História No way ( Camila Gp) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila G!p, Camren
Exibições 776
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Você sabe o que é bom


Fanfic / Fanfiction No way ( Camila Gp) - Capítulo 10 - Você sabe o que é bom

- Lauren? Por que você está sempre chorando? 


Camila não, eu sou uma idiota mesmo, será que ela nunca vai olhar pra mim sem ser com pena? Como ela vai fazer isso se você é digna de pena sua idiota. 


- Você......não quer falar sobre isso né? - falou sentando ao meu lado. 


- Eu sou uma burra camila. Eu só faço burrada. - falei lamentando


- Bom.......é isso que os burros fazem, burradada. - à olhei e ela estava rindo, não aguentei e ri junto. 


- Não ri é sério. - falei limpando algumas lágrimas. 


- Eu sei......e você não é burra. Você só.....precisa ver isso. - falou me abraçando de lado. 


- E você.....conseguiu ver isso então pouco tempo? - falei  olhando nos seus olhos e ela deu um sorriso lindo. 


- Vi. Sabe por que? - neguei - Por que você......sabe o que é bom. - falou e lhe encarei confusa. 


- Sei?


- Concerteza, se não você não teria achado meu sanduíche o mais gostoso do mundo. - falou e eu revirei os olhos e ela gargalhou. 


- Convencida. - disse e abaixei a cabeça. 


- Você tem algum compromisso agora? - perguntou e eu levantei a cabeça


- Não. Por quê? - perguntei e camila se levantou estendendo a mão, peguei na mesma e ela me puxou. 


- Eu conheço uma lanchonete que faz o segundo melhor sanduíche do mundo. 


- Você não tem medo de que eu ache ele melhor que o seu? - brinquei e ela ergueu uma sombracelha me fazendo ri


- Você está muito engracadinha lolo. - falou e eu senti minhas pernas fraquejarem, eu amo esse apelido que ela me deu. 


- Acho que você é a culpada. 


- Eu não sou não. Você tá de carro? 


- Sim. 


- Imagino que ele deve está aqui perto certo? -perguntou e eu assenti - Então a gente não precisa ir de carro a lanchonete é aqui perto. Vamos? 


- Vamos. - camila pegou minha mão e entrelaçou nossos dedos, senti um arrepio percorrer todo o meu corpo. Sorri automaticamente com seu gesto e apertei a sua mão sorrindo igual uma idiota. 


Camila e eu caminhamos por um cinco minutos sem soltar as mãos, até chegar na lanchonete. Camila me apontou uma mesa e eu fui sentar enquanto ela falava com o atendente que sorria enquanto conversava com ela. Será que camila conquista todo mundo só com um sorriso? 


Ela agradeceu e veio sentando na minha frente. 


- Agora vamos conversar mais sobre você. O que você faz da vida? 


-Eu faço faculdade de música - falei e camila me olhou surpresa


- Nossa! Eu amo música. - disse sorrindo e eu sorri junto. 


- Eu também sou apaixonada por música. Qual o seu cantor ou banda favorita? - perguntei interessada. 


- Meu cantor favorito é o ed shareen, e o seu? 


- The 1975. Eles são incríveis. - falei sorrindo e o garçom trouxe nosso pedido acomompanhado de um suco. 


- Obrigada. - camila agradeceu sorrindo e o cara quase cai pra trás, eu só não ri dele porque eu tenho essa mesma reação quando ela sorri desse jeito. 


- Você......namora? - perguntei torcendo por um não. 


- Não. - UFA! -  Você era muita apaixonada pelo seu marido quando casou né? - falou levando o sanduíche a boca. 


- Eu não amava ele como eu imaginava sabe? Eu achava que conhecia o amor até conhecer V....essa pessoa que eu queria pra mim. - droga lauren, quase eu estrago tudo. 


- Queria.....não quer mais? - perguntou confusa


- A questão é, ela me quer? - perguntei à olhando


- Ela sabe que você gosta dela? 


- Não. Eu amo tanto ela sabe, mas ela nem percebe. - falei e camila limpou sua boca com a ponta da língua, acompanhei o movimento hipinotizada e mordi meu lábio me segurando pra não ataca - lá. 


- Você precisa ser mais direta, existem pessoas lerdas. - falou e eu sai do transe. 


- Ela não é lerda. Ela só é perfeita demais pra mim. - disse e camila revirou os olhos. 


- Não existe ninguém perfeito lauren, coloca isso nessa sua cabeça. 


- Mas não dá, ela é realmente perfeita. - camila bufou e se levantou indo até o balcão. Logo ela voltou. 


- Vamos? - assenti e me levantei. 


Camila e eu caminhamos em silêncio até o meu carro. 


- Adorei passar esse tempo com você lauren. Mas eu não quero te atrapalhar na sua pessoa perfeita. - falou irônica. 


- Acredite, você não me atrapalha nem um pouco. - falei mordendo meu lábio inferior e camila desviou o olhar por um instante e depois voltou pro meu rosto. 


- Eu......vou indo, e......não quero te ver chorando de novo. - camila ia se virando e eu à abracei e lhe dei um beijo no canto da boca. 


- Eu........Obrigada por hoje. 


- Não foi nada, então.......tchau. - disse e caminhou pra longe. Suspirei e entrei no carro. 


Ela não percebe que é ela que eu amo, e o pior é que eu acho que ela nunca vai me ver como eu à vejo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...