História No way ( Camila Gp) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila G!p, Camren
Exibições 640
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Lindo sorriso


Fanfic / Fanfiction No way ( Camila Gp) - Capítulo 4 - Lindo sorriso

         " já vi que é de você que eu vou cuidar"


Essa frase ficou na minha cabeça, cuidados e tudo que eu mais preciso. 


- Bom, você pode esperar aqui dentro mesmo enquanto eu cuida da sua amiga - falou e mani assentiu - Você pode sentar no sofá enquanto isso. - disse e mani sentou em um sofá no canto da sala. - E você me acompanhe até a maca. - falou e eu à segui - Eu vou pegar o meu material e da um jeito nesses machucados. 


- Vai doer muito? - perguntei com um pouco de medo e camila sorriu. 


- Não se preocupe não vai doer muito, garanto. - disse e eu assenti - Pode sentar, quer ajuda? 


- Por favor. - falei e camila se aproximou de mim, senti seu perfume maravilhoso quando ela passou o braço pela minha cintura me ajudando a subir na maca. - AÍ....


- Esta doendo muito? - perguntou preocupada


- Um pouco. - falei fazendo careta. 


- Deixa eu ver isso....- tocou meu rosto com delicadeza e analisou meu machucado. - Isso vai doer um pouco tá. - falou e eu assenti, camila pegou um paniho úmido com álcool e passou no meu rosto limpando o mesmo que tinha um pouco de sangue. Observei camila mais de perto, cada traço do seu rosto, seus lindos olhos castanhos, sua boca, a forma como ela fica linda toda concentrada, morde meu lábio inferior inconscientemente, quando camila passou o pano próximo aos meus lábios - Machucou? 


- Ãn.......ah.....não é.....só um pouquinho. - gaguejei sentindo minhas bochechas queimarem. 


- Agora eu vou fazer um curativo nisso - falou. Camila fez um curativo e eu senti sua respiração bem próxima de mim quando ela verificava se estava certo. - Prontinho, você só vai precisar tomar cuidado quando for tomar um banho.  - falou sorrindo lindamente e eu sorri junto. - É só isso? 


Perguntou e eu não queria ir embora agora, a dor no estômago já havia passado mas não custa nada dá uma verificada né....


- Eu......Também estou sentido um pouco de dor no estômago.....


- Desculpa perguntar, mas como você conseguiu esses machucados. - perguntou enquanto verificava meu abdômen com atenção. 


E agora lauren inventa uma desculpa rápido, olhei para mani em busca de ajuda. 


- Foi um assalto - disse mani e eu agradeci com o olhar. 


- Sinto muito, mas a cidade é muito perigosa mesmo - falou e eu assenti - Aqui eu vou colocar apenas uma faixa, não foi muito grave. 


- Você......mora aqui a muito tempo? - puxei assunto, não queria ir tão  cedo pra casa e ainda queria saber mais sobre ela.


- Não. Eu cheguei aqui a pouco, minha dinah e eu somos sócias, ela é fisioterapeuta aqui também. Olhei para sua mão pra verificar se tinha algum anel no seu dedo, não me julguem, mas casada eu sei que ela nanão é, não sei porque eu tô pensando nisso, afinal eu sou casada e ela nunca olharia pra mim, ela é linda. - Pronto. Esta liberada. - sorriu. - Vamos eu te ajudo a descer - me estendeu a mão e eu segurei firme aproveitando para sentir mais um pouco seu cheiro. 


- Obrigada. - falei


- Vocês podem sentar. Eu vou receitar um remédio para não inflamar isso - falou e sentou na sua cadeira e mani e eu fizemos o mesmo. Quando camila iria falar seu celular tocou e olhou a tela e sorriu - Desculpas, mas preciso atender - falou e nós assentimos. - Oi amor.......- falou sorrindo, óbvio que ela tinha namorada - Sim.......eu sei.......nunca que eu esquecer meu amor........prometo..........tá meu anjo assim que eu terminar minha última consulta aqui eu passo aí e te levo pro meu apartamento pra gente fazer a festa.......- ela sorria igual uma boba no telefone, a namorada dela tem muita sorte de ser tão amada assim - também te amo minha linda.........nem pense nisso sofi........tudo bem.......Também.......te amo beijo e me espera.......Ok tchau - falou e desligou - Desculpa por isso.


- Tudo bem - disse sem graça


- Aqui a receita - me entregou e sorriu - Toma cuidado quando andarem por aí. 


- Pode deixar Doutora.  - falou mani e nós nos levantamos. 


- Se cuida mocinha. - disse acenando pra mim e sorrindo lindamente, porque Deus.....


Mani e eu saímos do consultório em completo silêncio e seguimos assimaaté o carro, assim que entramos mani.......


- PUTA QUE PARIU, que mulher linda - falou escandalosa. 


- É muito linda mesmo - falei suspirando e encostando a cabeça no banco do carro. 


- Eu pegaria sem dúvida, pena que ela é comprometida. Você viu como ela falava no telefone com aquela.......sofi, esse é o nome da sortuda. 


- Muito sortuda.......eu queria muito ser amada como essa tal de sofi é por ela - falei sentindo inveja ou ciúme dessa sofi, ter uma mulher daquelas e ainda mais tão apaixonada e melhor que ganhar na loteria. 


- Vamos né, não adianta ficar aqui com inveja da namorada dela. 


- É melhor mesmo. - falei pensando naqueles lindos olhos, sorrisos, e saber que só a tal da sofi tem tudo isso só pra ela me da uma raiva, e olha que eu nem conheço a garota. 


- No caminho você me conta sobre esses ferimentos e a quanto tempo o Louis vem fazendo isso com você. - disse mani. 


- Tudo bem eu conto. 


Não tem mais como mentir, afinal mani não é burra e sabe que isso foi coisa dele, preciso desabafar com alguém. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...