História No Way (Lauren G!P) - Capítulo 82


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brook, Camila Cabello, Camren, Camreng!p, Celebridades, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Laureng!p, Normani Kordei, Romance
Visualizações 2.510
Palavras 2.628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Finalmente. Desculpem a demora, galeris. Bem... eu tentei fazer maratona. E vejo q isso não dá certo comigo kkk não sei cumprir prazos. Podem me xingar. Mals aí kk

Enfim, espero que gostem e revelem os erros e algum possível furo (nunca será possível agradar a todos)... Vamos lá o/

Capítulo 82 - Minha pessoa


Fanfic / Fanfiction No Way (Lauren G!P) - Capítulo 82 - Minha pessoa

 POV CAMILA

Êta porra... Fodeo...

- Responda, Camila! Esse filho é meu, não é mesmo? - Lauren me questiona raivosa e aquele olhar me dói na alma - Ou, por acaso, além de mentir e esconder sobre o seu trabalho no X Factor UK , você também "esqueceu" de mencionar ter transando por aí e engravidado de outro? - Ela pergunta ainda mais brava e num tom maldoso proposital.

Eu não sabia que Lauren poderia ter aquele lado. Mas, talvez ela nem tivesse antes e essa explosão era por causa de todas as coisas que eu a fiz passar.

- Lauren... - Respiro fundo para me acalmar e me concentrar, pois eu teria que ser firme de agora em diante - É melhor você sentar...

- Eu não quero sentar! Não quero pra você me enrolar. Quero a verdade, porra!

- Quer saber? Então tá, foda-se - Respondo no mesmo tom - É uma longa história. Mas você que sabe... Então, vamos lá... Tudo começou no dia do atentado. Primeiro que eu não me arrependo do que fiz por você e nunca esquecerei tudo o que você fez por mim, você foi maravilhosa...

- Mas não foi o suficiente já que você me deixou, não é mesmo? - Ela questiona de braços cruzados amargurada.

- Merda, Lauren. Não torne as coisas mais difíceis... Se você quiser que eu conte, deixe-me falar tudo logo. Depois você faz o que quiser.

- Ok - Ela levanta os braços como se estivesse rendida.

- Continuando... Houve aquela fase na qual eu acordei e não queria te ver, mas você me mostrou que eu estava errada e então continuamos. Contudo, algum tempo depois, já um pouco antes de eu ir embora, digamos que eu comecei a receber uma série de ameaças e intimidações.

- Como assim?! No Twitter? Era algum fã?

- Pior do que isso... É difícil, mas de certa forma, nós já estamos todos  acostumados a lidar com essa negatividade de redes sociais. O fato foi que eu passei a receber mensagens de um número até então desconhecido no meu telefone privado.

- Por que não me contou nada, poxa? Qual era o conteúdo dessas mensagens?

- Porque, além de me amea-.

- Ameaça?! Sério isso?

- Porra, não duvide... Deixe-me falar!Alémde me ameaçar, essa pessoa também te ameaçava.

- Meus Deus, Camila! Eu e você?

- Sim, Lauren! Principalmente você!  Ele te usava como pretexto para que eu fizesse o que ele mandasse.

- Ele? Ele quem?

- Calma... - Suspiro - Vamos por partes... Então, esse cara era alguém muito próximo de você. Era não,  na verdade, ainda é.  Por exemplo, você saia com a sua família ou com qualquer outra pessoa e, após você se despedir de mim, minutos depois, era quase instantâneo, eu recebia mensagens com prazo de autodestruição com fotos suas. Você era um alvo, Lauren. Não só você, mas como todos ao nosso redor, nossas famílias e amigos também. Diversas vezes, quando você não estava comigo, ele me enviava fotos de todos os seus passos: dirigindo, correndo na praia, em algum evento e até de você no trabalho em alguma reunião.  E, em muitas dessas ocasiões, ele fazia questão de, ao te fotografar, incluir na foto a arma dele simulando você como alvo,como se a qualquer momento ele pudesse atirar em você.

- Arma???

- Sim. Ele te vigiava 24 horas por dia e estava sempre armado. Para que se eu desse algum passo em falso, te ligasse, tentasse te avisar algo, ele não vacilaria em te atingir ou fazer alguma coisa com quem estivesse com você... Eu estava de mãos atadas. Ele já mandou fotos até de nós duas juntas aqui em casa quando nós duas ficávamos namorando na sacada vendo o por do sol ou a lua ou em qualquer outro local aberto.

- Filho da puta! Camila... E-e-eu... Não sei o que dizer...

- Eu sei, Lolo... Quer dizer, Lauren... Sei que é muita coisa para pensar e absorver. Mas...

- Mas...? Você ainda não acabou, não é mesmo? - Faço que não com a cabeça - Eu preciso do nome dele, Camila! Por favor!

- Eu vou contar.  Mas antes, devo ressaltar que eu também não esperava por isso. Pode ser que você não acredite em mim, mas eu tenho provas do que estou dizendo e posso te mostrar. Enfim... Foi uma grande surpresa para mim porque eu achei que ele era meu amigo assim como ele era ou ainda é como um irmão para você...



POV LAUREN

- Irmão?! Você está dizendo que...? - Eu não conseguia terminar a minha fala de tanto que aquela revelação, suposição ou sei o que Camila disse me abalou.

- Sim, Lauren. Infelizmente...

- O Luis?! Mas como isso é possível? Caralho! - Começo a andar de um lado para o outro na sala perplexa com tudo aquilo.

E a partir do momento que ela citou o nome de Luís em diante, eu simplesmente fiquei impassível.

Não tive mais reação nenhuma quando ela disse que descobriu tudo, quem era o seu stalker anônimo, ainda durante o seu período de reabilitação.

Começou assim: Luis estava constantemente me enchendo a porra do saco para ir em reuniões e assinar contratos: seja para filmes, séries, marketing. A merda que fosse ele estava tentando colocar o meu nome em contratos altíssimos. De modo geral, o dinheiro não seria problema. A questão era que eu só pensava em Camila e na sua saúde, tanto que, no dia que ela despertou do coma, eu estava justamente em uma reunião surpresa que Luis me meteu sem que eu soubesse.

Além disso, Camila confessou, finalmente que, o motivo de todo aquele afastamento,frieza e distância comigo se deram pelas primeiras ameaças que ela sofreu exatamente naquele momento. A princípio, apesar do susto inicial, ela não levou a sério.

Contudo, numa tarde, em um momento no qual ela ficou sozinha em casa por cerca de no máximo uma hora quando Sinu estava no trabalho, Alejandro foi buscar Sofi na escola e eu tive que sair para um compromisso familiar para acompanhar os meus avós em consulta médica, ela recebeu mais uma mensagem ameaçadora na qual haviam fotos e até algumas filmagens do paradeiro de Sinu no seu escritório de arquitetura, de Alejandro em seu carro no trânsito, de Sofi na sala de aula e de mim e dos meus avós na sala de espera do consultório médico. Naquele dia, finalmente, ela disse que caiu na real sobre a gravidade da situação.

Então,  a partir disso, ela começou a iniciar uma série de negociações com, até então, o stalker desconhecido. E, além de extorquir uma boa quantia de dinheiro dela, ele sempre batia na mesma tecla que só cessaria as ameaças se ela terminasse o nosso relacionamento e me deixasse "livre" para eu viver a minha vida.

Nesse sentido, ele ofereceu uma oportunidade de emprego para Camila no X Factor UK que seria em alguns meses. O que, de acordo com ele, seria tempo o suficiente para ela se organizar e se preparar para ir embora. Extremanete ameaçada e com medo que algo acontecesse, portanto, ela acabou aceitando.

No entanto, Camila aceitou sob a seguinte condição: para assinar o contrato, ela teria que, ao menos, ter uma reunião com o responsável por tudo aquilo. Então,  com a desculpa que iria passar o dia com Ally, a única que sabia da situação e que só sabia por autorização do stalker, uma vez que ela era a empresária de Camila,  as duas marcaram um encontro ele.

E claro que, ao darem de cara com Luis ao chegarem na reunião, elas ficaram em choque. E vocês devem estar imaginando: "se Camila já tinha concordado em ir embora, por que raios ele iria se expor?"

Bem, a resposta é simples: ele é doente. Ele tinha tanta certeza e confiança que tinha ganho o jogo que agora ele só quero tripudiar sua vitória literalmente rindo da cara delas, humilhando Camilla. Além disso, ele se gabou tanto que acabou soltando algumas informações muito valiosas para Ally que, apesar da surpresa, tinha mais sangue frio que Camila para lidar com a situação.

Informações essas que ela soube utilizar muito bem e, após a ida de Camila para Londres, utilizando os contatos certos, Ally descobriu os "motivos" de Luis para todo aquele circo.

A) Ele estava financeiramente fodido. E como isso foi acontecer? Ele tinha se perdido naquele mundo de fama e se metido com coisas pesadas que envolvia jogos de cassino, drogas e prostituição. Ele tinha aberto alguns negócios clandestinos e de tráfico. Mas seus investimentos estavam sofrendo um grande revés de modo que ele e os seus sócios estavam com grandes prejuízos. Ele precisava de dinheiro o mais rápido possível, pois estava sendo constantemente ameaçado pelos seus sócios.

B) E, obviamente, para conseguir uma enorme quantidade de dinheiro em tempo hábil, ele teria que usar o seu prêmio: Eu,  a amiga trouxa! Daí que vinham a série de reuniões e contratos que ele jogava em mim. E daí que vinham as negociações altíssimas no meu nome. O maldito pretendia usar o meu nome para arrecadar dinheiro e tiraria uma porcentagem para ele bem maior do que ele deveria receber pelos seus serviços apenas como empresário.

C) Contudo, como eu estava vivendo em função de Camila devido ao acidente, a última coisa que eu queria saber era sobre algum trabalho. Desse modo, a "única altervativa" que restou a ele foi dar um jeito de tirar Camila da jogada. E ele o fez da forma mais suja possível: ameaçando de morte ela e a todos que ela ama, brincando com o psicólogo dela dizendo que se alguém saísse morto naquela história seria por culpa dela e, por fim, afirmando que ela não passava de um peso vivo, que todos estariam melhor se ela tivesse logo morrido do que dar tanto trabalho para os outros.

Dessa forma, a única alternativa que Camila teve foi, por pior que estivesse a situação, levantar a cabeça. E nesse momento, ela parou de "birra" e engoliu o medo porque ela tinha que fazer dar certo em prol de todos que ela amava.

Assim, ela passou a se esforçar mais na sua fisioterapia e voltou para o nosso namoro. Ela queria ser a melhor paciente, melhor filha, melhor irmã e melhor namorada. Ela estava se doando todo dia a nós, se despedindo um pouco um dia de cada vez, aproveitando ao máximo o seu tempo conosco.  E, analisando melhor agora, foi justamente quando os chamados "dias de luta" acabaram e nós tivemos aquela fase excelente até o dia que eu descobri que ela iria embora ao ler as mensagens no celular dela.

- ...e foi isso que aconteceu, Lauren - Ela conclui de cabeça baixa triste e incerta sobre as minhas possíveis reações com tudo aquilo - Por favor... entenda o meu lado. Eu queria te contar tudo, Deus sabe como! Você era a minha mulher, o meu amor, a minha amiga, a minha confidente, a minha pessoa. Mas eu simplesmente não tive opção! Eu perdi a minha autonomia, perdi a minha liberdade e perdi você, perdi o seu amor...

Ela conclui e as suas palavras me atingem como um soco no estômago. Aquilo era muito difícil, saber de toda a verdade, ter conhecimento de tudo o que ela passou e teve que aguentar  praticamente sozinha, se não fosse por Ally nos momentos finais orientando e dando suporte a ela.

Eu já estava quase desabando, porém,  eu ainda precisava saber de uma coisa:

- Camila, e a sua gravidez?

- Bem, foi exatamente o que você perguntou assim que entrou. Essa criança é sua, Lauren. Seremos mamãe! - Ela responde fazendo um carinho na barriga e sorrindo de leve ao abaixar a cabeça como se estivesse se comunicando com o bebê.

- Meu Deus... - Eu falo perplexa com o tanto de revelações para apenas um dia - E-eu posso?

- Sim! Vem aqui... - Ela me chama tranquila me estendendo a mão e, após muitos meses, eu me senti em paz ao tocar aquela mão macia, ao sentir aquele calor que eu tanto sentia falta todos os dias e ela encaminha a minha mão para a sua barriga discreta que, para quase cinco meses,  me parecia pequena. Mas Camila sempre foi o estilo magrinha, apesar de ela estar bochechuda e com uns quilinhos a mais. Foi a única coisa de diferente que eu vi nela uma vez que, nas duas ocasiões anteriores que nos vimos no Oscar e no apartamento, ela estava vestindo roupas folgadas e com sobretudos ou coletes. Provavelmente para esconder a gravidez, uma vez que nem a mídia sabia - Hmm... Será se eu...?

- O que, Lauren? Pode perguntar... Se bem que acho que sei qual é a sua dúvida. Creio que nós fizemos ele no período da minha recuperação quando voltamos a ter relações. Eu estava tão atordoada com tudo que nem percebi que tinha parado com o anticoncepcional desde o período que fiquei em.coma...

- Ei, não se desculpe por isso. Você sabe que não é culpa sua! - Falo para tranquilizá-la - Você não fez ele ou ela sozinha. Eu tive tanta participação quanto você. E quero continuar tento de agora em diante que você voltou para mi-, quer dizer, para nós - Falo me corrigindo - Quero ser uma mãe presente.

- E eu fico feliz com isso. Independentemente do que ocorra entre nós, apesar de que eu ainda quero ter esse tipo de conversa com você mais pra frente, eu quero que nosso bebê tenha as duas mães presentes. E eu sei que você é do tipo mãezona. Sempre adorou crianças. E, bem, parabéns pelos seus meninos.

- Ah, obrigada! - Eu sorrio alegremente ao me recordar dos meus filhos -  Creio que você também está se perguntando como que eu os "fiz",certo?

- Sim. Até porque eu não vi notícia nenhuma.por aí dizendo que Lauren  Jauregui casou e teve filhos. Na verdade, eu tinha lido que- Esquece...

- Pode falar... O que você tinha lido sobre mim?

- Que você tinha saído pra umas noitadas com Halsey e Keana. Tinha fotos de vocês dançando e bêbadas em algumas baladas. Mas não importa muito... - Ela dá de ombros.

- Outch!  Nem me lembre dessa fase... - Falo lamentando - Foi o modo que eu achava que poderia lidar com o jeito  que  tudo terminou entre nós naquela época... Mas logo, eu percebi que só estava fugindo e desisti. Voltei a mim mesma. Acreditei na amizade e na força que Luis me deu e eu assinei o contrato para o "O lado bom da vida" e com a ONU. Trabalhei feito doida,sem parar, numa velocidade louca para tentar superar as coisas. E, posso dizer que eu só não me tornei alguém infeliz e miserável por causa dos meus meninos. Nessa viagem para a África que eu conheci Stephan e Christopher, meus amores,meus tesouros. E, graças a eles, minha vida voltou a ter sentido...

- Fico feliz por você... - Ela diz genuinamente transparecendo aquilo.

- Obrigada... - Eu respondo boba sentindo aquele calor e conforto que eu sempre costumava ter com ela e quando os nossos olhares se conectavam como estava ocorrendo agora - E eu fico feliz pelo nosso bebê. Conheci ele hoje, mas eu já o amo muito! Ele ou ela, não importa! - Falo emocionada e ela também se emociona junto comigo - Eu te amo, bebê!

Concluo dando um beijo casto na barriga dela e falando diretamente com o meu filho de modo que finalmente nós duas começamos a chorar e nos abraçamos, uma consolando a outra e matando a saudade, mesmo que muito ainda tivesse que ser dito e resolvido entre nós duas.



Notas Finais


Enton, o que acharam?? 🤔
Como q cês querem q seja a reação da Lóren com o Luis?
O que deve acontecer com o Luis?
Vai rolar família Camren agr?
Camilinha está perdoada?

🍁🍁🍁🍁🍁🍁🍁🍁🍁🍁🍁

"A gente se conheceu há POUCO TEMPO
Mas a gente já está falando em casamento
Tô correndo um risco sério de VIVER pra sempre com você

Entre um em um milhão nasce um Adão e Eva
Um Romeu e Julieta em meio a tantas guerras
Mas, quando se VALE A PENA, O AMOR SUPERA

Não sou anjo da guarda
Mas eu VOU TE PROTEGER
Esse SEU SORRISO [amo a tua risada, amor] é o combustível pra eu viver

Iê, iê, iê, iê ["voz escrota berrando" xD]

Se você me pedir pra ficar pra SEMPRE COM VOCÊ
Nem vou pensar duas vezes pra te responder
CÊ SABE QUE EU VOU, vou, vou
Pego minhas coisas E VOU
FICAR PRA SEMPRE, SEMPRE COM VOCÊ

Se você me pedir pra ficar pra SEMPRE COM VOCÊ
Nem vou te responder você sabe porquê
EU SIMPLESMENTE VOU, vou, vou
Eu LARGO TUDO E VOU
FICAR PRA SEMPRE, SEMPRE COM VOCÊ"
(Jorge e Mateus - Pra sempre com você)

Te amo, minha vida, meu amor, minha bebê <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...