais são a favor do sexo sexo apenas depois do casamento sem contar que eu sou apaixonada por ele claro. 


- Oi Laur - mani, minha melhor amiga junto com Ally. Mani e eu nos conhecemos desde os 12 anos. 


- E ai mani - falo à abraçando


- Você já tá sabendo da festa que vai rolar amanhã na casa do harry? 


- Já você vai? 


- É claro, não perco essa festa por nada nesse mundo. - fala pondo o braço no meu ombro. - E o seu namorado vai te acompanhar? 


- Vai, aliás ele faz questão que eu vá. 


- -Sério? - assenti. Louis não gosta que eu saia sem ele - Então a gente se encontra na festa. - falou animada. 


- Concerteza. 


Depois da escola mani e eu fomos às compras. Andar com a mani em um  shopping é tipo uma tortura, mas valeu a pena, no fim escolhemos vestidos lindos para a festa. 


- Mãe, pai. Eu preciso pedir uma coisa - falei assim que entrei em casa


- Se for sobre a festa você pode ir, o Louis já falou com a gente. - disse meu pai despreocupado. - Mas volte às doze.


- Tá pai. Mãe, eu.....- parei


- Oi filha, precisa de alguma coisa? 


- Não. Eu só vou subir e tomar um banho, depois eu desço pra jantar. - falei e subi para o quarto. 


Quando entrei no meu quarto fui direto para o banheiro, assim que sai meu celular toca e eu corro pra atender. 


- Oi amor.....- falo assim que atendo - Sim eu vou..........você sabe né temos horários.........às doze......eu sei eu também queria mais tempo com você..........não sei se eles iriam deixar eu dormir na casa da mani........eu posso tentar.........tá bom também te amo........outro, tchau. 


Agora convencer meus pais não foi nada fácil, tive que implorar para que eles deixassem eu dormir fora de casa. Acordei no dia seguinte super animada, aliás hoje é dia de festa. Mani me ligou super empolgada me avisando que nos encontraríamos na casa do harry. 


Quando deu sete horas comecei a me arrumar para a festa, Louis me pegaria as nove horas. Coloquei um vestido preto justo, um salta da mesma cor e uma maquiagem leve apenas destacando meus olhos. As nove em ponto Louis chegou e como sempre foi recebido com muito Abraços e elogios dos meus pais. 


- Você tá linda - falou pegando na minha mão 


- Obrigada. Você também está muito bonito. 


- Não esqueça de ligar para nós quando chegar na casa da mani filha - disse minha mãe me dando um beijo.  - E você, cuida dela.  - disse abraçando Louis. 


- Pode deixar, eu vou cuidar muito bem dela hoje - falou sorrindo. 


- Então vamos, mani já deve está nos esperando.  - falei e seguimos para o carro. Durante o caminho Louis acariciou minhas coxas, estranhei ele sempre foi muito reservado, mas não liguei muito, até porque namoramos a dois anos e isso deve ser normal entre casais. 


- Chegamos. - falou tirando o cinto e eu fiz o mesmo. 


- A festa parece está super animada - disse saindo do carro, Louis pegou minha mão e nós entramos. A festa realmente já estava muito animada, as pessoas já estavam bem mais pra lá do que pra cá. Luis pegou uma bebida pra gente, comecei a beber e dançar, encontrei com a mani e nos acabamos de dançar até Louis me puxar pela mão até o andar de cima. 


- Eu quero muito ficar com você amor. - falou beijando meu pescoço


- Louis......meus....país......- disse tentando me soltar dos seus braços


- Eles não precisam saber.....vai laur.....Por favor....


- Tudo bem......eu te amo......e......eu quero ser sua....- falei e Louis me puxou pra cama, nem tinha reparado que já estávamos no quarto. Louis começou a tirar meu vestido com brutalidade e dar chupões no meu pescoço, depois tirou minha calcinha e me penetrou sem aviso. Senti uma dor muito grande e a partir daquele momento eu soube que minha vida nunca mais seria a mesma. 


Acordei com uma claridade incomoda nos meus olhos, olhei em volta tentando me lembrar onde estava e senti uma pontada na minha cabeça. Olhei para o lado e vi Louis deitado nu......meu deus! Meus pais vão me matar. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...