História No way ( Camila Gp) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila G!p, Camren
Exibições 699
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Perfeita


Fanfic / Fanfiction No way ( Camila Gp) - Capítulo 5 - Perfeita

- A gente pode parar em algum lugar pra gente conversar melhor mani - falei enquanto mani dirigia. 


- Tem uma lanchonete aqui perto, podemos parar lá.- disse e depois de uns cinco minutos estacionou o carro. 


Mani e eu entramos na lanchonete e seguimos para a última mesa que era mais reservada. Fizemos nossos pedidos e logo trouxeram. Respirei fundo, mani é a primeira pessoa que na qual eu vou falar sobre isso. 


- Então......pode começar....- falou tomando um copo de suco


- Tudo bem. Mas você precisa prometer que não vai falar nada pra ninguém, nem pros meus pais. 


- Prometo. Agora conta. 


- Depois que eu me entreguei pro Louis naquela festa, eu senti que a minha vida iria mudar. Mas eu não pensei que meus filhos iriam me obrigar a casar tão cedo, mas enfim. No começo eu fiquei apavorada com a idéia de casar tão cedo, mas depois com o convívio com Louis eu comecei a gostar de esperar ele voltar pra casa e sempre preparar algo pra ele comer quando chegasse. - respirei fundo - Mas depois de um tempo ele mudou. Começou a chegar em casa tarde e as vezes bêbado. No começo eu não me importava muito, até que em uma noite ele chegou muito bêbado e......- respirei tentando buscar coragem - Ele me violentou, eu não esperava, ele simplesmente me pegou a força. - Mani me olhava assustada - Depois desse dia ele passou a chegar bêbado e até a me agredir, por isso as roupas longas, até hoje quando você chegou e me viu desacordada, ele tentou me violentar e eu não deixei então ele me agrediu e saiu me deixando sozinha.  - olhei pra mani que estava perplexa com o que ouviu. 


- Você......precisa denunciar esse cara laur.....


- Eu não posso, ele disse que me mataria depois que saísse da cadeia. 


- Mas laur.....


- Você prometeu não contar pra ninguém mani. - Mani passou as mãos no rosto nervosa. - Eu mereço isso. 


- Não. Você não merece, ninguém merece laur. 


- Eu fui burra em ter me entregado pra ele. - falei lamentando. 


- Não pense assim laur, você é linda e ainda tem 18 anos tem uma vida inteira pela frente. 


- De sofrimento. - falei - Quem vai se enteressar por uma idiota como eu? - assim que terminei de falar ouço uma voz conhecida.E olho na didireção e vejo camila toda sorridente conversando com a atendente. 


- E a sofi mila como esta? - a atendente perguntou, elas pareciam íntimas


- Linda e teimosa como sempre né. Você Sabe como ela é. - disse sorrindo.  - Prepara com bastante chocolate ela ama. 


- Pode deixar. E ela está no seu apartamento hoje?


- Vou buscar ela daqui a pouco. Ela disse que quer ficar linda. Tem coisa mais fofa? 


- Você é muito babona na sofi...- a atendente fala rindo


- Eu sou apaixonada pela sofi, e eu amo quando ela pode ficar comigo no meu apartamento, eu adoro cuidar dela. - disse sorrindo


- Ela é muito apaixonante mesmo, você tem uma ir.....


- LAUREN! - me assusto com o grito da mani. 


- QUÊ? 


- Pra onde você tá olhando? - perguntou e direcionou o olhar para trás - Entendi, a médica linda. - reviro os olhos


- Precisava gritar? - olhei pra frente e camila nos viu e sorriu - Droga mani, ela nos viu. - falei e mani arregalou os olhos. 


- E se prepara que ela está vindo pra cá. - falou e eu gelei. 


- Oi meninas, é......normani e......- sério que ela não lembrou meu nome. 


- Lauren....- falei frustrada e mani deu um risinho. 


- Isso mesmo. Lauren, eu não sabia que vocês frequentavam essa lanchonete eu nunca vi vocês antes....


- Na verdade é a primeira vez que a gente vem aqui. - disse mani - Você não quer sentar com a gente? 


- Eu adoraria, mas eu tenho um compromisso inadiável. - falou sorrindo e o seu celular tocou. - Olha ela aí....- disse sorrindo - Licença gente e boa noite. -  ela atendeu o celular e saiu - Oi amor.......tô indo, e advinha o que eu comprei pra você? - depois eu não ouvi mais nada. 


- Ela é linda e perfeita. Eu tenho cada vez mais inveja da sofi. - disse mani batendo a cabeça na mesa. 


- Pelo menos ela lembrou o seu nome. - falei e mani começou a ri


- Verdade. Eu tô podendo.  - se gabou e eu bufei. 


- Não se ache tanto, ela parece enfeitiçada por essa sofi. 


- Que saco! - falou e agora foi a minha vez de ri da sua cara. 


A camila é perfeita, eu queria muito estar no lugar dessa sofi, receber carinho, cuidado e muito amor dela. Eu nunca fui de ter inveja, mas eu queria muito ter a camila só pra mim. Mas infelizmente isso nunca será possível. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...